NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Março 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Quem está conectado
48 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 48 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4103 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de YaniraS5

Os nossos membros postaram um total de 29433 mensagens em 12395 assuntos

Timóteo, o cooperador fortificado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Timóteo, o cooperador fortificado

Mensagem por ┼EKhristos em 25th Outubro 2015, 5:42 pm



O verdadeiro filho de Paulo (1 Timóteo 1:2), gerado conforme a palavra de Cristo, viva e eficaz, não seria de todo desnecessário, dizer que Paulo no primeiro encontro com o Filho de Deus, tenha recebido sementes incorruptíveis, para serem plantadas em boa terra. 

Com alegria dizia “eu plantei, Deus fez crescer” (1 Coríntios 3:6). Não era ele alguma coisa, mas Deus sempre foi tudo em todos. Seu único propósito era ser recompensado pelo seu trabalho, não que esperasse receber alguma coisa, o germinar da semente era a glória do cooperador de Deus.

Assim nasceu Timóteo, uma vez que no jovem cooperador, foi encontrada a capacidade para apascentar a igreja de Deus, Paulo confiou tão maravilhoso ministério em sua mãos. Jamais ficou desamparado, as cartas de Paulo, a palavra de Deus, foi enviada para moldar o seu bom porte cristão na casa de Deus.

O “objetivo dessa instrução” escreveu Paulo, era combater as doutrinas falsas, não só relacionadas a época de Timóteo, em qualquer uma, sabendo que as controvérsias contra a obra de Deus são infinitas. 

De onde procede o amor, ele não está num coração contaminado, numa má consciência e fé mentirosa. O novo homem é repleto de novos sentimentos, “amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança” (Gálatas 5:22). O apóstolo orientou o evangelista Timóteo, que como e ele, mantivesse a fidelidade, que impede o desvio, o retorno as inutilidades.

O Senhor colocou Paulo no ministério, a confiança que o homem comum não compreende, ele alcançou misericórdia, ainda que se achasse o principal pecador (1 Timóteo 1:15). Se Timóteo necessitava de uma garantia, que o Espírito é capaz de regenerar o ser humano, ele encontrou sua afirmativa na longanimidade para com Paulo, que fez dele um exemplo para os que haviam de crer para a vida eterna (1 Timóteo 1:16).

O “filho” de Paulo, deveria lutar o bom combate, conservando a fé, a boa consciência, outros que rejeitaram a conservação de tão importantes princípios da fé cristã, foram de encontro a rocha, que provocou o naufrágio na fé de suas "embarcações" (1 Timóteo 1:19). Homens de dura cerviz são entregues a Satanás, uma vez que não tiveram valor, aprenderiam as dores atribuídas aos blasfemadores.

Se uma comunidade deseja ser sadia, leia a Bíblia inteira, se deseja assuntos específicos leia individualmente, cada livro, palavra, ensinamento. As cartas a Timóteo abordam variedades de assuntos edificantes, uma manual profundo de sobrevivência, para suportar a selva que é o mundo com todos os seus perigos. Enquanto Paulo estava ausente, o Espírito estava junto a Timóteo, com o corpo da igreja, ajudando no comportamento sincero que alegra o Senhor.

Como não estou produzindo um comentário bíblico, apenas escrevendo um texto comum, se existe alguma profundidade, ela virá do Senhor.

Se Timóteo transmitisse todas as instruções, seria um bom ministro de Deus (1 Timóteo 4:6), porque além dele mesmo estar se nutrindo com as verdades da fé e da boa doutrina (1 Timóteo 4:6), igualmente a igreja permaneceria sadia. Os que trabalham e lutam são os primeiros na escala da esperança no Deus Salvador, se pregam o evangelho, fica evidente que suas vidas foram seladas para sempre. 

Timóteo ser jovem não importava, só o exemplo na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza já eram garantias suficientes que era capacitado por Deus. 

Atente bem para a sua própria vida e para a doutrina, perseverando nesses deveres, pois, fazendo isso, você salvará tanto a si mesmo quanto aos que o ouvem.” 1 Timóteo 4:16

O apóstolo pediu no fim da primeira carta, “Timóteo, guarde o que lhe foi confiado” (1 Timóteo 6:20). O grande poder que nos envolve, sentimos no começo da sua segunda carta, quando ele corrobora que Deus o tornou apóstolo de Cristo.

“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus...” (2 Timóteo 1:1).

O “pai” continua a conceder seus conselhos, ao jovem cooperador, recordando inclusive da família, da avó Lóide, da mãe Eunice (2 Timóteo 1:5), uma intimidade espiritual, em corações renovados diante do Senhor, a serviço da igreja.

Em Timóteo estava a chama do dom de Deus ( 2 Timóteo 1:6), imposta pelas mãos de Paulo, conservar e reter as coisas boas, estão presentes nas palavras do ministro de Cristo. Em nenhuma outra coisa o discípulo deveria buscar força.

Portanto, você, meu filho, fortifique-se na graça que há em Cristo Jesus “ (2 Timóteo 2:1).

Quando deixamos de praticar a verdadeira religião, enfraquecemos de tal maneira, que se não fosse a energia da graça que há em Cristo, o mundo certamente nos esmagaria. Paulo poderia não estar junto de Timóteo, importava a graça, sendo dependente dela, o Senhor daria entendimento em tudo (2 Timóteo 2:7).

A graça é a força dos dedicados, não sem luta, isentos de perseguição, contra tudo que é falso, todo mal somente é suportado pela força da graça.

Lembre-se de Jesus Cristo, ressuscitado dos mortos, descendente de Davi, conforme o meu evangelho, pelo qual sofro a ponto de estar preso como criminoso; contudo a palavra de Deus não está presa. Por isso, tudo suporto por causa dos eleitos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus, com glória eterna. “ (2 Timóteo 2:8-10)

O mal se levanta,
Lembre-se de Jesus Cristo.

O cooperador eleito por Deus, ungido por Paulo, recebeu armas para libertar as almas, das armadilhas do diabo, se existe o caçador, existe o defensor. Timóteo viu que apesar de tantos atentados contra a vida de Paulo, o Senhor o tinha livrado de todos eles (2 Timóteo 3:11), tinha conhecimento que como servo de Cristo, sofreria também muitas perseguições, permanecendo nas coisas que aprendeu não sofreria dano algum.

Porque desde criança você conhece as sagradas letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra. “ 2 Timóteo 3:15-17

As últimas palavras de Paulo emocionam o coração, que Timóteo fosse sóbrio, suportasse os sofrimentos, fazendo a obra de um evangelista, no cumprimento do ministério, “não desista”!! O filho sabia que o “pai” estava se despedindo, convicto que receberia a coroa da vida (2 Timóteo 4:08).

Entregara sua vida por amor a igreja, esperava junto com ela ser redimido.

Paulo mencionou o abandono (2 Timóteo 4:16), que isso não fosse cobrado de ninguém, o Senhor estava com ele. Os olhos do jovem cooperador, estavam acabando de ler as últimas linhas, que após ele levaria perante a igreja, para divulgar toda a vontade de Deus.

Mas o Senhor permaneceu ao meu lado e me deu forças, para que por mim a mensagem fosse plenamente proclamada, e todos os gentios a ouvissem. E eu fui libertado da boca do leão. O Senhor me livrará de toda obra maligna e me levará a salvo para o seu Reino celestial. A ele seja a glória para todo o sempre. Amém.” (2 Timóteo 4:17-18)

As vezes parece que Deus estava assentado no tribunal, assistindo aos homens condenarem sua bondade, expressa na pessoa de Paulo. O apóstolo deve ter recordado que aquele que morreu, que o chamou, um dia foi julgado injustamente, ele não fugiria ao seu destino, nada poderia separá-lo de Cristo. Até mesmo o diabo, embora machucando Paulo, sabia quem era o vitorioso.

“O Senhor seja com o teu espírito. A graça seja convosco. “ (2 Timóteo 4:22)

Pode ter sido a última frase de Paulo no reino dos homens. Para Timóteo a frase de maior poder da sua vida, o Senhor dizendo que jamais estaria ausente.

_________________
postado por ┼EKhristos Visitem:http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org/


┼EKhristos

Mensagens : 779
Pontos : 1943
Data de inscrição : 31/07/2010
Idade : 41
Localização : Maringá

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum