NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» O crente não peca?
Ontem à(s) 12:16 pm por Admin

» Um feliz domingo a todos na Paz de Deus.
Ontem à(s) 7:29 am por Paulino

» Filho Pródigo
24th Junho 2017, 9:59 am por Leo2017

» Um feliz sábado a todos na Paz de Deus.
24th Junho 2017, 7:11 am por Paulino

» Uma feliz sexta feira a todos na Paz de Deus.
23rd Junho 2017, 7:19 am por Paulino

» Uma feliz terça feira a todos na Paz de Deus.
20th Junho 2017, 7:27 am por Paulino

» Uma feliz segunda feira a todos na Paz de Deus.
19th Junho 2017, 7:05 am por Paulino

» Um feliz domingo a todos na Paz de Deus.
18th Junho 2017, 7:32 am por Paulino

» Um feliz sábado a todos na Paz de Deus.
17th Junho 2017, 7:37 am por Paulino

Junho 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

Quem está conectado
36 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 36 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4246 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Alfonzo5

Os nossos membros postaram um total de 29602 mensagens em 12544 assuntos

Onde estão os conservadores quando o tema é genocídio de cristãos?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Onde estão os conservadores quando o tema é genocídio de cristãos?

Mensagem por Lourival soldado cristão em 8th Dezembro 2016, 3:54 pm

Onde estão os conservadores quando o tema é genocídio de cristãos?





O Brasil vive momentos difíceis com agitações sociais em virtude da desestabilização política e econômica que vem sofrendo e as comunidades cristãs acabam absorvendo o impacto de decisões do Legislativo e do Judiciário sobre temas que são de seu interesse.
As alterações aprovadas pelo Plenário da Câmara na votação recente do Projeto de Lei nº 4850/2016, que versa sobre as Dez Medidas de Combate à Corrupção, causou indignação em muitos cristãos que promoveram críticas contundentes aos deputados que votaram em consonância com a proposta de alteração. Além disso, recente decisão do STF firmando o entendimento de que praticar aborto nos primeiros três meses de gestação não é crime, reabriu o debate sobre a questão da criminalização de tal prática. Entidades religiosas e grupos “pró-escolha” se manifestaram imediatamente e atendendo pedidos das bancadas cristãs e de outros parlamentares, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que instalaria uma comissão especial objetivando rever a decisão do Supremo Tribunal Federal.
No domingo, milhares de pessoas tomaram as ruas em atendimento ao apelo de movimentos sociais que sugeriram como principais pautas, o protesto contra as mudanças feitas na Câmara em relação ao “pacote anticorrupção” e a defesa das investigações da Operação Lava Jato. Porém, ao observar o “fervor” de muitos cristãos brasileiros na utilização de instrumentos democráticos para salvar sua nação de práticas pernósticas, fico imaginando: por que a maioria esmagadora dos cristãos também não se interessa pelo objetivo de “salvar” seus irmãos que estão sendo literalmente aniquilados em países muçulmanos e na Coreia do Norte?
A mesma igreja que brada “palavras de ordem” contra a corrupção e o aborto não emite uma palavra sequer de condenação à prisão arbitrária de Asia Bibi, uma cristã católica paquistanesa que já foi condenada em duas instâncias do Judiciário à pena de enforcamento[1] pelo simples fato de “tornar  impura” a água que outros muçulmanos bebiam quando se atreveu a matar sua sede, além do que, cometeu o crime grave de não negar a fé cristã num país que o Ocidente chama de “moderado” em virtude de premissas constitucionais enganosas.
Grupos de direitos humanos elegeram Asia Bibi como símbolo internacional da luta contra a Lei da Blasfêmia e as principais autoridades religiosas cristãs continuam silentes quanto ao martírio de mais uma pobre cristã no mundo muçulmano. Seria demais, acreditar que os movimentos sociais conservadores no Brasil deveriam “dar voz” à uma cristã condenada injustamente num país muçulmano, exigindo um posicionamento firme da diplomacia brasileira contra essa barbárie? Qual o problema de exigir que um país de maioria cristã denuncie e condene a pena de morte por blasfêmia em países muçulmanos?
Assistimos diariamente os grupos de esquerda praticando “desinformação” como arrimo de sua agenda de direitos humanos, e com isso, conseguiram, inclusive, causar séria crise diplomática entre Brasil e Israel após a então presidente Dilma Roussef rejeitar a nomeação do embaixador israelense Dani Dayan sob o “argumento” de que “vive em um assentamento no território ocupado palestino e foi o máximo representante de um movimento que a comunidade internacional rejeita plenamente”[2].
É quase inacreditável que uma justificativa pífia como a utilizada pelo governo petista em atenção aos conclames dos seus movimentos sociais tenha obtido êxito sem a reação cabível dos movimentos conservadores. Como milito na área de direitos humanos, poderia enunciar diversos casos graves de violações cometidas por governos aliados da ex-presidente, mas, vou citar apenas um caso: o presidente muçulmano do Sudão, Omar al-Bashir[3], foi “milagrosamente acusado” pelo Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra e contra a humanidade cometidos durante o conflito em Darfur, onde mais de 300 mil pessoas foram assassinadas por culpa do genocida que “passeia livremente” pela África e China apesar de ter um mandado de prisão expedido pelo TPI.
Não me recordo de movimentos conservadores brasileiros denunciando nas redes os crimes do genocida al-Bashir e concomitantemente exigindo a rejeição do embaixador sudanês como Dilma fizera com o embaixador israelense. Aliás, é notório o fato de não ser usual a preocupação com violações dos direitos humanos no mundo muçulmano por parte desses movimentos que concentram atenção nas violações em países comunistas, sem destacar a perseguição contra cristãos.
A instituição Portas Abertas divulgou em seu relatório, que 2015 foi considerado “o ano do medo” em razão do aumento assombroso da perseguição aos cristãos pelo mundo. Qual foi a reação pública da igreja? Por que mais de 99% dos evangélicos brasileiros desconhecem o nível aterrorizador da perseguição contra cristãos? Por que a divulgação da notícia de que 75% dos cristãos norte-coreanos não suportam a violência extrema e morrem nas mãos de seus algozes[4], não causa comoção e ação dos cristãos no Brasil?
Ora, estamos diante de um grande paradoxo: muitas igrejas evangélicas e católicas  mobilizam suas bancadas no Legislativo para salvar as vidas de bebês porque nas suas “agendas” o aborto deve ser combatido veementemente, porém, assistem – quando assim o fazem – os massacres contínuos de seus irmãos e as necessidades humanitárias da Igreja Perseguida sem a menor “reação” para salvar as vidas de outros inocentes silenciados pela comunidade internacional e ONU! Na verdade, ainda não se vislumbra o interesse geral de conhecer a realidade da perseguição religiosa em países muçulmanos e comunistas, e muito menos há tentativa de engendrar mecanismos eficientes de socorro àqueles que sobrevivem aos massacres.
Por que os cristãos brasileiros vivem paralisados nas searas política e humanitária quando o tema é “perseguição religiosa no mundo muçulmano e Coreia do Norte”? Será que a “nacionalidade” das vítimas cristãs é o fator impeditivo? Ou será “a distância” o motivo de esfriamento do tão apregoado “amor cristão”?  O mais triste é perceber que até mesmo os movimentos cristãos de direita que vindicam direitos humanos e vociferam “perseguição religiosa de cristãos no Brasil”, não se dispõem a levar a questão para o debate como fazem com outros temas que agradam o público cristão.
Ao que parece, os movimentos sociais conservadores – com raríssimas exceções – estão mais preocupados em atender as demandas que ofertam maior popularidade num país que abriga uma maioria cristã que se encastelou na defesa de uma “agenda fixa de direitos humanos” e esqueceram que a emergência da ameaça islâmica bate à porta de todos os países, à exceção da Coreia do Norte. Ou seja, hoje, a maior parte dos líderes cristãos se nega a discutir a perseguição que sofrem os seus irmãos em países muçulmanos, mas, certamente acordarão num futuro próximo com  o país impactado pela jihad que apavora todo Ocidente, mas não incomoda o “Brasil tolerante”.
No meio de tanta letargia quanto ao tema, a ONG Ecoando a Voz dos Mártires [5]– instituição humanitária secular que trabalha a temática da perseguição religiosa no mundo muçulmano e Coreia do Norte –  tem participado de reuniões com o Ministério das Relações Exteriores [6]e parlamentares[7] para tentar incluir a questão da perseguição religiosa na agenda de política externa brasileira. A instituição deu início à campanha nacional pelo reconhecimento do genocídio de cristãos e minorias no Oriente Médio, promovendo junto com a Câmara de Vereadores de São Paulo, uma sessão solene[8] para dar visibilidade ao tema, e atualmente, já conta com apoio de alguns políticos[9]. Contudo, apesar das ações da ONG EVM já serem conhecidas por alguns movimentos conservadores, não houve até o momento, apoio explícito no sentido de auxiliar as articulações no Congresso.
Do ponto de vista moral, não há diferença entre a vida de um bebê condenado à morte por decisão do Judiciário e a vida de um cristão condenado à morte pela inércia do sistema internacional conivente com a perseguição religiosa. Assim, espero que num futuro próximo o sangue inocente dos cristãos e das minorias massacradas convença os movimentos sociais no Brasil a se posicionarem contra as atrocidades sofridas pelos “desprezados das nações”.
[1] http://www.raciociniocristao.com.br/2016/09/martirio-silencioso-de-asia-bibi/
[2] https://noticias.terra.com.br/brasil/politica/brasil-rejeita-nomeacao-de-ex-dirigente-colono-como-embaixador-de-israel,cc613aefb1623b33715ed120c6974bbbd4248772.html
[3] http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/06/150615_bashir_perfil_pai
[4] http://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/mais-de-75-dos-cristaos-nao-sobrevivem-perseguicao-religiosa-na-coreia-do-norte.html
[5] https://ecoandoavozdosmartires.wordpress.com/
[6] https://ecoandoavozdosmartires.wordpress.com/2016/11/16/evm-se-pronuncia-em-videoconferencia-no-ministerio-publico-sobre-a-atuacao-do-brasil-em-materia-de-direitos-humanos/
[7] https://ecoandoavozdosmartires.wordpress.com/2016/12/02/deputado-roberto-de-lucena-oficiara-o-ministerio-das-relacoes-exteriores-para-atender-pedidos-da-ong-evm/
[8] http://www.camara.sp.gov.br/blog/sessao-solene-discute-genocidio-de-cristaos-e-minorias-no-oriente-medio/
[9] https://ecoandoavozdosmartires.wordpress.com/2016/12/01/senador-magno-malta-oficiara-o-ministerio-das-relacoes-exteriores-para-responder-postulacoes-da-ong-evm/https://artigos.gospelprime.com.br/onde-estao-os-conservadores-quando-o-tema-e-genocidio-de-cristaos/

_________________
http://igrejacristaavivada.org/

avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11151
Pontos : 24597
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum