NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Maio 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário Calendário

Quem está conectado
65 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 65 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4155 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de LuisaTho

Os nossos membros postaram um total de 29539 mensagens em 12484 assuntos

A CCB e a prática do ósculo santo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A CCB e a prática do ósculo santo

Mensagem por Lourival soldado cristão em 8th Maio 2017, 3:06 pm


A CCB e a prática do ósculo santo – (só entre os membros do mesmo sexo)
A Congregação Cristã no Brasil insiste em adotar costumes, como é o chamado ‘ósculo santo’ (Romanos 16.16), pensando com isto estar em posição espiritual superior aos outros. O que dizer?
Defesa do Evangelho – o ósculo era uma maneira comum de saudar no Oriente, muito antes do estabelecimento do Cristianismo, e tem servido como parte da expressão judaica em suas saudações, tanto nas despedidas como também na forma de demonstração geral de afeto (Gênesis 29.11; 33.4). Também parece ter sido um sinal de homenagem entre os israelitas (1Samuel 10.1).
O ósculo era um costume da época em que viveram os primitivos cristãos. Naturalmente que era usado sem abuso, mas simplesmente entre os familiares, quando se despediam para longas viagens, como algumas famílias o fazem ainda hoje. As referências que encontramos nas epístolas: “Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo” (Romanos 16.16; 1Coríntios 16.20; 2Coríntios 13.12; 1Tessalonicenses 5.26; 1Pedro 5.14) têm o mesmo sentido de uma saudação nossa, quando escrevemos a pessoas íntimas e pedimos para dar um beijo nas crianças e um abraço neste ou naquele.
Era um costume da época, como o nosso hoje, saudar uns aos outros com um aperto de mão. O ósculo não é colocado como uma doutrina ou ensinamento, mas apenas como um gesto de cordialidade, que deveria e deve haver entre os irmãos. Em nossas o povo é livre para saudar, não frisamos o ósculo pelo fato da inconveniência.
A Bíblia nos ensina evitar a aparência do mal (1Tessalonicenses 5.22). Na nossa sociedade, homem beijando homem é um tanto escandaloso, sendo reflexo de uma prática homossexual. Não queremos causar escândalos a ninguém (Romanos 14.13) e por isso evitamos a prática do ósculo. Também é mostrado que essa prática do ósculo não era prática somente entre homens ou somente entre as mulheres, mas sim entre todos os irmãos independentemente do sexo. Para o apóstolo Paulo todos eram iguais perante Deus, não havendo homem ou mulher (Gálatas 3.27-28).
Quando indagamos a causa dessa segregação, dos homens beijarem homens, e as mulheres beijarem mulheres, a resposta é: por causa da malícia. Ora, se há malícia, deixa de ser um ósculo santo.
Ademais disso, os membros da CCB, para serem coerentes, deveriam saudar-se nas ruas com ósculo santo, pois assim faziam os primeiros cristãos. Mas não o fazem, porque o consideram inconveniente. A bem da verdade, essa prática está sujeita a malícias se tornando indiscreta para o povo de Deus hoje em dia! Através da história da igreja, verificamos que alguns usos antigos entraram como bagagem, e agora são matéria dogmática, quando, na verdade, não passam de costumes de ordem puramente exterior e sem qualquer valor espiritual.
Entre alguns grupos de cristãos, quem não faz uso do beijo não tem amor. Entretanto, Judas saudou Jesus com o ósculo e o trazia no coração a traição. Em Hebreus 13.1 lemos “permaneça o amor fraternal”. Pode haver amor fraternal sem o beijo, e pode haver beijo sem amor.
Para os que congregam na CCB, o ósculo é lei, é ordem, é dogma que deve ser usado em todos os cultos, em todas as reuniões: é lei, por isso têm de se beijarem uns aos outros. Como se vê, o ósculo não tem a força de lei que alguns lhe querem dar. Não há nas referências das Epístolas qualquer mandamento, ou dogmatismo, era simplesmente uma referência afetuosa. Quando Paulo fez menção do ósculo santo, é claro que foi para traduzir seu afeto por todos a quem se dirigia, e não para encontro forçado de rostos, coisa que tratam de ósculo santo! O ósculo pode traduzir boas ou más intenções; pode ser reverente ou profano, fictício ou real, porém mais clara que tudo é esta recomendação do apóstolo, não acerca do ósculo, mas em relação ao amor: “Permaneça o amor fraternal” (Hebreus 13.1).http://www.cacp.org.br/a-ccb-e-a-pratica-do-osculo-santo/

_________________
http://igrejacristaavivada.org/

avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11144
Pontos : 24576
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum