NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Abril 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Calendário Calendário

Quem está conectado
87 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 87 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4120 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de NEUSA MARIA

Os nossos membros postaram um total de 29497 mensagens em 12450 assuntos

Ele morreu, ressurgiu, tornou a vida e não importa as mentiras

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ele morreu, ressurgiu, tornou a vida e não importa as mentiras

Mensagem por ┼EKhristos em 18th Dezembro 2015, 5:42 pm


“E, quando iam, eis que alguns da guarda, chegando à cidade, anunciaram aos príncipes dos sacerdotes todas as coisas que haviam acontecido. E, congregados eles com os anciãos, e tomando conselho entre si, deram muito dinheiro aos soldados, Dizendo: Dizei: Vieram de noite os seus discípulos e, dormindo nós, o furtaram. E, se isto chegar a ser ouvido pelo presidente, nós o persuadiremos, e vos poremos em segurança. E eles, recebendo o dinheiro, fizeram como estavam instruídos. E foi divulgado este dito entre os judeus, até ao dia de hoje.” Mateus 28:11-15

Segundo Brian Schwertley existe uma idéia propagada entre os judeus incrédulos que jesus nunca ressuscitou realmente. Outra idéia é que Jesus não morreu, mas apenas perdeu a consciência (Teoria do desmaio). Segundo o mesmo autor atualmente, a teoria mais popular entre os modernistas é que a ressurreição é um embelezamento da igreja primitiva, em outras palavras, a igreja pós-apostólica perpetuou uma fraude gigantesca para honrar seu salvador. Existe ainda outra visão que os discípulos ficaram tão excitados e angustiados com respeito aos eventos recentes que tiveram uma alucinação ou visão imaginária do Salvador. Outros grupos afirmam que Jesus ressuscitou apenas espiritualmente, o que é contradito pela Escritura em Lucas 24:39.

Então Schwertley conclui:

Todas as objeções à doutrina bíblica de uma ressurreição real, história, literal e corporal de Cristo procedem de axiomas apóstatas e incrédulos. Existem muitas pessoas que não creem em Jesus Cristo como ele é revelado nas Escrituras...Assim eles inventam toda sorte de teorias mitológicas para apaziguar suas consciências culpadas para suprimir a verdade em injustiça. Tais pessoas não tem fé na palavra infalível de Deus; e portanto colocam sua fé nas teorias especulativas de homens pecadores (Homens que têm um motivo oculto, que não querem encarar a realidade do pecado, morte e inferno).

Logicamente, como leigo comentarista, considero tais teorias são absurdas, junto com quaisquer outras que surgirem. Existem “n” comentários sobre a passagem de Mateus, mas achei apropriado o exposto acima, que combate com veemência qualquer que ache no direito de negar a ressurreição.

Não existe somente aqueles que negam a ressurreição, é tão grande a oposição do diabo, que também existem os enganadores, que “não confessam que Jesus Cristo veio em carne” (2 João 7).

Como bem explicado pelo apóstolo Paulo, então se Cristo não ressuscitou, se tudo não passa de uma lenda apologética, toda a pregação apostólica é inútil, como também a nossa fé (1 Coríntios 15:17), permanecendo então o nosso pecado, “ Neste caso, também os que dormiram em Cristo estão perdidos” (1 Coríntios 15:18).

No comentário de Warren W. Wiersbe, ele descreve que os soldados romanos estavam numa situação complicada, o selo romano havia sido quebrado, a pedra havia sido movida e o corpo não estava mais lá, isso era uma enorme transgressão que não foi reportada ao Pilatos, nem aos oficiais superiores, somente aos líderes religiosos judeus, que ansiosos por encobrir esse milagre, elaboraram a história que explicaria o sepulcro vazio: o corpo havia sido roubado. 

Nada do que fizessem para comprovar sua história, poderia comprometer o grande milagre de Jesus voltar a vida. Os mesmo líderes que pagaram Judas, pagaram os soldados para dizer que o corpo havia sido roubado, melhor o dinheiro do que a execução pela falha na guarda do corpo de Cristo.

Uma mentira pode dar a volta ao mundo enquanto a verdade ainda está calçando os sapatos (Mark Twain).

As aparições de Jesus Cristo são contadas pela Escritura, o que Pedro disse no dia de Pentecostes é a mais pura verdade: “Este homem lhes foi entregue por propósito determinado e pré-conhecimento de Deus; e vocês, com a ajuda de homens perversos, o mataram, pregando-o na cruz. Mas Deus o ressuscitou dos mortos, rompendo os laços da morte, porque era impossível que a morte o retivesse” (Atos 2:23-24), na sua carta aos Coríntios o Espírito através de Paulo, também enumera uma série de aparições do Senhor (1 Coríntios 15:5-7).

No livro “As evidências da ressurreição de Cristo” (Josh MacDowell), ele expõe as várias tentativas de esclarecimento (Página 117): “Muitas teorias têm sido desenvolvidas, tentando mostrar que a ressurreição de Jesus Cristo foi uma fraude. Creio que muitas pessoas que surgiram com essas teorias devem ter dois cérebros: um, perdido, e o outro, procurando por ele. Os historiadores devem se torna anti-históricos para inventar algumas dessas idéias."

Cinco pontos de fortes evidências circunstanciais sustentam, sem erro, a ressurreição corporal de Cristo (Página 147 e 148):

1) As origens e a existência da igreja cristã estão enraizadas em Jerusalém, no período de tempo em que foi abalada pelos eventos da ressurreição de Cristo.

2) O fato de os cristãos primitivos, que eram todos judeus devotos, passarem a realizar os seus cultos de adoração no domingo, em vez do sábado, só pode ter sua explicação no fato de que o domingo era o aniversário da ressurreição.

3) O batismo cristão, na água, que data dos primeiros crentes, é expressamente uma figura do crente sendo ressuscitado com Jesus Cristo, que ele sai da água.

4) O sacramento cristão da Ceia do Senhor (comunhão), não se poderia celebrar com alegria a morte e sepultamento de Jesus Cristo, se não tivesse ocorrido a sua subsequente ressurreição.

5) O fenômeno das vidas transformadas dos discípulos primitivos não pode ser explicado independente do fato da ressurreição. Em meio as condições incrivelmente hostis, os discípulos não mudaram a sua certeza da ressurreição de Jesus. E a subsequente conversão (e ministério) do apóstolo Paulo é uma das transformações mais profundas em todo Novo Testamento.

O comentarista Russel O. Chaplin escreveu que: “...a idéia de que se trata de mera tradição fabricada, não sai da área das conjecturas, porquanto se rejeitássemos as narrativas dos evangelhos, só porque só há uma tradição por detrás delas, então teríamos de rejeitar boa porção da narrativa bíblica inteira...D IV E R S O S comentaristas bíblicos mencionam o fato de que as mentiras de Satanás sempre trazem em si a sua p ró p ria refutação. Todavia, todas essas improbabilidades de forma alguma servem de argumento contra a veracidade da narrativa , porquanto quando os homens se recusam obstinadamente a crer na verdade é que «...Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à m e n tira · ( I I Tcs. 2.11). Com esse princípio concorda o antigo adágio pagão: «A quem os deuses querem destruir, primeiramente enlouquecem». Justino Mártir, cm ·Diálogo com Trifo· (cap. 108) mostra que a mesma calúnia era corrente nos meados do século II de nossa era. Tertuliano também menciona essa mentira como algo corrente e popular entre os judeus. Isso demonstra, se é que não prova outra coisa, que sentiam a necessidade de explicar o túmulo vazio; e que essa própria necessidade de explicação comprova a ressurreição de Jesus. A improbabilidade da história, de que temerosos discípulos teriam vindo subitamente, realizando um furto de tão grande envergadura, mostra a mentira e dá apoio à narrativa da ressurreição.”

Então como conclusão, nós que acreditamos na ressurreição, devemos tomar como exemplo as palavras dos apóstolos, tendo como mais simples definição a menção de Paulo ao Rei Agripa:

“Mas tenho contado com a ajuda de Deus até o dia de hoje, e, por este motivo, estou aqui e dou testemunho tanto a gente simples como a gente importante. Não estou dizendo nada além do que os profetas e Moisés disseram que haveria de acontecer: que o Cristo haveria de sofrer e, sendo o primeiro a ressuscitar dentre os mortos, proclamaria luz para o seu próprio povo e para os gentios" (Atos 26:22-23)


A virtude de Cristo:

“Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos, E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém.” (Lucas 24:44-45)

Creiamos que se existe um dito mentiroso, a Palavra da verdade o excede em todos os termos. Cremos e não somos envergonhados, amamos mesmo não vendo (1 Pedro 1:Cool, não importa o que diga os enganadores, Cristo vive dentro dos corações dos seus eleitos.

“Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor. Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos.” (Romanos 14:8-9)

_________________
postado por ┼EKhristos Visitem:http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org/


┼EKhristos

Mensagens : 780
Pontos : 1946
Data de inscrição : 31/07/2010
Idade : 41
Localização : Maringá

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum