Declínio nas estatísticas de avanço numérico do segmento evangélico sinaliza crise da Igreja.