NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Dezembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Quem está conectado
68 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 68 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4293 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de João Celso

Os nossos membros postaram um total de 30108 mensagens em 13032 assuntos

De madrugada, no deserto, orando

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

De madrugada, no deserto, orando

Mensagem por Ricardo Mendes em 4th Julho 2016, 6:08 pm

Leitura: Marcos1:35-39
Vídeo: https://youtu.be/MaFaRH-aN9I

“De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus levantou-se, saiu de casa e foi para um lugar deserto, onde ficou orando. Simão e seus companheiros foram procurá-lo  e, ao encontrá-lo, disseram: ‘Todos estão te procurando!’ Jesus respondeu: ‘Vamos para outro lugar, para os povoados vizinhos, para que também lá eu pregue. Foi para isso que eu vim’. Então ele percorreu toda a Galileia, pregando nas sinagogas e expulsando os demônios.” (Mc 1:35-39).

Se quiser ter um encontro diário com Jesus, esta é hora, lugar e modo de fazê-lo. “De madrugada... num lugar deserto... orando”. Quando os israelitas peregrinavam pelo deserto em direção à terra prometida, seu sustento vinha da água que saía da rocha — e “água” é uma figura da Palavra de Deus como ensina Efésios 5:26 — e do maná, o pão que caía do céu e representava Jesus. “Ao amanhecer havia uma camada de orvalho ao redor do acampamento. Depois que o orvalho secou, flocos finos semelhantes a geada estavam sobre a superfície do deserto... O povo de Israel chamou maná àquele pão. Era branco como semente de coentro e tinha gosto de bolo de mel” (Êx 16:13-14).

Hoje o crente se alimenta de Jesus, o “pão de Deus... aquele que desceu do céu e dá vida ao mundo” (Jo 6:33), e não existe melhor hora, lugar e modo de recebê-lo do que “de madrugada... num lugar deserto... orando”. O “maná” que alimentava os israelitas era colhido segundo as regras ditadas por Deus. “Cada chefe de família” devia recolher o necessário, “um jarro para cada pessoa da sua tenda... alguns recolheram mais, outros menos. Quando mediram com o jarro, quem tinha recolhido muito não teve demais, e não faltou a quem tinha recolhido pouco. Cada um recolheu tanto quanto precisava” (Êx 16:16-18).


Exceto na sexta-feira, quando podiam colher o dobro para guardar para o sábado do descanso, quem tentasse guardar algum maná via que logo criava bichos. Ele só era bom se colhido fresco para ser comido a cada manhã. Assim é com a oração e comunhão com Deus. É um exercício diário e a sós com o Pai. Você não pode estocar para usar depois, e deve ser o primeiro exercício do dia, pois “quando o sol esquentava” o maná “se derretia” (Êx 16:21). Não deixe que o sol dos afazeres diários pegue você sem “o pão de Deus” — Jesus — “aquele que desceu do céu e dá vida ao mundo” (Jo 6:33). A oração é tudo o que você precisa para se conectar com Deus e receber dele o necessário para aquele dia. Nem mais, nem menos.

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

_________________
Ricardo Mendes

Ricardo Mendes

Mensagens : 230
Pontos : 572
Data de inscrição : 23/11/2014
Idade : 54
Localização : rj

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ao anoitecer

Mensagem por Ricardo Mendes em 4th Julho 2016, 6:15 pm

Leitura: Marcos 1:32-34
Vídeo: https://youtu.be/tdCLz33eSCc

“Ao anoitecer, depois do pôr-do-sol, o povo levou a Jesus todos os doentes e os endemoninhados. Toda a cidade se reuniu à porta da casa, e Jesus curou muitos que sofriam de várias doenças. Também expulsou muitos demônios; não permitia, porém, que estes falassem, porque sabiam quem ele era.” (Mc 1:32-34).

Ao contrário dos nossos dias, quando muitas empresas e serviços funcionam a noite toda, naquele tempo não era comum trabalhar à noite. Mas aqui vemos o perfeito Servo empenhado em servir, independente de ser dia ou noite. Ele não se importa de atender “toda a cidade” que “se reuniu à porta da casa” de Pedro, e cura os enfermos. Também expulsa os demônios, sem permitir que estes falem e revelem quem ele é. Ele não precisa da parceria das trevas em seu ministério e nem busca fama como fazem os curandeiros.

Cabe muito bem aqui a expressão que Jesus usa no Evangelho de João para os fariseus, que o acusavam de transgredir o sábado por curar enfermos no dia do descanso: “Meu Pai continua trabalhando até hoje, e eu também estou trabalhando” (Jo 5:17). Os líderes religiosos não têm escrúpulos em deixar de lado a graça e a misericórdia para seguir regras rígidas decorrentes de uma interpretação equivocada das Escrituras. E quando não as encontram na Bíblia, eles criam suas próprias regras e tradições e passam a exigir que seus seguidores as cumpram.

Na história da humanidade não faltam maldades feitas em nome de Deus, por isso Davi, quando teve de escolher dentre três penalidades para o seu pecado, respondeu a Gade, o profeta: “Prefiro cair nas mãos do Senhor, pois grande é a sua misericórdia, e não nas mãos dos homens” (2 Sm 24:14). Mas esta escolha só está disponível para os que conhecem a Deus. Um dia Jesus voltará, não mais como o Servo bondoso e humilde que encontramos nos Evangelhos, mas como o severo Filho do Homem, o justo Juiz do Livro de Apocalipse. Quando esse momento chegar a Bíblia avisa que “terrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo” (Hb 10:31).

Vivemos hoje, por assim dizer, “ao anoitecer, depois do pôr-do-sol”, nos últimos resquícios da luz da graça ainda disponível para o pecador. O grito da meia-noite — “O noivo se aproxima! Saiam para encontrá-lo!” (Mt 25:6) — já foi dado. Agora só resta a chegada desse Noivo que é Jesus, o que pode ocorrer a qualquer momento. Você está pronto para encontrá-lo?

(Mario Persona 

_________________
Ricardo Mendes

Ricardo Mendes

Mensagens : 230
Pontos : 572
Data de inscrição : 23/11/2014
Idade : 54
Localização : rj

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum