NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» EZEQUIEL MORENO ABRA SEU OLHO E FIQUE ESPERTO
Ontem à(s) 10:32 am por Jahyr

» EDVALDO OLIVEIRA DEFENDENDO AS PERVERSÕES DOUTRINÁRIAS
22nd Setembro 2017, 6:59 pm por Jahyr

» Ajuda Motivo Doença
21st Setembro 2017, 10:02 pm por Tiago de Paula

» CCB FRUTO DO ESPÍRITO OBRAS DA CARNE VOCÊ ESCOLHE
21st Setembro 2017, 10:04 am por Jahyr

» CCB - Somos servos inúteis ou somos servos muito úteis ao Senhor Parte 2
21st Setembro 2017, 9:22 am por Jahyr

» CCB - Coroa da vida eterna - Parte 1
21st Setembro 2017, 8:46 am por Jahyr

» CCB - Coroa da vida eterna Parte 3
21st Setembro 2017, 8:37 am por Jahyr

» CCB - Coroa da vida eterna Parte 4
21st Setembro 2017, 8:22 am por Jahyr

» CCB - Renato Bonfim pergunta quem são os que sairam de nós?
21st Setembro 2017, 6:43 am por Jahyr

Setembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Calendário Calendário

Quem está conectado
51 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 51 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4281 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Tiago de Paula

Os nossos membros postaram um total de 29983 mensagens em 12916 assuntos

U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 21st Maio 2010, 4:16 pm

Sobre o uso do véu nas igrejas. 


Nos dias de hoje temos muitas igrejas que usam o véu , das Igrejas evangélicas Congregação cristã no Brasil , é a mais fervorosa de todas pois é  conhecida como a igreja do Véu, o uso do mesmo é um mandamento  na sua liturgia é usado desde o inicio até o fim , peça fundamental para as irmãs e todos com uma única tonalidade de cor, o branco.


"A igreja católica Romana usava a prática do véu mas parece que perdeu a sua força neste sentido"


copiado >>> Uso do véu na santa Missa


O pudor e o uso do véu na Santa Missa, uma reflexão


Durante a Santa Missa, participamos do espetáculo de amor que o Deus Pai nos reserva através do sacrifício incruento do seu filho amado, Nosso Senhor Jesus Cristo. Compreender esse mistério é impossível, mas ter reverência a ele não o é.


Reverência implica respeito que vem do interior do nosso coração e se exterioriza através de atitudes.

Agora temos uma grande quantidades de igrejas evangélicas que não usam o véu pois tem uma interpretação diferente em relação as outras sobre o que disse o apóstolo Paulo sobre o  uso do véu. Entendem essas igrejas que o cabelo foi lhe dado em lugar de véu. As mais conhecidas AD,IMPD IURD enfim dezenas delas, queria  fazer uma pergunta o que o seu estudo bíblico diz sobre esta passagem da bíblia


Sede meus imitadores, como também eu de Cristo.
E louvo-vos, irmãos, porque em tudo vos lembrais de mim, e retendes os preceitos como vo-los entreguei.
Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo.


1 Coríntios 11:1-3


Última edição por Lourival soldado cristão em 30th Novembro 2013, 12:54 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Paulino em 25th Agosto 2010, 2:12 pm

O véu não é mandamento de Salvação, é uma Doutrina da qual as Mulheres devem cumprir na Igreja, sendo que o cabelo foi lhes dado em lugar do Véu, confirmando que na cabeça da Mulher devem usá-lo, o que esta no Lugar não é o Véu, mais no lugar que coloca o Véu, por causa dos Anjos. Paulino

_________________
Paulino


Paulino

Mensagens : 2116
Pontos : 5854
Data de inscrição : 25/08/2010
Idade : 63
Localização : Mauá da Serra Estado do Paraná

http://www.ccapocalipse.webnode.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Antonio Leitão em 27th Agosto 2010, 5:34 pm

Mas, Paulino, se a mulher já tem um baita cabelão, pra que esse tecido rendado ridiculo?
Não era só para as mulheres casadas de Corinto? E por quê então as solteiras tem usar??
Me poupa, Paulino
Saudações
Leitão
NÃO DEIXAREI JAMAIS DE SER ATEU...

Antonio Leitão

Mensagens : 13
Pontos : 12
Data de inscrição : 25/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Iriel Fontes em 28th Agosto 2010, 6:27 pm

Antonio Leitão escreveu:Mas, Paulino, se a mulher já tem um baita cabelão, pra que esse tecido rendado ridiculo?
Não era só para as mulheres casadas de Corinto? E por quê então as solteiras tem usar??
Me poupa, Paulino
Saudações
Leitão
NÃO DEIXAREI JAMAIS DE SER ATEU...


Boa Noite a todos!!!
Caro Leitão,

Curioso a observação que faz acerca do uso do véu, embora na igreja que eu congregue atualmente não tenha essa doutrina, no entanto, me pergunto: As mulçumanas se cobrem com véu e há paises que utilizem inclusive a "burca" (vestimenta que cobre totalmente o corpo da mulher, somente os olhos ficam expostos...) no entanto ninguem as taxam de rídiculas, não é mesmo? Porque será hein?

Iriel fontes

Iriel Fontes

Mensagens : 1
Pontos : 1
Data de inscrição : 28/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por dani em 6th Setembro 2010, 2:41 pm

leitão, o véu é uma doutrina da igreja e não um mandamento. não interessa o tamanho do cabelo, quem pertence a cada igreja respeita e segue a doutrina.
larga de ser à toa, pois o lugar dos à toas é no lago de fogo! Very Happy

dani
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 6th Setembro 2010, 2:49 pm

dani escreveu:leitão, o véu é uma doutrina da igreja e não um mandamento. não interessa o tamanho do cabelo, quem pertence a cada igreja respeita e segue a doutrina.
larga de ser à toa, pois o lugar dos à toas é no lago de fogo! Very Happy

A traz de um grande Ateu deve ainda ter a misericórdia de Deus vocês não acham??? por ser ateu me surpreendo com a disposição do Leitão liberar as irmãs de não usar o Veu, o jeito é colocar o Pastor ateu Leitão a frente do rebanho!!
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

O USO DO VÉU EM CORÍNTIOS......A palavra “mantilha” é a tradução do termo grego PERIBOLAION, que significa “cobertura”. A natureza, ou seja, o costume social aceito correntemente, era de que a mulher deveria utilizar o cabelo comprido para se distinguir d

Mensagem por Lourival soldado cristão em 3rd Outubro 2011, 6:39 pm

O USO DO VÉU EM CORÍNTIOS



Deve a mulher cristã usar véu na igreja hoje?



Como é certo que não podemos confundir princípios com costumes, precisamos analisar até que ponto as orientações de Paulo à igreja de Corinto, no que se refere ao uso do véu pelas mulheres, também são aplicáveis à igreja cristã da atualidade, inclusive a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Vamos, primeiramente, analisar um pouco sobre a situação da igreja de Corinto na época do apóstolo.



Com base em informações levadas a Paulo pelos da família de Cloé (1:11), o apóstolo ficou sabendo do espírito divisionista com que vários setores da igreja se identificavam com líderes específicos (1:10-17). Outros pontos abordados por Paulo em sua epístola podem também ter sido relatados a ele pela casa de Cloé, ou por outra fonte (talvez Estéfanas, Fortunato e Acaico – 16:17). Foram eles:

• Alguns que recaíam aos antigos hábitos da vida (cap. 5)

• Haviam dúvidas sobre o matrimônio (cap. 7)

• Problemas quanto ao consumo de comidas sacrificadas a ídolos pagãos (cap. Cool

• Haviam aqueles que estavam participando de forma errada da Ceia do Senhor (11:17-34)

• Os dons espirituais estavam trazendo confusão ao culto público, especialmente o dom de línguas (cap. 14)

• Outros não criam na ressurreição e em temas relacionados a ela (cap. 15)

• E também haviam problemas referentes à participação pública das mulheres no culto (11:2-16)



Vê-se que na igreja de Corinto Paulo enfrentou problemas que não surgiram nas demais igrejas. Ele não preocupa-se em escrever sobre a maioria destes temas às outras igrejas, somente a Corinto. Isso mostra que esta igreja passava por uma crise doutrinária e de costumes, que refletia muito bem a situação cultural e religiosa da época e do local.



Vamos analisar, particularmente, a exortação de Paulo às mulheres cristãs de Corinto, com relação ao uso do véu. Por que ele tratou desse tema naquela igreja? O mesmo conselho do apóstolo (para que as mulheres usem véu sobre a cabeça durante o culto público) tem validade universal para todas as igrejas cristãs?

Para responder a estas perguntas, vamos estudar primeiro um pouco sobre dois pontos importantes: 1) a maneira como as mulheres se trajavam na época; 2) o significado do véu naquela circunstância.



Um antigo costume

Na Antigüidade, a mulher carregava no corpo um sinal da autoridade do marido. Esse sinal era o véu. Esse mesmo costume prevalece até hoje entre alguns povos do Oriente. Nestes lugares, a mulher honesta não deve aparecer em público sem o véu, ou algo correspondente. No Irã, por exemplo, se usa o xador; no Afeganistão, os Talibans criaram a burca (um vestido comprido que cobre até os olhos); na Arábia Saudita, uma mulher pode até apanhar de chicote, caso esqueça o véu em casa.



O significado do véu

Era um sinal da honra e da dignidade das mulheres (Gên. 24:65; Cant. 4:1). Também considerava-se o véu um sinal de subordinação da mulher ao marido, por isso que não o usavam as mulheres de luto, as prostitutas e as esposas infiéis.

No tempo dos apóstolos, esse costume ainda era largamente praticado, mas parece que em Corinto um movimento de libertação feminina estava se iniciando e tirando a paz da igreja. Por isso, as mulheres estavam tirando o véu no culto público, por sentirem que o evangelho as libertava do “jugo” do marido. Isso estava causando intrigas nos lares e na igreja, e estava também repercutindo mal na comunidade, pois as pessoas que presenciavam os cultos cristãos escandalizavam-se por ver mulheres sem véu (ou seja, indecentes e desonradas) tomando parte no culto. Seria realmente aquela uma religião própria para mulheres honestas e fiéis, ou tratava-se de uma seita formada por prostitutas? Era a crítica feita à igreja.



Então, como vimos anteriormente, o problema chegou ao conhecimento do apóstolo Paulo, que escreveu a carta para orientar à igreja sobre este tema, entre outros.



A orientação de paulo

Primeiramente, Paulo preocupa-se em reafirmar o princípio bíblico da igualdade entre os sexos (7:3-4). Mas, ele também confirma que o homem deve ser o “cabeça” da mulher, apesar da igualdade entre ambos (11:3). Em seguida, o apóstolo orienta que as mulheres cristãs seguissem o costume do uso do véu, próprio naquela cidade e ocasião (v.6). Vê-se que o véu não era para todas as igrejas, mas para aquelas fundadas em lugares, especialmente no Oriente (como era o caso de Corinto), onde seu uso significasse submissão feminina ao marido, como manda a Escritura (Gên. 3:16).

Nos vv. 4-16 Paulo trata do tema de cobrir a cabeça, especialmente em relação com os serviços religiosos. Esta realmente é uma das passagens de Paulo à qual bem podem ser aplicadas as palavras de Pedro, de que Paulo escreveu "algumas" coisas "difíceis de entender" (2Pe 3:16), por isso precisamos estudá-la livre de preconceitos ou idéias preconcebidas. Devemos deixar que o contexto da passagem fale o que ela realmente significa.

Paulo proclamava uma nova e gloriosa liberdade no Evangelho. Essa proclamação tinha em si a semente do princípio cristão da dignidade do sexo feminino e sua liberação da condição degradada em que eram tidas as mulheres nos países pagãos. O apóstolo declarou: "Não há judeu nem grego; não há escravo nem livre; não há varão nem mulher; porque todos vós são um em Cristo Jesus" (Gál. 3:28). Essa deveria ser a prática na vida social da Igreja que estava dando seus primeiros passos.

Porém, uma revolução social tão marcante não aconteceria sem problemas. Seria fácil ver como algumas mulheres convertidas ao cristianismo poderiam distorcer e usar mal sua liberdade no Evangelho para causar descrédito à igreja. Uma das difamatórias e infundadas acusações que se apresentaram contra o cristianismo, à medida que este se difundia e que despertaram o ódio de muitos, foi que os cristãos eram imorais. Não há dúvida de que esta acusação já podia haver-se espalhado nos dias de Paulo. Por isso era muito necessário que os cristãos se abstivessem "de toda espécie de mal" (1Tes. 5:22), e que recordassem o conselho adicional de seu professor: que embora certo proceder seja lícito, pode não ser conveniente (1Co 6:12). Mesmo que o evangelho libertasse as mulheres de sua condição humilhante (mas, não descartava a autoridade que o marido deveria manter sobre a família), elas não deveriam utilizar esta “liberdade” para agir no culto público de forma a trazer escândalo, como acontecia com o abandono do uso do véu.



Esta análise do contexto da 1ª epístola aos Coríntios não deve ser desconsiderada, se queremos realmente obter a mensagem que o apóstolo tinha em mente ao falar àquela igreja.

O uso do véu por si só não produz honra, pois prostitutas também chegaram a usá-lo no passado (Gên. 38:14-15). O que as mulheres cristãs mais deveriam se preocupar era com a decência do vestuário, pois ele seria uma demonstração do caráter da mulher que se apresentava para participar do culto (1Tim. 2:9).

Da mesma forma, os cabelos compridos, somente, também não trazem honra, pois a mulher que enxugou os pés do Senhor Jesus, o fez com os próprios cabelos, que eram muito grandes, entretanto sabemos que sua honra não era das melhores (Jo 11:2; Lc 7:37-39). Quanto aos homens, nos dias de Paulo o costume entre os judeus, gregos e romanos era levar o cabelo curto. Entre os israelitas se considerava como vergonhoso que um homem tivesse o cabelo comprido, a menos que tivesse feito o voto de “nazireado” (Núm. 6:1-5).



COSTUM ES (locais) X PRINCÍPIOS (universais)

O tema do uso do véu, na verdade, deve levar-nos a analisar o princípio envolvido por trás da exortação do apóstolo, pois bem sabemos que os costumes culturais variam com o passar do tempo; os princípios envolvidos, não. Por exemplo:

1. Deus mandou que Moisés retirasse as sandálias dos pés, pois o local em que estava era terra santa (Êx 3:5). Algumas religiões orientais seguem o mesmo costume ainda hoje, tirando os calçados quando vão entrar no templo para adoração. A ordem de Deus indica que temos que tirar o calçado quando nos aproximamos dEle em adoração? Devemos obedecer a mesma “ordem” ainda hoje? É claro que não, pois a mesma não aparece em nenhum outro momento, sendo que nem Jesus nem os apóstolos determinaram que essa deveria ser uma prática para a igreja mundial. Precisamos entender o princípio envolvido: reverência, respeito, humildade e submissão. Os costumes podem variar de cultura para cultura, mas o princípio da reverência é universal.

2. Para a problemática igreja de Corinto, Paulo também adverte que as mulheres deveriam ficar “caladas” na igreja (1Co 14:34). Seria este um conselho a ser seguido para todas as igrejas? Não. Se assim o fosse, ele o teria enviado às demais, mas enviou apenas para a de Corinto, o que mostra o caráter local dessa determinação. O princípio é o mesmo do uso do véu e da manifestação ordenada do dom de línguas – manter um culto reverente e livre de aparência do mal, evitando que se traga opróbrio à Igreja de Deus.

3. Os homens também deveriam cobrir a cabeça quando fossem ler as Escrituras (2Cor 3:14-16). Devemos seguir o mesmo costume hoje? O próprio Paulo diz que não, pois os judeus que faziam isso em sua época o faziam por não conhecerem a liberdade trazida pelo evangelho, como o próprio apóstolo declara (v. 16). O princípio envolvido aqui, mais uma vez, é a reverência para com o Senhor.



R ES UMO

Após analisarmos o contexto das afirmações de Paulo sobre o uso do véu na igreja de Corinto podemos entender, livres de concepções pré-estabelecidas, que o uso do véu era um costume adequado àquela época, mas que não precisa ser observado na maioria das igrejas cristãs atuais, com exceção daquelas que estejam situadas em comunidades nas quais o véu seja um símbolo de recato, pudor e submissão da mulher ao seu marido, o que não é o caso do Brasil.

Temos, então, a seguinte compreensão para a passagem que trata do uso do véu em Corinto:



1Co 11:5 – “Toda mulher, porém, que ora ou profetiza com a cabeça sem véu desonra a sua própria cabeça, porque é como se a tivesse rapada.”

A mulher que se apresentasse sem o véu, estava desonrando a si mesma, pois seria considerada de má fama, como acontecia com aquelas que raspavam a cabeça .



11:6 – “Portanto, se a mulher não usa véu, nesse caso, que rape o cabelo. Mas, se lhe é vergonhoso o tosquiar-se ou rapar-se, cumpre-lhe usar véu.”

Se a mulher achava que tinha a mesma liberdade do homem para não usar o véu, então que também cortasse o cabelo como os homens cortavam. Mas isso seria ainda mais desonroso para ela. Então, o mais sensato seria usar o véu no culto público .



11:7 – “Porque, na verdade, o homem não deve cobrir a cabeça, por ser ele imagem e glória de Deus, mas a mulher é glória do homem.”

O véu simbolizava a submissão que a mulher deveria ter em relação ao marido. Como o homem era feito à própria imagem de Deus (vv. 8-9), ele não deveria usar o véu, mas a mulher sim, pois ela estava em uma posição de respeito e submissão ao seu marido.



11:10 – “Portanto, deve a mulher, por causa dos anjos, trazer véu na cabeça, como sinal de autoridade.”

Os anjos estavam (e estão) presentes nas reuniões de adoração ao Senhor. As mulheres de Corinto que compareciam a estas reuniões sem usarem o véu estavam desonrando a presença dos anjos, pois estavam, aos olhos do mundo, rebelando-se contra a autoridade devida aos seus respectivos maridos.

Nos vv. 11-12 Paulo mostra que, apesar dessa sujeição da mulher ao homem, eles devem entender que ambos estão ligados entre si, pois no evangelho não há mais a condição feminina humilhante que havia anteriormente.



11:13 – “Julgai entre vós mesmos: é próprio que a mulher ore a Deus sem trazer o véu?”

Após explanar a necessidade do véu, Paulo faz uma pergunta retórica para que seus leitores vissem por si mesmos a necessidade de colocarem o assunto em sua correta direção. Depois do que Paulo explicou, a única resposta para tal pergunta seria “não”, ou seja, a mulher comprometida que viesse participar do culto público em Corinto deveria usar o seu véu .



11:14 – “Ou não vos ensina a própria natureza ser desonroso para o homem usar cabelo comprido?”

Paulo lembra seus leitores de que a ordem natural das coisas (PHUSIS, em grego) demonstra que o uso do cabelo comprido do homem, naquela época e lugar, era considerado desonroso. Houve outros momentos da história em que homens poderiam usar cabelo comprido e não eram considerados sem honra, pelo contrário, eram tidos como mais abençoados e santificados que os demais, por exemplo: Sansão, João Batista e o próprio Jesus Cristo .



11:15 – “E que, tratando-se da mulher, é para ela uma glória? Pois o cabelo lhe foi dado em lugar de mantilha.”

A palavra “mantilha” é a tradução do termo grego PERIBOLAION, que significa “cobertura”. A natureza, ou seja, o costume social aceito correntemente, era de que a mulher deveria utilizar o cabelo comprido para se distinguir dos homens. O cabelo longo seria um sinal de sua feminilidade.



11:16 – “Contudo, se alguém quer ser contencioso, saiba que nós não temos tal costume, nem as igrejas de Deus.”

Paulo não deseja que o sentimento de contenda faça parte da Igreja de Deus. Ninguém deveria utilizar os temas polêmicos para distrair a igreja do seu real objetivo – pregar o evangelho. Alguns utilizavam as reuniões para semear discórdias e levar os irmãos a afastarem-se do propósito principal (vv. 17-19).



Vê-se claramente que o uso do véu era sim uma obrigação para as mulheres de Corinto , defendida exaustivamente pelo apóstolo Paulo.

Porém, como explicado neste estudo, tal obrigação não se aplica a todas as demais igrejas cristãs, especialmente aqui no Brasil, onde o véu não é considerado um símbolo de respeito e submissão da esposa para com o seu marido.

Pr. Gilson Medeiros

Distrito de Guarabira/PB

Junho de 2005

Fonte http://www.advir.com.br/sermoes/sermoes_c_usodoveu.asp
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

CARTA ENVIADA A UM DEFENSOR DA DOUTRINA DO VÉU - O IRMÃO DANIEL ALVES PENA, DA OBRA DA RESTAURAÇÃO.

Mensagem por Jahyr em 27th Outubro 2011, 6:38 am

No meu e-mail eu pergunto:

Gostaria de saber como produzir vídeos com duração superior a 17 minutos (o seu sobre o véu teve 27 minutos de duração).

Daniel responde:

Quanto a duração maior que a comum é porque tenho 104 vídeos enviados e por isso posso por vídeos com tamanhos maiores.


Meus comentários:

Sua informação sobre a duração do vídeo foi muito preciosa. Estou agora com exatos 250 vídeos enviados.
(No meu e-mael eu perguntei-lhe como ele conseguia fazer vídeos com 30 minutos de duração)

Houve da parte deles (youtube) alguma autorização?

Ou você descobriu essa possibilidade por tentativas?

RECURSOS DE EDIÇÃO DE VÍDEO.

Melhorei bastante meus vídeos quando adquiri uma revista da "Editora Europa", de número 141. Nela ha um cd-rom com um curso de 90 vídeoaulas.

Foi muito importante para mim.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

No meu e-mail eu escrevi:

Na Avenida onde moro, quase em frente a minha casa tem um pastor que foi pastor da Obra de REstauração.
Seu nome é Esequias Alves dos Santos. Ele era antigo na Obra. Do tempo do fundador, pessoa que ele conheceu muito bem.

Daniel replicou:

"Quanto ao fundador da Obra: A obra em Restauração não fui fundada por homens, não é religião e nem denominação."

Meus comentários:

Este é um argumento muito usado pela grande maioria das denominações. Querem com isso convencer as pessoas do "carisma" da denominação a que pertencem.

E o que você vai ler abaixo, por favor, não leia preconceituosamente.

Também não tem a intenção de feri-lo (o que acredito, acontecerá...) mas apenas tratar esse assunto com verdade.

Sem "mistificações".

É a minha análise.

Afinal, fui membro de uma denominação evangélica por mais de 40 anos e que é uma das mais "ferrenhas" seitas sectarista e preconceituosa que eu conheço.

Lamentavelmente, o fundador da "Obra da Restauração" provou-se um falso profeta e seu fim é o atestado disso.

E o adultério e o suicídio deste homem também prova que nada há de especial na "Obra da Restauração", em termos desse "carisma" tão apregoado.

Nada contra a organização religiosa ou as "suas convicções pessoais", mas apenas uma análise dos fatos.

Interessante!

Fazendo comparações:

Na Congregação não tivemos um patrono suicida e tampouco adultero. Louis Francescon morreu de velho e fiel à sua esposa Ir. Rosina até o final da sua vida.

Uma das suas cartas, belíssima, a última, uma lição de vida e é até uma poesia:

"Pode ser que esta a minha última carta para estas reuniões anuais; eu me sinto lívre perante todos vós, porque vos tenho servido fielmente naquele pouco conhecimento que o Senhor me tem confiado. Nunca busquei o que é meu, porem só esforcei-me em achar-me aprovado do Senhor, como seu servo, e nada mais. Tenho considerado a sua rica graça que Ele quiz doar-me com os Seus eleitos; apreciando-a acima de todas as cousas deste mundo; boas oportunidades me foram apresentadas nas cousas desta vida, para usufruí-las, porém não estando elas de acordo à Palavra de Deus, pelo Seu temor as recusei e nunca me faltou o pão de cada dia.

Com alegria e de um só par e sentimento com minha fiel esposa aceitamos a condição do nosso Senhor, sem desanimarmos pelo que se apresentava contra nós neste caminho. Hoje a minha única propriedade consiste em uma cova à direita de minha falecida esposa, com uma viva esperança que ao soar da trombeta de nosso amado Redentor, ao qual servimos juntos “com sacrifícios” nesta terra de vaidade, ouviremos a Sua bendita voz de conforto, tirando-nos fora do túmulo, para então irmos encontrar com Êle na nuvem da sua glória junto a todos os seus fieis para assim contemplar perenemente a sua formosura. Aleluia!"
(Trecho de carta de Louis Francescon)

E a Congregação Cristã teve um início sólido e bem alicerçado nas Escrituras, contudo, desviou-se das suas próprias doutrinas originais que, entendo, são as fundamentais das Escrituras.

Situação diferente da "Obra da Restauração", que, muito embora "o desastre na vida do seu fundador", a "Obra da Restauração" me pareça mais ajustada ao ensino das Escrituras.

------------------------------------------------------------------------------------------------------

No meu e-mail pergunto:

"Outra pergunta: vocês tem "missões indígenas"?Tem missões no exterior, notoriamente nos países não alcançados?"

Daniel respondeu:

Temos trabalhos em aldeias indígenas sim, fora do Brasil também. Em ambos os lugares usa-se o véu.

Meus comentários:

A princípio, toda essa sua ênfase no uso do véu, pareceu-me você pertencer a Congregação Cristã, dai meu interesse em "rebater" o seu vídeo.

Mais adiante, ao descobrir este meu engano, elaborei estas perguntas.

E a razão delas é a seguinte:

A Congregação Cristã dá valor exagerado ao que não tem valor algum (no caso, o véu) e, aquilo que deveria ser mesmo muito bem respeitado e praticado... bem, isto eles "atiram no lixo".

Por exemplo: é muito claro a todas as denominações evangélicas a tarefa da evangelização e o trabalho de missões.

O "Ide e pregai a toda criatura" é um comando fortíssimo e assimilado por todos os que desejam servir ao Senhor fielmente.

A Congregação dos nossos dias tem, como máxima de evangelização que "falar do evangelho às criaturas é atirar pérolas a porcos".

Imaginei vocês da mesma maneira: "lixo" com o que é da nossa obrigação realizar e valorizar o véu.

Entendo esse assunto do véu como irrelevante!

Nada tenho contra os que tem o véu como prática cristã. E se uma mulher sinta que deva usar o véu nas suas orações, que o faça.

Diferente disso e ela estaria pecando contra a sua própria consciência.

Trato do mesmo com respeito à Congregação Cristã apenas porque os mesmos usam "o véu, o salário do pastor e o ósculo santo" como arma de guerra para desqualificar as demais denominações.

Usar ou não usar o véu não torna uma pessoa ou organização religiosa melhor do que as outras.

Além do que, fosse realmente da vontade de Deus que todas as denominações evangélicas tivessem o véu como doutrina,

isto estaria expresso em todas as cartas apostólicas.

Veja que em toda as Escrituras, tanto no Velho quanto no Novo Testamento, só encontramos instruções sobre o "véu" em 1ª Corinthios 11:15.

Considerando que o contexto trata da autoridade do homem sobre a mulher e não sobre o véu. O véu é apresentado como um símbolo apenas.

Na nossa sociedade, a título de exemplo, um dos símbolos desta autoridade é a aliança.

Tres outros versos ensinam sobre a cobertura que, se Paulo não tivesse mencionado a palavra "véu", poderia ser um chapéu ou boné.

Só, mais nada!

Mais um detalhe que faz toda a diferença!

O verso em sí é contraditório e confuso, portanto, insuficiente para construir uma doutrina:

veja: "o cabelo foi-lhe dado em lugar do véu" (1ª Corinthios 11:15) e

sabemos que "Deus não é de confusão" (1ª Co 14:33)

ENTÃO, DESTARTE:

NÃO DEVEMOS

1º) Fazer doutrinas com versos solitários - é confusão! (não há nada em toda a Bíblia ensinando a prática do véu)

2º) Fazer doutrinas com versos contraditórios - é confusão! (Vemos a contradição em 1ª Corinthios 11:15)

3º) Fazer doutrinas com versos sacados do seu contexto - é confusão! (O contexto trata da autoridade do homem sobre a mulher - não sobre o uso do véu)

4º) Fazer doutrinas com usos e costumes - é confusão! (O véu é dos usos e costumes dos povos orientais - nos temos hoje outros costumes)

5º) Fazer doutrinas que possam impedir o progresso do evangelho - é confusão! (é possível haver no mundo sociedades outras que, para os tais, a cabeça coberta com o véu tenha outros significados e simbolismos, muitas vezes degradantes e imorais)

Aproveitando:

A Congregação tem feito doutrina não só do uso do véu, bem como proíbem uma pessoa participar dos cultos com a cabeça coberta.

Aconteceu de expulsarem do culto um judeu por estar com a cabeça coberta com o "kipá".

Hoje a Congregação está em Jerusalém e está "engolindo goela abaixo" a sua falsa doutrina.

Um forte abraço, e fique com Deus,

Irmão Jahyr.

avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ATENÇÃO! ESTE VÍDEO FOI REMOVIDO... NÃO SEI QUAIS SÃO AS INTENÇÕES PARA TAL ATO... MAS COM CERTEZA COM O OBJETIVO DE DESQUALIFICAR AS MINHAS AFIRMAÇÕES.... VEJA ABAIXO... AS MINHAS OBSERVAÇÕES...

Mensagem por Jahyr em 3rd Novembro 2011, 6:12 am





ooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

MINHAS OBSERVAÇÕES:

Se você clicar no endereço do vídeo vai encontrar essa mensagem:

500 Internal Server Error

Infelizmente ocorreu um erro.

Uma equipe de macacos especialistas altamente treinados foi designada para cuidar do problema.


VEJA QUE ISSO NÃO É UMA INTERVENÇÃO DO YOUTUBE POIS A EXPRESSÃO USADA FOI "MACACOS ESPECIALISTAS"


Última edição por Jahyr em 2nd Janeiro 2012, 8:49 am, editado 1 vez(es)
avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A COMPLEXIDADE DO SER HUMANO. ESTE NOSSO QUERIDO IRMÃO DANIEL MANIFESTOU O DESEJO DE DEBATER COMIGO SOBRE O USO DO VÉU. BEM, TROUXE AS NOSSAS CONVERSAÇÕES PARA ESTE FORUM PARA QUE TODOS PUDESSEM APRENDER COM ELE E COMIGO. EU ABRÍ ESTE TÓPICO EM ...

Mensagem por Jahyr em 7th Novembro 2011, 1:14 pm

em Qui 27 Out 2011 - 6:38

E, IMEDIATAMENTE, O AVISEI, SOLICITANDO A SUA PRESENÇA AQUI PARA TRATARMOS DESTE TÃO IMPORTANTE ASSUNTO.

DANIEL FEZ TAMBÉM UM VÍDEO QUE COLOQUEI AQUI PARA CONHECIMENTO DE TODOS.

NOTIFIQUEI TAMBÉM AO DANIEL...

BEM, DAI ENFRENTEI OS 3 MOSQUETEIROS (que mais parecem os 3 mosquiteiros) PASSARAM A ME ATACAR DIZENDO QUE EU ME RECUSAVA A DEBATER COM O DANIEL...



DANIEL POSTOU TODOS ESTES 11 COMENTÁRIOS NO YOUTUBE ANEXADO AO VÍDEO "A doutrina do véu"



E HÁ OUTROS COMENTÁRIOS EM OUTROS VÍDEOS... TODOS ME DESAFIANDO...

OS COMENTÁRIOS ANEXOS A ESTE VÍDEO, ESTÃO RELACIONADOS ABAIXO:


1º Comentário do Daniel Alves Pena
1 Coríntios 1
Paulo (chamado apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus), e o irmão Sóstenes,
Å igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso:
Graça e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.
danielalvespena 4 meses atrás

2º Comentário do Daniel Alves Pena
Isso foi sinalizado como spam mostrar
danielalvespena 2 semanas atrás

3º Comentário do Daniel Alves Pena
Responder a este vídeo... Não já como servo, antes, mais do que servo, como irmão amado, particularmente de mim, e quanto mais de ti, assim na carne como no Senhor?
Assim, pois, se me tens por companheiro, recebe-o como a mim mesmo.
Filemom 1:16-17
danielalvespena 2 semanas atrás

4º Comentário do Daniel Alves Pena
A resposta a este video está em um vídeo de nome :
A doutrina do véu - Resposta as indagações do senhor Jair Amaral
Ponha na busca e verás. Paz
danielalvespena 2 semanas atrás

5º Comentário do Daniel Alves Pena
Qual a sua qualificação para falar sobre o uso do véu em 1 Corintios 11?
danielalvespena 4 meses atrás

6º Comentário do Daniel Alves Pena
Quanto "a carta de 1ª Coríntios é direcionada aos aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso"
NÃO É MEU ARGUMENTO, ESTÁ ESCRITO EM 1 CORÍNTIOS 1.
O senhor leu na bíblia para verificar, de uma olhada.
Não é argumento é veracidade.
danielalvespena 4 meses atrás

7º Comentário do Daniel Alves Pena
Meu amado a resposta é simples, Paulo teve que advertir por alguns da cidade não quererem se submeter ao uso.
Mas deixa claro que a carta era direcionado aos aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso
Meu amado toda a bíblia é inspirada e acho eu que não podemos querer escolher o que seguir ou não.
Paulo diz imitar Cristo e o amado imita a quem?
danielalvespena 4 meses atrás

8º Comentário do Daniel Alves Pena
Acha que Paulo ensinava doutrina? Logo ele que era contra os costumes farisaicos.
A propósito não sou eu que quero que seja a sim é Paulo.
Pelo visto o Senhor sabe mais que ele.
danielalvespena 4 meses atrás

9º Comentário do Daniel Alves Pena
Segundo 1 Coríntios que é o inicio da carta, a carta é direcionada aos aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso.
Qual é a qualificação que o Senhor tem para falar sobre o assunto.
danielalvespena 4 meses atrás

10º Comentário do Daniel Alves Pena
Sobre Onésimo acho que o amado se equivocou:
Não já como servo, antes, mais do que servo, como irmão amado, particularmente de mim, e quanto mais de ti, assim na carne como no Senhor?
Filemom 1:16
danielalvespena 2 semanas atrás

11º Comentário do Daniel Alves Pena
Agradeço pela sua pena e percebi que és um excelente exegeta.
Parabéns, continue assim, resistindo a palavra.
afinal apenas 1 Coríntios 11 não foi inspirado.
Abraço e sorte.
Quando se converter me avise por favor.
danielalvespena 2 semanas atrás

DESTACO AQUI ESTAS AFIRMAÇÕES:

Parabéns, continue assim, resistindo a palavra.
Qual é a qualificação que o Senhor tem para falar sobre o assunto.
Quando se converter me avise por favor.
Pelo visto o Senhor sabe mais que ele.

HÁ OUTROS COMENTÁRIOS POSTADOS EM OUTROS VÍDEOS E QUE DEIXO DE APRESENTAR AQUI PARA NÃO TORNAR EXAUSTIVO ESTE MEU TÓPICO.



FINALMENTE, VEJA OS ÚLTIMOS E-MAIL'S QUE FORAM TROCADOS POR NÓS.


De: Daniel Alves
Para: Jair Amaral
Enviadas: Segunda-feira, 7 de Novembro de 2011 0:32
Assunto: Fake ("falso" em inglês)

Jahyr escreveu: Em seu ultimo e-mail enviado a mim o amado disse:
Não entre no site com seu nome verdadeiro e nem coloque a sua cara.
Entre como um fake e defenda o que você acha importante.

O amado me desculpe,mas tenho 45 anos, e como já disse ao irmão trabalho com dependentes químicos e não tenho tempo e nem me sentiria a vontade para criar algo falso para defender o que é verdadeiro.
Muito me admirou seu conselho, mas prefiro não comentar sobre o assunto de criar um fake.
Fake ("falso" em inglês) é um termo usado para denominar contas ou perfis usados na Internet para ocultar a identidade real de um usuário.
O amado me perdoe, mas gostaria de não receber mais seus e-mails diante dessa sua orientação (fake).
Não vou comentar o assunto externamente por ser algo entre eu e o amado.
Espero que o amado entenda, não vou comentar em seu canal do You Tube, desde que não se faça necessário.
Certo de sua compreensão, desde já agradeço ter lhe conhecido.
Que o Eterno nos abençoe.

AO QUE RESPONDI:

Re: Fake ("falso" em inglês)
DE: Jahyr Ferreira do Amaral
PARA: Daniel Alves

Caramba!

Mas como você é cabeça dura!

AS RAZÕES PARA EU SUGERIR O EXPEDIENTE DO "FAKE" ESTÃO EXPLICADAS NO SEU CANAL DO YOUTUBE E QUE REPRODUZO AQUI:

Você escreveu:

Jahyr escreveu: Não entre no site com seu nome verdadeiro e nem coloque a sua cara. Entre como um fake e defenda o que você acha importante.

O CONSELHO É PORQUE NÃO QUERO VÊ-O OFENDIDO E MALTRATADO

O conselho é porque, em dado momento você será ofendido e maltratado pois eles acreditam que:


Sobre os pastores:

Os pastores são todos ladrões e vivem da lã das ovelhas.

Formadores de quadrilha pois pregam que as pessoas que administram a comunidade trabalham para colocar o dinheiro arrecadado no bolso dos pastores

Sobre a sua comunidade cristã:

Eles acreditam que a comunidade cristã da qual você é membro "são comunidades prostitutas" -- só a Congregação Cristã é a virgem escolhida do Senhor.

Sobre você:

Você é um homem malditol

O dízimo é maldito e, portanto, também aqueles que praticam o dízimo são malditos também.

Provas disso: Procure os vídeos do Kairoiss http://www.youtube.com/watch?v ­=glFB1g7SXaA e também http://www.youtube.com/watch?v ­=94577f5vi84
ORA IRMÃO DANIEL,

VEJA QUE VOCÊ, APENAS NUM VÍDEO, FEZ 11 COMENTÁRIOS ME DESAFIANDO ALÉM DOS E-MAIL'S QUE ENVIOU...

E OLHA, EM OUTROS VÍDEOS TAMBÉM HA COMENTÁRIOS SEUS...

NOS SEUS COMENTÁRIOS VOCÊ ESCREVEU:

"Paulo diz imitar Cristo e o amado imita a quem?

"Pelo visto o Senhor sabe mais que ele."

"Qual é a qualificação que o Senhor tem para falar sobre o assunto."

"Quando se converter me avise por favor."


E AGORA VOCÊ SE RECUSA... O QUE HOUVE? SE CONVERTEU? OU SE DESCONVERTEU???

Ora, meu querido estou fazendo um vídeo para você.

E colocando lá todos os seus 11 comentários e mais este e-mail.

Um forte abraço, Ir. Jahyr

avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Jahyr em 12th Novembro 2011, 7:17 pm

avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Jahyr em 15th Novembro 2011, 3:49 pm


AS EXPLICAÇÕES DO IRMÃO DANIEL ALVES PENA:


Porque não fui ao "Debate"- Resposta ao Irmão Jair Amaral

Por dois motivos

1 - As intenções do senhor Jair Amaral é de cunho pessoal, ele tem problemas com os membros da Congregação Cristã do Brasil, ele odeia qualquer coisa que faça referência a Congregação Cristã do Brasil, uso do véu, ósculo santo e etc.

2 - O Jair Amaral me orientou a criar um perfil falso (FAKE) e participar do debate.

Ele sabe das minhas razões, mas se faz de desentendido.

Meus comentários:

ALÉM DE 9 DESAFIOS PARA UM DEBATE, CONFORME FOI MOSTRADO EM COMENTÁRIO DE


NOSSO QUERIDO IR. DANIEL FEZ TAMBÉM 34 COMENTÁRIOS (TODOS IGUAIS, ISTO É, "COPIOU" AQUI E "COLOU" ALI)


VEJA OS 34 ENDEREÇOS:

http://www.youtube.com/watch?v=ZEPEcPwC9iU&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=QNt3WPQ5GmU&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=WfP1Pb3oqzs&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=FXbuZDT_3pU&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=EI9I41tq0T4&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=rpuH4M6nimM&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=0ak0OccCev4&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=imfsqatiMdw&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=8Q1fWD1gFxs&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=dvwepMki1v8&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=pmcHfpKHdJE&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=BFBd3VG3I6Y&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=KLvU8hDEHWg&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=KLvU8hDEHWg&feature=email&email=comment_received
http://www.youtube.com/watch?v=imfsqatiMdw&feature=email&email=comment_received
http://www.youtube.com/watch?v=obH51E1JmmY&feature=email&email=comment_received
http://www.youtube.com/watch?v=EI9I41tq0T4&feature=email&email=comment_received
http://www.youtube.com/watch?v=rpuH4M6nimM&feature=email&email=comment_received
http://www.youtube.com/watch?v=7ayBNq-D_Eg&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=4ifhVm_Dxdo&feature=email


Jahyr Ferreira do Amaral orienta Daniel Alves a criar FAKE e critica Josafá por usá-lo.

http://www.youtube.com/watch?v=veF5a_Y2DQU&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=fP5XdQbyBSc&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=Xsn1L7_5p_g&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=P_kDwZZyFIY&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=aEk1HZ1M4PQ&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=jTMzKEAzBas&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=HkYDpPMvKr0&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=HyMveZYwYTE&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=ydkLSJd-ecY&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=DytpHh7H5Jw&feature=email
http://www.youtube.com/watch?v=DytpHh7H5Jw&feature=email&email=comment_received
http://www.youtube.com/watch?v=KLvU8hDEHWg&feature=email&email=comment_received



REALMENTE, NÃO DÁ PARA ENTENDER!


















avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

DANIEL REVELA-SE AGORA UM LEGÍTIMO DISCÍPULO DE MAGNO GUANAES... SEM MAIS DETALHES EXAMINEM OS VÍDEOS ABAIXO:

Mensagem por Jahyr em 19th Novembro 2011, 9:26 pm



O PESSOAL A SERVIÇO DO INFERNO GOSTA DE PERVERTER O QUE AS PESSOAS DIZEM OU ESCREVEM.

SACAM PALAVRAS OU FRASES DO SEU CONTEXTO.

NÃO IMPORTA SE ESCRITAS OU FALADAS.

MAS É ESTE O MESMO MÉTODO USADO PELO DIABO NO JARDIM DO EDEM.

ABAIXO VAI MEU VÍDEO E COMENTÁRIOS:




Meus comentários:

"Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?"
(Gn 3:1)

Este jovem quer debater comigo o assunto do véu como doutrina.

Acrescentou mais dois outros assuntos: "Onésimo e a escravidão" e "O uso do fake".

Muito bem!

Não tenho tempo para querelas pessoais.

Meu tema e meu assunto na internet são as doutrinas da Congregação que devo tratar com a irmandade da Congregação.

Mas a origem desta querela com esse rapaz é o uso do véu como doutrina.

Ora, o tema me interessa e tenho feito desde o início o convite para que o mesmo vá a um fórum apropriado, no caso, "Nas pegadas do Mestre" e defenda as suas crenças.

"E PODE SER QUALQUER OUTRO FÓRUM", desde que constituído por membros da irmandade da Congregação.

No fórum, "Nas pegadas do Mestre" temos, hoje, 1.118 membros da Congregação Cristã e a grande maioria deles tem o uso do véu como doutrina.

Não necessariametne precisa ser aqui...

Pode ser no ccbsemcensuras ou no ccbsemsensuras ou em qualquer outro forum.

avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 31st Dezembro 2011, 4:46 pm

Jahyr escreveu:
É a minha análise.

Afinal, fui membro de uma denominação evangélica por mais de 40 anos e que é uma das mais "ferrenhas" seitas sectarista e preconceituosa que eu conheço.

Fora a crítica, é interessante esse "Fui membro" - algo relacionando ao passado, não ao presente.
Jahyr escreveu:
O verso em sí é contraditório e confuso, portanto, insuficiente para construir uma doutrina:

veja: "o cabelo foi-lhe dado em lugar do véu" (1ª Corinthios 11:15) e
Uma flagrante Heresia, diz que o 'verso é contraditório e confuso'(?)!
Portanto, uma referência sua de que há 'contradição'(?) nos escritos
inspirados de Paulo! É certo que o verso supra é CONTRADITÓRIO aos SEUS argumentos Heréticos, claro, isto é Patente!

Assim, como gosta de sacar um verso isoladamente do seu contexto, aponta apenas o verso 15! Procure a coerência desse verso com o verso do contexto anterior, o verso 6 que diz para a mulher "PÔR" o véu! Pôr o quê... CABELO???
Jahyr escreveu:
sabemos que "Deus não é de confusão" (1ª Co 14:33)

Verdade, Deus não é de confusão, confusão essa bem presente em seu raciocínio... ILÓGICO, HERÉTICO!
Pois não só saca um verso do seu contexto como também atribui CONTRADIÇÃO e CONFUSÃO nas Sagradas Letras inspiradas.

Até que ponto chega você ao condenar uma DOUTRINA genuinamente Bíblica, hein?

Não basta você dizer que Paulo pregou a ESCRAVIDÃO e que deveríamos imitá-lo? Essa sua heresia é 100% contrário ao Evangelho que eu conheço. Bem nos avisou Paulo acerca dos que pregam outro (gr. heteros) Evangelho. Idea

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 31st Dezembro 2011, 5:14 pm

Jahyr escreveu:
1º) Fazer doutrinas com versos solitários - é confusão! (não há nada em toda a Bíblia ensinando a prática do véu)

Há 16 versículos, cujo ensino é de que Cristo é a Cabeça da igreja, a única cabeça descoberta/revelada!

Sabendo disso, isto é, de 'versos solitários'(?), você mesmo sacou 1 (um) verso do seu contexto, atribuíndo ao mesmo 'CONTRADIÇÃO' (?) e 'CONFUSÃO'(?), veja abaixo:
Jahyr escreveu:
2º) Fazer doutrinas com versos contraditórios - é confusão! (Vemos a contradição em 1ª Corinthios 11:15)
Além de sacar um verso do seu contexto, você conclama em alto tom de voz que os devidos versos da Bíblia são 'CONTRADITÓRIOS'(?). Assim, sua crença NÃO É EVANGÉLICA!!! Mas pertence aos daqueles que combatem a Bíblia Sagrada apontando supostos ERROS e CONTRADIÇÕES na mesma! Tal conceito é HERÉTICO! Isso por sí só está DESQUALIFICANDO a Palavra de Deus como não sendo INSPIRADA... O que torna Herético seus argumentos VERBORRÁGICOS.

Ao dizer "VEMOS" (verbo ver no plural) está indicando com isso que essa sua afirmação HERÉTICA é compartilhada por outras pessoas como você, pelos seus companheiros nessa cruzada contra a Bíblia! Se fosse um ponto de vista pessoal você diria tão somente "VEJO" (verbo ver no singular); pluralizando, aponta outras pessoas fantasmas por trás de seus argumentos como também VENDO 'CONTRADIÇÃO'(?) em '1ª Corinthios 11:15' (sic). Será que realmente estão vendo estando no escuro sem nenhuma iluminação?
Jahyr escreveu:
3º) Fazer doutrinas com versos sacados do seu contexto - é confusão! (O contexto trata da autoridade do homem sobre a mulher - não sobre o uso do véu)
Pois é esta mesma a confusão sua, sacar verso do seu contexto! Acaba por engolir o que tanto condena.

O contexto trata da importância do uso do véu como metáfora da "autoridade" (cabeça) do homem coberta (v 6) mas a autoridade (cabeça) do homem ( v 3) descoberta assumindo a supremacia sobre todos; da "glória do homem" (vv 6,7) coberta e como CAUSA TRANSCULTURAL os ANJOS (v 10), não se esquecendo que também o uso do véu exprime outras verdades espirituais, o de a mulher COBRIR sua glória (gr. doxa) cabelo comprido (v 15). Diz tão somente de Cristo exercendo sua autoridade na igreja como CABEÇA sobre o CORPO!

Cristo é a Cabeça da Igreja, este é o ensino universal proclamado no uso do véu!

Um verso está entrelaçado em todo o contexto em que aparece, não pode ser tomado isoladamente como o fez.

Com efeito:

"Na multidão de palavras não falta transgressão, mas o que modera os seus lábios é prudente".

Deus vos abençoe.


Última edição por Romário N. Cardoso em 1st Janeiro 2012, 8:40 pm, editado 2 vez(es)

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 31st Dezembro 2011, 5:37 pm

Jahyr escreveu:
Hoje a Congregação está em Jerusalém e está "engolindo goela abaixo" a sua falsa doutrina.

Prezado, deixe de falar erradamente, veja as fotos de a Congregação em Jerusalém:



Os homens cristãos alí jamais cobriram suas cabeças, mas as mulheres sempre estão com a cabeça coberta, as
afirmações do Jahyr não passa de conversa furada.


Última edição por Romário N. Cardoso em 1st Janeiro 2012, 7:59 pm, editado 1 vez(es)

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 31st Dezembro 2011, 6:19 pm

Romário N. Cardoso escreveu:
Jahyr escreveu:
Hoje a Congregação está em Jerusalém e está "engolindo goela abaixo" a sua falsa doutrina.

Prezado, deixe de falar erradamente, veja as fotos de a Congregação em Jerusalém:



Os homens cristãos alí jamais cobriram suas cabeças, mas as mulheres sempre estão com a cebeça coberta, as
afirmações do Jahyr não passa de conversa furada.

Meu querido irmão Romário a paz de Deus

Mas conhecido entre nós como DR véu da CCB um feliz ano novo ,quanto aos judeus vai devagar pois eles são a Oliveira e nós os Jambozeiro ,

costumes dos Judeus veja
Leis milenares – Para se diferenciar dos outros judeus, os homens ortodoxos cobrem a cabeça com chapéu preto, usam roupas escuras e só trocam apertos de mãos com as esposas. As mulheres não trabalham e são educadas para casar e cuidar dos filhos. Durante o serviço religioso os rituais também diferem em cada grupo. Para o rabino Yeoshuoa Goldman, representante do movimento Lubavitch, a maior corrente ortodoxa no Brasil, é inconcebível que as mulheres tenham a mesma participação que os homens nas sinagogas. “Desde a construção do Primeiro Templo (há 2.800 anos), mulheres e homens ocupam lugares diferentes. Além disso, está escrito na Tora que a mulher não pode usar roupa de homem e vice-versa. Elas só podem vestir roupas que não mostrem suas partes sensuais. Mas, para compensar, o marido é obrigado a comprar uma roupa nova para a esposa a cada festa do calendário judaico”, explica Goldman, respaldado no texto escrito há 3.311 anos.

Esse negocio de o homem não cobrir a cabeça é pura besteira DR véu se lembra dos sacerdotes quando ia orar a Deus?

Se cantamos esta passagem do hino somos reis e sacerdote vamos nos vestir igual a este sacerdote ,sabe DR véu agora é que eu entendi porque o Santo padre cobre a cabeça ,ele está imitando os sacerdotes de Deus veja
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lourival X Bíblia

Mensagem por Romário N. Cardoso em 1st Janeiro 2012, 6:52 pm

A inerrante e inspirada Palavra de Deus ordena:

"O homem, pois, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus, mas a mulher é a glória do homem."(1Cor 11.7).

Contrariando a Bíblia de forma desrespeitosa, o Lourival de modo nada cristão, investe numa verdadeira cruzada contra as Sagradas Letras, no intento de REFUTAR a BÍBLIA SAGRADA, vejam a situação espiritual em que se encontra:

Lourival soldado cristão escreveu:
Esse negocio de o homem não cobrir a cabeça é pura besteira [...].

A Palavra do Criador, diz:

"O homem, pois, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus, mas a mulher é a glória do homem."(1Cor 11.7).

A confusão dessa criatura, diz:

'Esse negócio de o homem não cobrir a cabeça é pura besteira'.

Portanto, O Espírito Santo andou inspirando 'besteiras'(???) a Paulo, é isso? scratch

Esta é a verdadeira faceta desse 'ex-tudioso'.

Não estou surpreso por isso, afinal, segundo o seu colega de batalha mesmo afirmou, há 'CONTRADIÇÃO'(?) e algo 'CONFUSO'(?) nos escritos inspirados... Você apenas está complementando vossas heresias, taxando as Sagradas e inspiradas Letras como sendo 'BESTEIRAS'(?), algo 'CONTRADITÓRIO'(?) e... 'CONFUSO'(?). scratch

Tenho pena das pessoas que vos dão ouvidos, realmente uma lástima tais 'ensinos', algo que condiz apenas a um 'outro' (gr. heteros) evangelho!

A BÍBLIA é bem diferente de toda essa CONFUSÃO pregada por vocês. Não possuem envergadura suficiente para sustentar vossas argumentações nada evangélica.


Lourival soldado cristão escreveu:
DR véu se lembra dos sacerdotes quando ia orar a Deus?

Não nascí sob a Lei mosaica, mas debaixo da graça, o que é bem diferente do judaísmo.

Fui feito ministro de um Novo Concerto, neste Novo Concerto tais ministros varões não cobrem suas cabeças.

Afinal, o ilustre debatedor está debaixo do Antigo Pacto ainda morto em seus pecados e ofensas, portando debaixo da maldição? Muito estranho essa sua argumentação que deveria ter sustentação nos ensinos apostólicos, mas como sei que você reduz os escritos inspirados como... 'Besteiras', obviamente foi procurar em outras fontes.

No caso de o homem intentar cobrir a cabeça na adoração pública, basta ler a orientação Bíblia se a mesma dá suporte para tal, afinal, ela explica a razão de tal proibição (1Cor 11.7), algo muito mais elevado do que simples 'usos e costumes'(?) está por trás de tal mandamento proibitivo: A Glória de Deus (1Cor 11.7)!

Para tal ato de obediência a tal ensino, requer-se e submissão; coisa que está faltando em seus escritos.
Lourival soldado cristão escreveu:
agora é que eu entendi porque o Santo padre cobre a cabeça ,ele está imitando os sacerdotes de Deus
Interessante essa sua simpatia pelo 'Santo padre', sabe, às vezes eu me pergunto se você não é da ICAR! Se realmente soubesse a posição ocupada pelo seu 'Santo padre' ao cobrir a cabeça, jamais o igualaria com os sacerdotes de Deus. Ai ai ai!

Quando um homem cobrir a "cabeça" dele, veja em 1Cor 11.3 a metáfora sobre quem ele estará cobrindo da igreja, CRISTO!

Esse seu 'Santo padre' precisa cobrir a "cabeça" dele para demonstrar que é ele a cabeça da ICAR!

Interessante essa sua afirmação 'Santo padre', é uma demonstração da sua fé.

Em algum momento, se eu achar proveitoso e/ou salutar refutar vossas HERESIAS, irei voltar, apontando nada mais do que a VERDADE Bíblica.

Fiquem na Paz de Deus.

O Senhor Jesus vos ama.

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 1st Janeiro 2012, 8:39 pm

Romário N. Cardoso escreveu:A inerrante e inspirada Palavra de Deus ordena:

"O homem, pois, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus, mas a mulher é a glória do homem."(1Cor 11.7).

Contrariando a Bíblia de forma desrespeitosa, o Lourival de modo nada cristão, investe numa verdadeira cruzada contra as Sagradas Letras, no intento de REFUTAR a BÍBLIA SAGRADA, vejam a situação espiritual em que se encontra:

Lourival soldado cristão escreveu:
Esse negocio de o homem não cobrir a cabeça é pura besteira [...].

A Palavra do Criador, diz:

"O homem, pois, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus, mas a mulher é a glória do homem."(1Cor 11.7).

A confusão dessa criatura, diz:

'Esse negócio de o homem não cobrir a cabeça é pura besteira'.

Portanto, O Espírito Santo andou inspirando 'besteiras'(???) a Paulo, é isso? scratch

Esta é a verdadeira faceta desse 'ex-tudioso'.

Não estou surpreso por isso, afinal, segundo o seu colega de batalha mesmo afirmou, há 'CONTRADIÇÃO'(?) e algo 'CONFUSO'(?) nos escritos inspirados... Você apenas está complementando vossas heresias, taxando as Sagradas e inspiradas Letras como sendo 'BESTEIRAS'(?), algo 'CONTRADITÓRIO'(?) e... 'CONFUSO'(?). scratch

Tenho pena das pessoas que vos dão ouvidos, realmente uma lástima tais 'ensinos', algo que condiz apenas a um 'outro' (gr. heteros) evangelho!

A BÍBLIA é bem diferente de toda essa CONFUSÃO pregada por vocês. Não possuem envergadura suficiente para sustentar vossas argumentações nada evangélica.


Lourival soldado cristão escreveu:
DR véu se lembra dos sacerdotes quando ia orar a Deus?

Não nascí sob a Lei mosaica, mas debaixo da graça, o que é bem diferente do judaísmo.

Fui feito ministro de um Novo Concerto, neste Novo Concerto tais ministros varões não cobrem suas cabeças.

Afinal, o ilustre debatedor está debaixo do Antigo Pacto ainda morto em seus pecados e ofensas, portando debaixo da maldição? Muito estranho essa sua argumentação que deveria ter sustentação nos ensinos apostólicos, mas como sei que você reduz os escritos inspirados como... 'Besteiras', obviamente foi procurar em outras fontes.

No caso de o homem intentar cobrir a cabeça na adoração pública, basta ler a orientação Bíblia se a mesma dá suporte para tal, afinal, ela explica a razão de tal proibição (1Cor 11.7), algo muito mais elevado do que simples 'usos e costumes'(?) está por trás de tal mandamento proibitivo: A Glória de Deus (1Cor 11.7)!

Para tal ato de obediência a tal ensino, requer-se e submissão; coisa que está faltando em seus escritos.

Em algum momento, se eu achar proveitoso e/ou salutar refutar vossas HERESIAS, irei voltar, apontando nada mais do que a VERDADE Bíblica.

Fiquem na Paz de Deus.

O Senhor Jesus vos ama.

A paz a todos !

O Dr véu ficou assustado com o chapéu na cabeça ,veja que uma oração é ouvido por Deus,mas ela a oração vem do fundo da alma ,não é porque a pessoa está com chapéu sem chapéu que será ouvida ,não o véu ou não ter o véu se é de joelho ou não ,se é em pé o não se é deitado ou não. Deus quer ouvir a sua alma sim o puro e sincero coração , mas veja o apostolo Paulo sempre com problema de uso e costumes ,vamos ver como as pessoas deve orar ,vamos ver as recomendações de Jesus .....

Mt 6:5-13:

5 E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa.

6 Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.

7 E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos.

8 Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.

9 Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;

10 venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu;

11 o pão nosso de cada dia dá-nos hoje;

12 e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores;

13 e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém!


E temos a oração de conhecimento universal
“Senhor, ensina-nos a orar…”. (Lucas 11.1)
Mateus 6:9-13 diz: “Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; O pão nosso de cada dia nos dá hoje; E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.”

,Dr Véu eu oro com a cabeça coberta descoberta ,deitado em pé cochilando na cama ,dirigindo de todo o jeito , deixa de criar impedimento ,para que a pessoa fale com Deus , Paulo fala de ordem no culto ,e justamente em corintios surgiu este problemas devido as mulheres ,,veja que Jesus nunca exigiu algum costume e tradição ,o próprio Deus já havia falado para Samuel que não olha a aparência nem o exterior ,mas olha o interior do homem , mas para deixar você contente eu vou lhe mostrar um Cristão que ora de chapéu e Deus ouve a sua oração você duvida disto veja grsgrsgrs
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 1st Janeiro 2012, 8:58 pm

Sobre este costume de cobrir ou não andei pesquisando ele é igual a história do púlpitos nas igrejas costumes pagãos até este kipar ,mas eu encontrei umas advertências sobre os costumes e tradições que o homem exigem para a gente servir a Deus ora ,é a lei do uso e costume e outras coisa veja o que Jesus já reclamava disto ......

Jesus Cristo mesmo advertiu que nos costumes e tradições dos seus contemporâneos existiam muitas contradições, que inclusive invalidavam o mandamento de Deus! Marcos 7: 6 Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim; 7 mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. 8 Vós deixais o mandamento de Deus, e vos apegais à tradição dos homens. 9 Disse-lhes ainda: Bem sabeis rejeitar o mandamento de Deus, para guardardes a vossa tradição. 10 Pois Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser ao pai ou à mãe, certamente morrerá. 11 Mas vós dizeis: Se um homem disser a seu pai ou a sua mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor, 12 não mais lhe permitis fazer coisa alguma por seu pai ou por sua mãe, 13 invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradição que vós transmitistes; também muitas outras coisas semelhantes fazeis.

Atualmente existe um forte movimento mundial chamado de messianismo ou Judaísmo messiânico, que esta sendo patrocinado pelas Igrejas Protestantes fundamentalistas, como Batistas, Assembléia de Deus e outros, que visam converter judeus para Cristo, mas mascarando-se como judeus Cristãos, fazendo em “tesis” tudo que um judeu faz em tradições e rituais, buscam acrescentar as fileiras de Cristãos os judeus convertidos para Cristo. Nós sabemos que é indiscutível a origem judaica da Igreja Cristã, mas também pela mesma Palavra temos ciência que os judeus estão ainda dentro de um período de endurecimento e não podem ver a verdade, digo como nação ou conversão em massa. Somente por ocasião do retorno do Messias que por eles foi rejeitado é que compreenderão de fato tudo que lhe ocorreu (Ver Zacarias Cap 12 ). Muitos dos que hoje estão na fileira de Judeus messiânicos, não passam na verdade de Gentios que foram convencidos de suas raízes judaicas, que sob o apelo e modismo incutido nas comunidades Cristãs judaizadas, passam a crer que são Judeus, isto não passa de um engodo.


Veja esta postagem completa muito interessante clic no linkhttp://www.igrejadedeusemsaopaulo.org.br/kipa.htm
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Marcia em 1st Janeiro 2012, 9:05 pm

Doutrina Cristã

Foto rara da comum do ancião Louis Francescon



A foto acima em preto e branco é do interno da comum do saudoso ancião Louis Francescon, Christian Congregation Church.



Alguns detalhes da imagem:
1 – A existência da bandeira dos Estados Unidos da América ao fundo da congregação.


2 – As irmãs não se cobriam com o véu durante os cultos, vemos que, segundo a tradição da época, tinham por costume o uso de chapéus.


3 – Tem um irmão que ministra a reunião, seria o Louis Francescon?



11 comentários:
Daniel disse...
Hélio, a Pavilhão Nacional, está sim no púlpito. Lembrando que há ensinamento antigo dizendo que no Brasil não haveria necessidade;

Sim, as irmãs não usam, necessariamente véu, já que a Bíblia King James não traz a palavra 'véu' apenas 'cubra-se' e não diz com o que;

Na foto, pela aparência é sim o irmão L. Francescon. Interessante seria saber quem foi o fotógrafo;

18 de julho de 2011 03:21
Anônimo disse...
Oa irmãos mais velhos do ministerio da CCB. esconderam muitas verdades dos seus membros, esqueceram que o progresso chegava e a ciencia multiplicava e o povo iria descobrir, agora a casa esta caindo, e agora ccb braz, não a nada encoberto que não ha de ser revelado, e aquilo que tiver escondido entre paredes sera apregoado sobre os telhados o que planta colhe....

11 de setembro de 2011 16:57
Anônimo disse...
Meu Deus, o que será que o anônimo aí de cima quiz dizer com essas palavras tão amargas? O que isto tem haver com a foto da comum do L.Francescon? Todo mundo sabe que a comum do L.Francescon não era afiliada ao Brás, pois a CCB era só brasileira, a CCB se tornou internacional depois da década de 60, quando muitas congregações americanas aderiram à forma administrativa da CCB, pois até então eram autônomas como a de Francescon. É por isso que as irmãs da foto não usavam véu, porque a igreja de Francescon não era subordinada ao Brás, mas sim o Brás era subordinado a Louis Francescon, até seu falecimento em 1964.
Muitos opositores da CCB só sabem falar mal, criticar, dizendo que o ministério escondeu isto, escondeu aquilo, que Francescon nunca foi da CCB, se estes pesquisassem melhor a história da nossa denominação saberiam que nossa história é linda! Francescon não era da CCB porque a CCB era só brasileira e a CCUS ainda não existia, mas a igreja de Francescon tinha total comunhão espiritual com a CCB.

Michel - Campinas

22 de setembro de 2011 13:22
Anônimo disse...
Foi dito: "Interessante seria saber quem foi o fotógrafo". Eu vou um pouco mais longe:

1 - Seria possível postar a fonte da imagem?

2 - Quais garantias se tem de que essas mulheres são membras ativas da referida denominação (sem entrar no mérito do uso do véu)?

3 - Seria possível elas serem apenas visitantes?

...

Lima.

11 de outubro de 2011 18:35
Anônimo disse...
Caro irmão Lima.

Respondendo suas perguntas:

1 - A fonte da imagem são meus arquivos pessoais mesmo. Recebi várias dessas de irmãos que tem em seu poder fotografias desse tipo.

2 - Olhando somente a imagem não temos garantia nenhuma, obviamente. A garantia que temos de que Louis Francescon tolerou o uso do chapéu pelas irmãs na igreja onde ele atendeu são relatos de irmãos que residem nos EUA que já congregaram em sua comum e conhecem pessoalmente os seus familiares que confirmam o fato - Um irmão cooperador da cidade de Sorocaba batizado em 1948 havia me falado sobre isto também. Se quiser te passo alguns contatos, mas não é novidade alguma o uso de chapeus pelas irmãs durante os cultos com o consentimento do Francescon, isso é ponto pacifico entre os irmãos dos EUA, em especial os que congregam na comum onde ele atendeu.

3 - Da mesma forma que é possível elas serem apenas visitantes é possível também serem membros efetivos da igreja. A imagem por si só não garante nem um e nem outro.

Para tanto temos o testemunho histórico a respeito do uso do chapeu pelas irmãs na igreja onde Francescon atendeu, e conforme disse acima, é ponto pacífico entre o irmãos dos EUA.

Deus te abençoe.

Hélio

12 de outubro de 2011 08:36
Anônimo disse...
(para o anônimo de 11 de setembro 2011 às 16:57)
A quem vc segue? ao ministério do Bras ou Jesus Cristo?A verdade está nas Escrituras!!!ACORDE!!!!! Deus te ilumine!! S.M.

18 de outubro de 2011 06:26
Anônimo disse...
Tanto é CCB, que é possível encontrar este igreja em site que possuem fotos antigas da CCB. Este prédio foi vendido para outra denominação.

Na foto da somente da igreja é possível ver o estilo de púlpito igual ao nosso, o frase em cima, e a bandeira americana no canto.

Daniel

19 de outubro de 2011 08:17
Anônimo disse...
Eu fico indignada com tantos sites que só sabem falar mal da CCB, que só sabem falar da nossa doutrina, dos nossos irmãos e irmãs, o que é tudo isso? com certeza o fim dos tempos obra do demônio mesmo, que Deus perdoe todos vocês que de vez estar em um site escutando hino, ou apresentando a palavra de Deus para as pessoas, ficam aí falando mau da igreja do Senhor, isso é uma vergonha, por isso tenho orgulho de ter conhecido a CCB, porque não precisamos da internet para divulgar "certas" coisas.

28 de outubro de 2011 18:42
Regina Farias disse...
Anônima, permita-me corrigir um sério equívoco seu.
A igreja do Senhor é invisível aos nossos limitados olhos. Só Ele a vê. Essa que você fala é apenas um dos inúmeros projetos toscos do homem.
Escutar hino e apresentar a palavra de Deus é coisa de religioso que não diz muito de vida prática cristã. A proposta de Jesus muito simples, sua 'palavra' é apenas que sejamos irmãos. O mais é invenção de denominação religiosa.

29 de outubro de 2011 07:13
Anônimo disse...
HÁ MUITA COISA OBSCURA SOBRE O INÍCIO DA OBRA NO BRASIL.
MAS VALE A PENA RESSALTAR, QUE A MAIORIA DO MINISTÉRIO NO INÍCIO ERAM ITALIANOS.
E COMO SABEMOS A MAFIA ITALIANA É UMA HERANÇA ITALIANA.

9 de novembro de 2011 15:10
Hélio disse...
Caro irmão do comentário acima.

O que tem haver a máfia italiana com os primitivos irmãos italianos que pertenciam à CCB?

Só se for o fato de serem "italianos", nada mais que isso...

Deus te abençoe.




Última edição por Marcia em 1st Janeiro 2012, 9:21 pm, editado 2 vez(es)

Marcia

Mensagens : 1321
Pontos : 2772
Data de inscrição : 01/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 1st Janeiro 2012, 9:07 pm

Lourival soldado cristão escreveu:
sabe DR véu agora é que eu entendi porque o Santo padre cobre a cabeça ,ele está imitando os sacerdotes de Deus veja

Realmente, duas pessoas que cobrem a cabeça:

O seu 'Santo padre' e o dito apóstolo supramencionado.

Ao que parece, você deu mais santidade devotiva ao seu 'Santo padre' do que ao seu dito 'apóstolo'. Preferiu omitir o termo 'Santo' ao dito 'apóstolo', mas...

Num verdadeiro ato de fé Católico Romano exprimiu sua fé nos papas: 'Santo padre'!

Realmente, essas duas pessoas tem algo em comum, ambos cobrem - metaforicamente - a "cabeça" deles: Cristo (1Cor 11.3,4)!

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 1st Janeiro 2012, 9:19 pm

E sendo assim Dr véu ainda que a igreja de corintios Paulo recomendava ,uma tradição de usos e costumes ,pois fala de honra e desonra preceitos costumes, pois para mulher era honra ter cabelos crescidos, para o homem não ,para mulher cobrir a cabeça era honra para o homem desonra . o uso de pano e cabelo crescido e ali el fala de honra e preceitos , veja como é difícil servir a Deus, pois o homem cria tanto costumes e regras , pois desde o dia que o homem pecou no Jardim do Edem ,vem criando obstaculo para falar com Deus , Adão se escondeu ,pois se via pelado e tinha vergonha do Criador ,Deus nunca ligou para o que o homem usava ,pois não tinha nada grsgrs mas porque se tornou malicioso ,só queria se apresentar diante de Deus coberto , e por causa distos fez veste para ele ,e até hoje é assim criam normas para que Deus possa ser ouvido ,se você usar véu cabelo crescidos ,se o homem tiver com a cabeça coberta ou não ,seja qual for o modo que você esteja ,lembre-se Deus vai ver o seu coração a sua alma o seu interior ,quer usando ou não estas coisas !!
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 1st Janeiro 2012, 9:31 pm

Romário N. Cardoso escreveu:
Lourival soldado cristão escreveu:
sabe DR véu agora é que eu entendi porque o Santo padre cobre a cabeça ,ele está imitando os sacerdotes de Deus veja

Realmente, duas pessoas que cobrem a cabeça:

O seu 'Santo padre' e o dito apóstolo supramencionado.

Ao que parece, você deu mais santidade devotiva ao seu 'Santo padre' do que ao seu dito 'apóstolo'. Preferiu omitir o termo 'Santo' ao dito 'apóstolo', mas...

Num verdadeiro ato de fé Católico Romano exprimiu sua fé nos papas: 'Santo padre'!

Realmente, essas duas pessoas tem algo em comum, ambos cobrem - metaforicamente - a "cabeça" deles: Cristo (1Cor 11.3,4)!

Deixa de tolices Dr Véu o termo Santo = separado
Padre = neste caso se refere ao líder maior do catolicismo

Eu também dou as mesmas honras ao santo ministério da CCb Brás quantas vezes eu não disse isso ?
Ele o papa é o líder maior desta denominação ,e todos nesta pátria desde 1500 era obrigado a seguir este sistema religioso ,hoje gozamos uma liberdade protestante graça aos reformadores ,antigamente eramos protestantes do ICAR hoje somos protestantes do próprio sistema protestante , saímos de uma teia religiosa e caímos em outra ,a onde você é um soldado nato um verdadeiro Beato santo da CCB ,grsgrs
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

QUE MARAVILHA! OLHA ELE AI NOVAMENTE... O DR DO VÉU! SÓ QUE VAI FAZER COMO UM MENINO MAU EDUCADO... VAI DAR UM "PUM" E SAIR DE "FININHO" ALEGANDO PRESSA... QUE ESTÁ MUITO OCUPADO, ETC, ETC, ETC, ETC,

Mensagem por Jahyr em 2nd Janeiro 2012, 6:55 am

NOVAMENTE, EMPUNHANDO UMA DAS TRÊS BANDEIRAS:




Jahyr escreveu:
O verso em sí é contraditório e confuso, portanto, insuficiente para construir uma doutrina:

veja: "o cabelo foi-lhe dado em lugar do véu" (1ª Corinthios 11:15) e
Romario escreveu: Uma flagrante Heresia, diz que o 'verso é contraditório e confuso'(?)! Portanto, uma referência sua de que há 'contradição'(?) nos escritos
inspirados de Paulo! É certo que o verso supra é CONTRADITÓRIO aos SEUS argumentos Heréticos, claro, is
to é Patente!

Meus comentários:

O verso usado isoladamente para fazer doutrina "em si mesmo", confrontado com os versos seguintes é contraditório,

senão, veja:

"Julgai entre vós mesmos: é decente que a mulher ore a Deus descoberta?

Ou não vos ensina a mesma natureza que é desonra para o homem ter cabelo crescido?

Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu."
(1ª Co 11:13-15)

Então, afinal...

Deve a mulher usar ou não usar o véu, já que "o cabelo lhe foi dado em lugar do véu"?

Então, estas minhas afirmações não significam que estou dizendo que nos escritos inspirados do Apóstolo há contradição,

mas que os homens podem interpretar mal as Escrituras.

Confusão que já existe e campeia no seio evangélico pois ha grupos que

a) Não praticam o uso do véu, mas defendem o uso do véu como preceito, orientação, instrução, cuidado, mandamento... mas não como doutrina... e não condenam e excluem aqueles grupos que não praticam o uso do véu.

b) Os que praticam o uso do véu e que defendem o uso do véu como doutrina (não como preceito, orientação, ensinamento), mas não condenam e excluem os grupos que não o praticam.

c) Os que praticam e defendem o uso do véu como doutrina excludente, declarando-se como os únicos e verdadeiros, a igreja que Deus deixou na terra, considerando os demais grupos evangélicos como falsos.

Aqui é que "mora o absurdo"

Estas igrejas cristãs que não condenam, repudiam, excluam as demais igrejas cristãs que tem o véu como preceito... ou mesmo como doutrina...

A grande maioria são zelosos na prática do "ide e pregai"

Em obediência ao mandamento imperativo (as últimas palavras do Senhor ressurreto - portanto, as mais importantes)

"Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém."
(Mateus 28:19-20)

"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." (Mc  16:15)

A Congregação Cristã, na contramão da Palavra de Deus, as Escrituras reveladas, ainda não saiu do Brasil pois não tem representatividade no exterior.

Isto porque consideram "o pregar o evangelho às criaturas" como sendo "lançar aos porcos as coisas santas"



Muitas denominações evangélicas até praticam o "lava pés", mandamento claríssimo, dado não somente por instrução verbal bem como exemplo prático:

"Depois que lhes lavou os pés, e tomou as suas vestes, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes: Entendeis o que vos tenho feito?

Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.

Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também."
(Jo 13:12-15)



Romário escreveu: Assim, como gosta de sacar um verso isoladamente do seu contexto, aponta apenas o verso 15! Procure a coerência desse verso com o verso do contexto anterior, o verso 6 que diz para a mulher "PÔR" o véu! Pôr o quê... CABELO???

Jahyr escreveu:sabemos que "Deus não é de confusão" (1ª Co 14:33)

Verdade, Deus não é de confusão, confusão essa bem presente em seu raciocínio... ILÓGICO, HERÉTICO!
Pois não só saca um verso do seu contexto como também atribui CONTRADIÇÃO e CONFUSÃO nas Sagradas Letras inspiradas.

Meus comentários:

Romario escreveu: Assim, como gosta de sacar um verso isoladamente do seu contexto

Como você é mentiroso!

Usei o verso para mostrar a contradição. Apenas isso.

Em meus textos sempre procuro forte amparo bíblico e não faço como você que usa um verso apenas para escrever um livro.

Que, fosse elaborado para defender a prática, a tradição, o preceito tudo bem... mas fazer disso doutrina excludente... só o capeta para ter semelhante idéia!

Quer fazer-se de desentendido!

Contudo, já está mostrado no verso anterior.

ROMÁRIO, AS ESCRITURAS PRECISAM TER COERÊNCIA. CRIAR CONFUSÃO COM AS ESCRITURAS É MUITO PRÓPRIO DO DIABO.

VOCÊ ESTÁ FAZENDO "JOGUINHO DE PALAVRAS"

Romário escreveu: Até que ponto chega você ao condenar uma DOUTRINA genuinamente Bíblica, hein?

Meus comentários:

Faça uma diferença!

Não condeno o uso do véu. Condeno a doutrina "excludente" do uso do véu.

A mulher que sente que deve usar o véu nas suas orações e os grupos que pratiquem o véu durante o culto TEM A MINHA APROVAÇÃO E MEU RESPEITO.

CONDENO FAZER DO USO DO VÉU UMA DOUTRINA EXCLUDENTE, EXATAMENTE COMO ENSINA A CONGREGAÇÃO.

PORQUE O USO DO VÉU NÃO É UMA DOUTRINA BÍBLICA.

NÃO TEM FUNDAMENTO NAS ESCRITURAS PARA SER TRATADO COMO UMA DOUTRINA BÍBLICA.

APROVEITANDO, ENTÃO, APRENDA:

ENTÃO, DESTARTE:

NÃO DEVEMOS

1º) Fazer doutrinas com versos solitários - é confusão! (não há nada em toda a Bíblia ensinando a prática do véu)

2º) Fazer doutrinas com versos contraditórios - é confusão! (Vemos a contradição em 1ª Corinthios 11:15)

3º) Fazer doutrinas com versos sacados do seu contexto - é confusão! (O contexto trata da autoridade do homem sobre a mulher - não sobre o uso do véu)

4º) Fazer doutrinas com usos e costumes - é confusão! (O véu é dos usos e costumes dos povos orientais - nos temos hoje outros costumes)

5º) Fazer doutrinas que possam impedir o progresso do evangelho - é confusão! (é possível haver no mundo sociedades outras que, para os tais, a cabeça coberta com o véu tenha outros significados e simbolismos, muitas vezes degradantes e imorais)

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO


A TÍTULO DE COMPARAÇÃO:

Veja este verso:

"Quero, pois, que os homens orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda." ( 1 Timóteo 2:Cool

Vou mostrar o paradoxo dessa heresia da Congregação (que não é uma exclusividade dela, há outras  mais por ai...)

Imagine uma igreja que tenha como doutrina que todos os homens devem levantar suas mãos para orarem a Deus,

e fazer disso uma doutrina excludente...

Que tal?

Veja que os argumentos são os mesmos.

Os mesmos que você usa para defender a sua crença herética da doutrina do véu.


OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO


Romário escreveu: Não basta você dizer que Paulo pregou a ESCRAVIDÃO e que deveríamos imitá-lo? Essa sua heresia é 100% contrário ao Evangelho que eu conheço. Bem nos avisou Paulo acerca dos que pregam outro (gr. heteros) Evangelho. Idea

Meus comentários:

Romário escreveu: Não basta você dizer que Paulo pregou a ESCRAVIDÃO e que deveríamos imitá-lo?

Como você é mentiroso!

Onde está que eu disse que "Paulo pregou a ESCRAVIDÃO"?

Há em todo o vídeo apenas uma frase que pode ser usada "como arma para me acusar de herético"

Quando se trata apenas de "força de expressão" e todo o vídeo mostra que a sua argumentação é mentirosa!

Estou apresentando o vídeo para evidenciar a sua estupidez!





Quem desejar assistir o vídeo completo, aqui vai o endereço: http://www.youtube.com/watch?v=ZEPEcPwC9iU


UM POUCO SOBRE A CARTA A FILEMOM

Verso 10 - ONESIMO. Onésimo, um escravo pertencente a Filemom, tinha fugido, e é possível que tivesse levado consigo alguns bens do seu senhor (versos 18,19).

Não se sabe como, ele chegou a Roma, teve contato com Paulo e se converteu a Cristo, mediante o ministério do apóstolo (v. 10). Paulo escreve agora esta carta, pedindo a Filemom que aceite Onésimo de volta, com bondade, amor e perdão.

Verso 12 - E TU TORNA A RECEBÊ-LO, O Novo TEstamento não insentiva qualquer movimento direto de libertação de escravos; nem mesmo escravos cristãos. Se tal fato tivesse início em meio às condições sócio-políticas dos tempos do NT, ele teria destruído a igreja e a causa de Cristo. Ao invés de confronto direto, diretrizes foram dadas ao escravo cristão, e ao senhor de escravos, também cristão, as quais enfraqueceriam a escravidão, partindo dela mesma, que acabariam levando à sua abolição (versos 10,12,14-17,21; ver v. 16 nota).

Verso 14 NÃO... POR FORÇA, MAS VOLUNTÁRIO. Onésimo devia ser liberto, se ele (Filemom) assim o desejasse. A ética e o amor preceituados no evangelho de Cristo, assim o exigem. Mesmo assim, Paulo não o declara diretamente. Ele queria que Filemom, bem como todos os demais senhores de escravos, fizessem-no voluntariamente.

Verso 16 COMO IRMÃO AMADO. A escravidão não pode existir entre crentes que conhecem a verdade da fraternidade cristã. Onésimo já não pode ser tratado como escravo, mas como um companheiro cristão e um irmão amado; uma pessoa que, aos olhos de Deus, está em pé de igualdade com o apóstolo Paulo e com Filemom (ver Cl 3.22 nota).


Última edição por Jahyr em 6th Setembro 2014, 8:32 am, editado 1 vez(es)
avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por RENATO em 2nd Janeiro 2012, 10:48 am

63ª – ASSEMBLÉIA – 1998 – RESUMO DE ENSINAMENTOS



11 - ALDEIAS INDÍGENAS

A irmandade que está tendo contato com aldeias indígenas deve saber que, pelas Instruções Normativas elaboradas pela Fundação Nacional do indio,
é terminantemente proibido mudar os usos e costumes dos índios.

Aqueles que estão tendo contato com os índios deverão apenas permanecer na apresentação da Doutrina de Jesus Cristo, sem impor mandamentos. Outrossim, não devem fazer coletas e devem evitar de pedir ou receber dádivas. Só poderão adentrar nas aldeias indigenas aqueles que tiverem autorização dos irmãos anciães que atendem a região.


Com esse tópico de ensinamento desmorana a doutriana do véu!!!

Ou será que os índios são seres diferenciados perante Deus?
avatar
RENATO

Mensagens : 977
Pontos : 1468
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 52
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 2nd Janeiro 2012, 9:03 pm

Jahyr escreveu:NOVAMENTE, EMPUNHANDO UMA DAS TRÊS BANDEIRAS:




Jahyr escreveu:
O verso em sí é contraditório e confuso, portanto, insuficiente para construir uma doutrina:

veja: "o cabelo foi-lhe dado em lugar do véu" (1ª Corinthios 11:15) e
Romario escreveu: Uma flagrante Heresia, diz que o 'verso é contraditório e confuso'(?)! Portanto, uma referência sua de que há 'contradição'(?) nos escritos
inspirados de Paulo! É certo que o verso supra é CONTRADITÓRIO aos SEUS argumentos Heréticos, claro, is
to é Patente!

Meus comentários:

O verso usado isoladamente para fazer doutrina "em si mesmo", confrontado com os versos seguintes é contraditório,

senão, veja:

"Julgai entre vós mesmos: é decente que a mulher ore a Deus descoberta?

Ou não vos ensina a mesma natureza que é desonra para o homem ter cabelo crescido?

Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu."
(1ª Co 11:13-15)

Então, afinal...

Deve a mulher usar ou não usar o véu, já que "o cabelo lhe foi dado em lugar do véu"?

Então, estas minhas afirmações não significam que estou dizendo que nos escritos inspirados do Apóstolo há contradição,

mas que os homens podem interpretar mal as Escrituras.

Confusão que já existe e campeia no seio evangélico pois ha grupos que

a) Não praticam o uso do véu, mas defendem o uso do véu como preceito, orientação, instrução, cuidado, mandamento... mas não como doutrina... e não condenam e excluem aqueles grupos que não praticam o uso do véu.

b) Os que praticam o uso do véu e que defendem o uso do véu como doutrina (não como preceito, orientação, ensinamento), mas não condenam e excluem os grupos que não o praticam.

c) Os que praticam e defendem o uso do véu como doutrina excludente, declarando-se como os únicos e verdadeiros, a igreja que Deus deixou na terra, considerando os demais grupos evangélicos como falsos.

Aqui é que "mora o absurdo"

Estas igrejas cristãs que não condenam, repudiam, excluam as demais igrejas cristãs que tem o véu como preceito... ou mesmo como doutrina...

A grande maioria são zelosos na prática do "ide e pregai"

Em obediência ao mandamento imperativo (as últimas palavras do Senhor ressurreto - portanto, as mais importantes)

"Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém."
(Mateus 28:19-20)

"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." (Mc 16:15)

A Congregação Cristã, na contramão da Palavra de Deus, as Escrituras reveladas, ainda não saiu do Brasil pois não tem representatividade no exterior.

Isto porque consideram "o pregar o evangelho às criaturas" como sendo "lançar aos porcos as coisas santas"



Muitas denominações evangélicas até praticam o "lava pés", mandamento claríssimo, dado não somente por instrução verbal bem como exemplo prático:

"Depois que lhes lavou os pés, e tomou as suas vestes, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes: Entendeis o que vos tenho feito?

Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.

Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também."
(Jo 13:12-15)



Romário escreveu: Assim, como gosta de sacar um verso isoladamente do seu contexto, aponta apenas o verso 15! Procure a coerência desse verso com o verso do contexto anterior, o verso 6 que diz para a mulher "PÔR" o véu! Pôr o quê... CABELO???

Jahyr escreveu:sabemos que "Deus não é de confusão" (1ª Co 14:33)

Verdade, Deus não é de confusão, confusão essa bem presente em seu raciocínio... ILÓGICO, HERÉTICO!
Pois não só saca um verso do seu contexto como também atribui CONTRADIÇÃO e CONFUSÃO nas Sagradas Letras inspiradas.

Meus comentários:

Romario escreveu: Assim, como gosta de sacar um verso isoladamente do seu contexto

Como você é mentiroso!

Usei o verso para mostrar a contradição. Apenas isso.

Em meus textos sempre procuro forte amparo bíblico e não faço como você que usa um verso apenas para escrever um livro.

Que, fosse elaborado para defender a prática, a tradição, o preceito tudo bem... mas fazer disso doutrina excludente... só o capeta para ter semelhante idéia!

Quer fazer-se de desentendido!

Contudo, já está mostrado no verso anterior.

ROMÁRIO, AS ESCRITURAS PRECISAM TER COERÊNCIA. CRIAR CONFUSÃO COM AS ESCRITURAS É MUITO PRÓPRIO DO DIABO.

VOCÊ ESTÁ FAZENDO "JOGUINHO DE PALAVRAS"

Romário escreveu: Até que ponto chega você ao condenar uma DOUTRINA genuinamente Bíblica, hein?

Meus comentários:

Faça uma diferença!

Não condeno o uso do véu. Condeno a doutrina "excludente" do uso do véu.

A mulher que sente que deve usar o véu nas suas orações e os grupos que pratiquem o véu durante o culto TEM A MINHA APROVAÇÃO E MEU RESPEITO.

CONDENO FAZER DO USO DO VÉU UMA DOUTRINA EXCLUDENTE, EXATAMENTE COMO ENSINA A CONGREGAÇÃO.

PORQUE O USO DO VÉU NÃO É UMA DOUTRINA BÍBLICA.

NÃO TEM FUNDAMENTO NAS ESCRITURAS PARA SER TRATADO COMO UMA DOUTRINA BÍBLICA.

APROVEITANDO, ENTÃO, APRENDA:

ENTÃO, DESTARTE:

NÃO DEVEMOS

1º) Fazer doutrinas com versos solitários - é confusão! (não há nada em toda a Bíblia ensinando a prática do véu)

2º) Fazer doutrinas com versos contraditórios - é confusão! (Vemos a contradição em 1ª Corinthios 11:15)

3º) Fazer doutrinas com versos sacados do seu contexto - é confusão! (O contexto trata da autoridade do homem sobre a mulher - não sobre o uso do véu)

4º) Fazer doutrinas com usos e costumes - é confusão! (O véu é dos usos e costumes dos povos orientais - nos temos hoje outros costumes)

5º) Fazer doutrinas que possam impedir o progresso do evangelho - é confusão! (é possível haver no mundo sociedades outras que, para os tais, a cabeça coberta com o véu tenha outros significados e simbolismos, muitas vezes degradantes e imorais)

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO


A TÍTULO DE COMPARAÇÃO:

Veja este verso:

"Quero, pois, que os homens orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda." ( 1 Timóteo 2:Cool

Vou mostrar o paradoxo dessa heresia da Congregação (que não é uma exclusividade dela, há outras mais por ai...)

Imagine uma igreja que tenha como doutrina que todos os homens devem levantar suas mãos para orarem a Deus,

e fazer disso uma doutrina excludente...

Que tal?

Veja que os argumentos são os mesmos.

Os mesmos que você usa para defender a sua crença herética da doutrina do véu.


OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO


Romário escreveu: Não basta você dizer que Paulo pregou a ESCRAVIDÃO e que deveríamos imitá-lo? Essa sua heresia é 100% contrário ao Evangelho que eu conheço. Bem nos avisou Paulo acerca dos que pregam outro (gr. heteros) Evangelho. Idea

Meus comentários:

Romário escreveu: Não basta você dizer que Paulo pregou a ESCRAVIDÃO e que deveríamos imitá-lo?

Como você é mentiroso!

Onde está que eu disse que "Paulo pregou a ESCRAVIDÃO"?

Há em todo o vídeo apenas uma frase que pode ser usada "como arma para me acusar de herético"

Quando se trata apenas de "força de expressão" e todo o vídeo mostra que a sua argumentação é mentirosa!

Estou apresentando apenas metade do vídeo para evidenciar a sua estupidez!



Quem desejar assistir o vídeo completo, aqui vai o endereço: http://www.youtube.com/watch?v=ZEPEcPwC9iU


UM POUCO SOBRE A CARTA A FILEMOM

Verso 10 - ONESIMO. Onésimo, um escravo pertencente a Filemom, tinha fugido, e é possível que tivesse levado consigo alguns bens do seu senhor (versos 18,19).

Não se sabe como, ele chegou a Roma, teve contato com Paulo e se converteu a Cristo, mediante o ministério do apóstolo (v. 10). Paulo escreve agora esta carta, pedindo a Filemom que aceite Onésimo de volta, com bondade, amor e perdão.

Verso 12 - E TU TORNA A RECEBÊ-LO, O Novo TEstamento não insentiva qualquer movimento direto de libertação de escravos; nem mesmo escravos cristãos. Se tal fato tivesse início em meio às condições sócio-políticas dos tempos do NT, ele teria destruído a igreja e a causa de Cristo. Ao invés de confronto direto, diretrizes foram dadas ao escravo cristão, e ao senhor de escravos, também cristão, as quais enfraqueceriam a escravidão, partindo dela mesma, que acabariam levando à sua abolição (versos 10,12,14-17,21; ver v. 16 nota).

Verso 14 NÃO... POR FORÇA, MAS VOLUNTÁRIO. Onésimo devia ser liberto, se ele (Filemom) assim o desejasse. A ética e o amor preceituados no evangelho de Cristo, assim o exigem. Mesmo assim, Paulo não o declara diretamente. Ele queria que Filemom, bem como todos os demais senhores de escravos, fizessem-no voluntariamente.

Verso 16 COMO IRMÃO AMADO. A escravidão não pode existir entre crentes que conhecem a verdade da fraternidade cristã. Onésimo já não pode ser tratado como escravo, mas como um companheiro cristão e um irmão amado; uma pessoa que, aos olhos de Deus, está em pé de igualdade com o apóstolo Paulo e com Filemom (ver Cl 3.22 nota).


Apenas um momento, meu querido, estou analizando seus argumentos contraditórios e até mesmo MENTIROSO, aguarde que vou dar a devida resposta. (risos).

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 2nd Janeiro 2012, 9:44 pm

RENATO escreveu:63ª – ASSEMBLÉIA – 1998 – RESUMO DE ENSINAMENTOS



11 - ALDEIAS INDÍGENAS

A irmandade que está tendo contato com aldeias indígenas deve saber que, pelas Instruções Normativas elaboradas pela Fundação Nacional do indio,
é terminantemente proibido mudar os usos e costumes dos índios.

Aqueles que estão tendo contato com os índios deverão apenas permanecer na apresentação da Doutrina de Jesus Cristo, sem impor mandamentos. Outrossim, não devem fazer coletas e devem evitar de pedir ou receber dádivas. Só poderão adentrar nas aldeias indigenas aqueles que tiverem autorização dos irmãos anciães que atendem a região.


Com esse tópico de ensinamento desmorana a doutriana do véu!!!

Ou será que os índios são seres diferenciados perante Deus?

Quando o nobre tirar férias, venha aquí para o lado do Norte de Minas, conheço um ancião que atende em aldeia indígena, conheço o irmão cooperador (que é índio), por lá as nossas irmãs índias estão enquadradas na doutrina de Cristo, elas cobrem suas cabeças com véu quando oram e/ou profetizam. Como você mesmo afirmou em o véu ser "doutrina", errou apenas em dizer que a mesma... 'desmorana'(sic). Se nunca congregou em alguma aldeia onde fazemos culto, não fique jogando palavras sem nexo.

Usar véu no momento de adoração, em nada viola as normas da FUNAI, mas sim, em todas as demais ocasiões da vida, coisa que não fazemos.

Shalom.

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por RENATO em 2nd Janeiro 2012, 10:24 pm

Romário N. Cardoso escreveu:
RENATO escreveu:63ª – ASSEMBLÉIA – 1998 – RESUMO DE ENSINAMENTOS



11 - ALDEIAS INDÍGENAS

A irmandade que está tendo contato com aldeias indígenas deve saber que, pelas Instruções Normativas elaboradas pela Fundação Nacional do indio,
é terminantemente proibido mudar os usos e costumes dos índios.

Aqueles que estão tendo contato com os índios deverão apenas permanecer na apresentação da Doutrina de Jesus Cristo, sem impor mandamentos. Outrossim, não devem fazer coletas e devem evitar de pedir ou receber dádivas. Só poderão adentrar nas aldeias indigenas aqueles que tiverem autorização dos irmãos anciães que atendem a região.


Com esse tópico de ensinamento desmorana a doutriana do véu!!!

Ou será que os índios são seres diferenciados perante Deus?

Quando o nobre tirar férias, venha aquí para o lado do Norte de Minas, conheço um ancião que atende em aldeia indígena, conheço o irmão cooperador (que é índio), por lá as nossas irmãs índias estão enquadradas na doutrina de Cristo, elas cobrem suas cabeças com véu quando oram e/ou profetizam. Como você mesmo afirmou em o véu ser "doutrina", errou apenas em dizer que a mesma... 'desmorana'(sic). Se nunca congregou em alguma aldeia onde fazemos culto, não fique jogando palavras sem nexo.

Usar véu no momento de adoração, em nada viola as normas da FUNAI, mas sim, em todas as demais ocasiões da vida, coisa que não fazemos.

Shalom.

Realmente irmão Romário, estive vendo alguns videos no you tube sobre índios que pertencem a CCB, e pude constatar irmãs índias usando véu e irmãos índios usando terno e gravata, parece que o pessoal que andou evangelizando lá não deu a mínima para o tópico mencionado.



Agora evangelizar pedindo que os irmãos índios usem ternos e gravatas e as irmãs usem saias, ou vestidos, que até creio que deva ser fornecidos por esses que estão lá evangelizando, é mais do que claro que estão desobedecendo as normas da FUNAI e também do santo ministério da CCB, que cria um tópico sendo que os irmãos não dão a mínima.


Se o próprio conselho de anciães através da lista de ensinamentos recomenda que não se deve mudar o uso e costumes do povo indígena, inclusive esclarece que os índios devam permanecer apenas na apresentação da doutrina de Jesus Cristo. Que eu saiba Jesus nunca mencionou nada de véu, talvez na sua Bíblia tenha alguma passagem onde Jesus determina que as mulheres usem o véu.

Sou grato por me corrigir quanto a palavra que escrevi “desmorana”, quando o certo seria “desmorona.”

Então meu caro irmão, o tópico tá valendo ou não?

Os irmãos dizem que esses tópicos são feitos sob a revelação de Deus, olha lá o que o irmão vai falar.....

Que Jesus Cristo através do Espírito Santo nos ilumine na verdade.
avatar
RENATO

Mensagens : 977
Pontos : 1468
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 52
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 11:18 am

RENATO escreveu:
Agora evangelizar pedindo que os irmãos índios usem ternos e gravatas e as irmãs usem saias, ou vestidos, que até creio que deva ser fornecidos por esses que estão lá evangelizando, é mais do que claro que estão desobedecendo as normas da FUNAI e também do santo ministério da CCB, que cria um tópico sendo que os irmãos não dão a mínima.
É típico de vocês fazerem apontamentos sem as devidas provas oficiais. Poderia apontar onde a CCB - oficialmente - diz que terno e gravata altera costumes indígenas?

Toda denominação tem em seu regimento costumes internos, sem que isso torne em alteração e/ou violação. O uso de terno e gravata são "usos e costumes internos" e não altera o cotidiano. Nunca ví os índios reclamarem o contrário, tampouco a FUNAI, um regimento interno não modifica o cotidiano indígena, influíndo e/ou modificando seus costumes.

Procure outro pretexto.

RENATO escreveu:
Se o próprio conselho de anciães através da lista de ensinamentos recomenda que não se deve mudar o uso e costumes do povo indígena, inclusive esclarece que os índios devam permanecer apenas na apresentação da doutrina de Jesus Cristo. Que eu saiba Jesus nunca mencionou nada de véu, talvez na sua Bíblia tenha alguma passagem onde Jesus determina que as mulheres usem o véu.
Como se pode ver, uma afirmação redundante, afinal, sugere com isto que Paulo não recebeu do Espírito de Cristo autoridade dEle para escrever tal didachê/ensino!

Portanto, sugere nessa redundância que há 16 versículos não autorizados por Cristo, é isto? Pior, Paulo argumenta que todas as "igrejas de Deus" não tinham o costume de contrariar ao que ele ensinou em Corínto! Sugere então, um ensino normativo geral não autorizado por Cristo. Uma blasfêmia em atribuir ao homem aquilo que tem a sua procedência no que é Divino!

Estude mais o que vem a alterar os usos e costumes indígenas, para depois opinar sobre lista de ensinamentos e a que se refere.

A Doutrina dos apóstolos é a mesma de Jesus, eles eram seus embaixadores na terra, e, como tal, é de nossa obrigação acatar seus ensinamentos inspirados.

Jesus deu mandamentos pelo Espírito Santo, o Espírito Santo deu mandamentos aos apóstolos, eles não falaram e tampouco escreveram de sí mesmo, mas inspirados pelo Espírito Santo - Ruach haQodesh ha'elohîm - como tal, o mesmo Espírito falou e ensinou do que ouviu do Pai e do Filho. A revelação é progressiva, não expirou nos dias de Jesus, mas o Espírito deu continuidade na Terra por meio dos apóstolos. A revelação escrita concluiu no Apocalípse, fechando o Cânon Sagrado!

O que estou lhe dizendo, você ignorava, mas agora já está sabendo disso.

Os mandamentos dados por Jesus não é mais/menos verdadeiro do que os dados pelo Espírito aos apóstolos, Jesus não é maior que o Espírito e/ou vice-versa! O Pai, o Filho e o Espírito Santo são unânimes.

O uso do véu tem seu propósito na igreja, o de proclamar o Senhor Jesus como a Única Cabeça (descoberta) da/na Igreja. O uso do véu tem seu propósito de proclamar a Glória de Deus revelada em Cristo!

O Diabo tem grande ira quando manifestamos essa doutrina, razão de ele usar pessoas menos esclarecidas para combater tal ensino. HaSatan quer ver um Corpo com duas Cabeças e três glórias se chocando na adoração pública, ele intenta lançar confusão na liturgia, coisa que os fiéis esclarecidos jamais aceitaram!

O nosso Deus não é de confusão!
RENATO escreveu:
Sou grato por me corrigir quanto a palavra que escrevi “desmorana”, quando o certo seria “desmorona.”
Não lhe corrigí a gramática apenas, mas ao erro de a doutrina Bíblica 'desmoronar', em lugar algum tal procede, a Palavra de Deus está acima de todo e qualquer conceito humano, principalmente daqueles que denotam e apontam 'besteiras', 'contradição' e 'confusão' aos Escritos inspirados; quem assim procede ainda precisa se converter a Cristo, afinal, servimos ao Deus Santo, infalível, inerrante!

O Espírito Santo é chamado de Espírito de Deus, como também de Espírito de Cristo! Portanto, Paulo escreveu motivado pelo Espírito de Cristo, e não destituído dEle, como procura incutir!
RENATO escreveu:
Então meu caro irmão, o tópico tá valendo ou não?
Pergunta inócua, frente minhas explicações transmitidas.
RENATO escreveu:
Os irmãos dizem que esses tópicos são feitos sob a revelação de Deus, olha lá o que o irmão vai falar.....
No contexto do debate, tal revelação de Deus aos homens nos ensina que devemos estar sujeitos às leis de qualquer país, não há lei ou governo que não venha da parte de Deus enquanto estas não impeçam que a graça de Deus revelada em Cristo seja manifestada. Devemos obedecê-la! Tal ensinamento é revelado por Deus, é mandamento e está nas Sagradas Escrituras, é nosso dever cristão nos sujeitar às autoridades... Não sabia disto?
RENATO escreveu:
Que Jesus Cristo através do Espírito Santo nos ilumine na verdade.
Eu oro fervorosamente por isso, com certeza ele vai te iluminar!

Deus vos abençoe.

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Marcia em 3rd Janeiro 2012, 12:07 pm

POR FAVOR IRMÃOS NÃO DEIXEM A BOLA CAIR ESTA EMOCIONANTE ESTE DEBATE DO VÉU,EU ATÉ ESTOUREI UM BALDE DE PIPOCA, E ESTOU AQUI EM FRENTE AO PC ASSISTINDO CADA LANCE...


Marcia

Mensagens : 1321
Pontos : 2772
Data de inscrição : 01/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por BRASIL2011 em 3rd Janeiro 2012, 12:21 pm

o cabelo foi deixado no lugar do véu, então não é o véu mas com o véu o sem o véu o importante de tudo e a fé, sem fé é impossivel agradar a DEUS
FICAI NA SANTA PAZ DE DEUS
avatar
BRASIL2011

Mensagens : 941
Pontos : 1513
Data de inscrição : 23/05/2011
Idade : 60
Localização : jardim nazaré sp

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 3rd Janeiro 2012, 12:52 pm

Barbaridade eles não tem dó dos índios baita de um calorão e o índio na mata de paletó e gravata e arco e flecha e todo calorento, eu estou até pensando quando Romário DR véu ,for levar os ensinamentos de uso e costumes para os esquimó e os pigmeus


Quero ver esta turma usar o paletó santo da CCb
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por RENATO em 3rd Janeiro 2012, 4:29 pm

Fiquei surpreso ao saber o que o nosso irmão Romário, um irmão que escreve como um teólogo da CCB, não sabe o que é uso e costumes de um determinado povo, ou mesmo etnia.

Vou falar a verdade, eu não gosto muito desses debates teológicos, pois quem nos ensina é o Espírito Santo.

Portanto colocarei aqui um artigo, sei que não servirá para ele, pois a doutrina do véu já está impregnada na mente dele, afinal foram anos e mais anos se dedicando na defesa dos ensinamentos da CCB. Imagina só ele pregando o evangelho em uma aldeia indígena, com o porta-malas do carro cheio de ternos, véus e algumas Bíblias.

Mas vamos ao artigo, Ah já ia me esquecendo, irmã Márcia coloca mais milho na panela que o artigo é meio extenso.

O artigo é uma reprodução, quem quiser acessa-lo basta ir no link:

http://www.teologiapentecostal.com/2007/08/doutrina-usos-e-costumes.htmlhttp://www.teologiapentecostal.com/2007/08/doutrina-usos-e-costumes.html

Doutrina, usos e costumes


Os usos e costumes são uma velha questão nos círculos pentecostais. Os usos e costumes fazem parte de todas as instituições e sociedades. Todas as igrejas têm as suas tradições, impostas ou espontâneas. Por muito tempo se confundiu costumes com doutrina, mas há diferenças significativas entre esses conceitos.

O que é costume? O lexicógrafo Aurélio Buarque de Holanda definiu costume como “uso, hábito ou prática geralmente observada”1. O dicionarista Adriano da Gama Cury definiu, de maneira mais completa a palavra costume, como “uso, prática habitual; modo de proceder; característica, particularidade; prática jurídica ou religiosa não escrita, baseada no uso; moda; traje característico ou adequado...”2. Essas definições mostram que o costume é um hábito repedidamente adotado por um determinado grupo social. Os costumes fazem parte da identidade de uma instituição.

O que é doutrina? No Novo Testamento, a palavra mais usada para doutrina é didache e significa ensino, instrução, tratado e doutrina. Segundo o teólogo Claudionor Corrêa de Andrade, doutrina é a “exposição sistemática e lógica das verdades extraídas da Bíblia, visando o aperfeiçoamento espiritual do crente”³. Doutrina, portanto, é o resultado do um ensino teológico, adotado por uma denominação ou religião.

O pastor Antonio Gilberto, M.D., apresentou em seu livro Manual da Escola Dominical4, algumas diferenças entre usos e costumes, e neste artigo será apresentada outras diferenças, além da lista exposta pelo grande teólogo pentecostal.

a) A doutrina é de origem divina, o costume é de origem humana.
A doutrina é divina pois está baseada na inspirada Palavra de Deus. Para um idéia ser doutrina bíblica, é preciso que ela esteja exposta por todo o texto sagrado. Nunca uma verdadeira doutrina é baseada em textos isolados.

O costume é imposto por convenções humanas de maneira espontânea ou obrigatória, sendo assim, o costume é humano. Há muitos que tentam achar textos bíblicos para justificar a perpetuação de sua tradição, mas normalmente praticam a eisegese5, ou seja, dizem o que bem querem e tentam justificar na Bíblia. O teólogo Esdras Costa Bentho, escrevendo sobre a eisegese, disse:

O intérprete está cônscio de que a interpretação por ele asseverada não está condizente com o texto, ou então está inconsciente quanto aos objetivos do autor ou do propósito da obra. Entretanto, voluntária ou involuntariamente, manipula o texto a fim de que sua loquacidade possa ser aceita como princípio escriturístico. 6

Tentar justificar na Bíblia as tradições é uma tarefa que tem levado a muitas distorções bíblicas. O melhor é reconhece-la com humana.

b) A doutrina é imutável, o costume muda.
A doutrina é permanente, ela nunca muda. A doutrina da justificação pela fé, exposta principalmente nos primeiros capítulos de Romanos, nunca mudou e nem deve ser mudada. Doutrina (bíblica) mudada é heresia. Quando Lutero resgatou a doutrina da justificação pela fé, ele orientou a igreja a voltar na perspectiva bíblica sobre o assunto. São passados mas de dois mil anos e essa doutrina nunca mudou no verdadeiro cristianismo.

O costume não é imutável. No Brasil era comum os cidadãos andarem pelas ruas de chapéus, tanto homens como mulheres, passados os anos não há mais essa costume no país. Antigamente, os pais escolhiam com quem a sua filha casaria, mas também esse costume mudou. É necessário que o costume mude, pois o ele está ligado à cultura local, e toda cultura é dinâmica. Mudar alguns costumes não significa passar do são para o diabólico, como muitos pregam. A mudança é inevitável e deve ser bem orientada, mas como enfatizado, é sempre necessária. É bem relevante o que o teólogo britânico John Stott escreveu no seu livro Cristianismo Equilibrado7:

Quando resistimos a mudanças- sejam elas na igreja ou na sociedade devemos perguntar-nos se são na realidade, as Escrituras que estamos defendendo(como é nosso costume insistir ardorosamente) ou, se ao contrário, é alguma tradição apreciada pelos anciãos eclesiásticos ou de nossa heranças cultural. Isto não quer dizer que todas as tradições, simplesmente por serem tradicionais, devam a qualquer custo ser lançadas fora. Iconoclasmo sem crítica é tão estúpido quanto conservantismo sem crítica, e é algumas vezes mais perigoso. O que estou enfatizando é que nenhuma tradição pode ser investida com uma espécie de imunidade diplomática à examinação. Nenhum privilégio especial pode ser-lhe reivindicado.

Algumas igrejas estão impondo mudança de costumes, isso é um erro, que sempre levará a exageros. Os costumes mudam naturalmente, mas devem seguir orientação para não levar a práticas anti-bíblicas. As igrejas sem orientação pastoral tem aderido a costumes extravagantes, como bailes fanks em meio ao culto. Tudo deve ser feito com equilíbrio, nada de permissividade e nem de legalismo.

c) A doutrina é universal, o costume é local.

A doutrina é universal no sentido que é para todos os povos em todas as culturas. Proclamar que Jesus é o salvador faz sentido no Brasil em 2007, como para os indianos que foram evangelizados pelo apóstolo Tomé, o primeiro missionário daquela nação, ainda no primeiro século da Era Cristã.

O costume é local. Os homens na Escócia usam um tipo masculino de saia; no Siri Lanka é também costume as saias para homens. Saia na maior parte do Ocidente é roupa exclusivamente feminina. No Brasil é comum comer peixe cozido ou frito, no Japão se come peixe-cru.

d) A doutrina santifica, o costume não santifica.

A doutrina bíblica santifica o crente mediante a Palavra de Deus. Jesus disse; “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade”(Jo 17.17). O ensino da Palavra de Deus, ou seja, das doutrinas bíblicas, é um dos meios que Deus usa para levar o crente a uma vida reta, assim como escreveu o salmista: “Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra”(Sl 119.9). John Henry Jowett disse: “Você não pode abandonar os grandes temas doutrinários e ainda assim produzir grandes santos”, e o pastor A. W. Tozer escreveu: “O propósito que está por trás de toda doutrina é garantir a ação moral”. Por isso é bom lembrar que a doutrina bíblica produz, naturalmente, bons costumes.

O costume não pode santificar. Quem acredita na santificação por meio dos costumes, normalmente, é um escravo do legalismo. O pastor Antonio Gilberto escreveu a respeito do erros em relação a santificação e citou o engano de associar exterioridade com santidade: “Usos, práticas e costumes. Esses últimos, quando bons, devem ser o efeito da santificação, e não a causa dela”.8 E bem relevante o que escreveu o pastor Ciro Zibordi no prefácio do livro Verdades Pentecostais:

Conservar não significa possuir uma falsa santidade, fazendo dos usos e costumes uma causa, e não um efeito. Como pode ser ao longo dessa obra , a observância da sã doutrina leva-nos a ter santidade interna e externa, o que implica vida santa a partir do espírito (1Ts 5.23) e manutenção dos bons costumes. Estes, pois, não devem gerar doutrinas, como vem acontecendo em algumas igrejas não legitimamente avivadas, para prejuízo de seus membros.9

O farisaísmo se caracterizava por associar sua obras com salvação. Há muitos que fazem dos costumes doutrina e assim, pensam que para serem salvos precisam fazer isso ou aquilo. Como dizia Lutero: “As boas obras não fazem o homem bom; mas o homem bom pratica as boas obras”. A inversão dessa ordem cria escravos do farisaísmo e não servos do Altíssimo.

e) A doutrina é um princípio, o costume é um preceito.

Há diferença entre princípio e preceito? Sim. O pastor José Gonçalves escreveu: “Os preceitos apontam para princípios e não o contrário. Um princípio é aquilo que está por trás do preceito ou norma”.10 Por exemplo, usar uma roupa social em um tribunal é uma norma, um preceito. O princípio ou doutrina por trás dessa norma é que o tribunal é um lugar sério e não ambiente de entretenimento, onde possa ir de jeans ou short.

f) A doutrina é verdade absoluta, o costume é uma verdade relativa.

A doutrina é sempre verdade absoluta, ou seja, é para todos, em todas as épocas e em todos os lugares.

O costume é relativo, como lembra o pr. Geremias do Couto:

Ao insistirmos nos absolutos, não queremos afirmar que não haja também conceitos relativos. Essa diversidade se manifesta, por exemplo, nas comidas típicas de cada país, nos estilos da arquitetura, no estilo da vestimenta e até mesmo em relação à hora de dormir, que depende do fuso horário. Mas tais circunstâncias relativas acabam apontando para princípios biológicos absolutos; todos precisam alimentar-se, todos precisam dormir.11

O costume, por ser relativo, não deveria ser imposto como obrigação. Era comum missionários europeus tentarem impor os costumes do norte em países da Ásia e da América. Hoje, o conceito de transculturação está ajudando muito em relação a esse problema.

Há muitas outras diferenças entre doutrina e costumes, mas fica apontado que ambas não são a mesma coisa, porém estão ligadas umas as outras. O bons costumes são aqueles que não escravizam o crente, colocando um jugo que Jesus tirou na cruz, mas sim, é resultado da boa doutrina.

Notas:
1- HOLANDA, Aurélio Buarque de. Mini-Aurélio Século XXI Escolar. 3 ed. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 2000. p. 190.

2- KURY, Adriano da Gama. Minidicionário Gama Kury da Língua Portuguesa. 1 ed. São Paulo: FTD, 2001. p.265.

3- ANDRADE, Claudionor Corrêa de. Dicionário Teológico. 12 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2003, p. 128.

4- Publicado pela CPAD(Casa Publicadora das Assembléias de Deus).

5- Prática de forjar o texto a fim de que justifique o pensamento próprio. Não confunda com exegese.

6- BENTHO, Esdras Costa. Hermenêutica Fácil e Descomplicada. 3 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2005. p. 69.

7- Publicado pela CPAD(Casa Publicadora das Assembléias de Deus).

8- GILBERTO, Antonio. Verdades Pentecostais. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006. p 142.

9- ZIBORDI, Ciro Sanches. Idem, pp 3,4.

10- GONÇALVES, José. Voto de Nazireado, prática judaizante que despreza a doutrina da graça. Resposta Fiel, Rio de Janeiro, Ano 4, n. 12, p. 26, Jun-Jul-Ago/2004.

11- COUTO, Geremias do. E agora, como viveremos? Lições Bíblicas, Rio de Janeiro, p. 39,
avatar
RENATO

Mensagens : 977
Pontos : 1468
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 52
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 6:48 pm

BRASIL2011 escreveu:o cabelo foi deixado no lugar do véu, então não é o véu mas com o véu o sem o véu o importante de tudo e a fé, sem fé é impossivel agradar a DEUS
FICAI NA SANTA PAZ DE DEUS
Prezado irmão,

No compreendo a causa dessa sua afirmação equivocada. O fato é que a nossa língua portuguesa não nos fornece termos comunicativos distintos tal qual a língua Grega com que o Novo Testamento foi escrito. A título de ilustração, os as cópias dos Originais Gregos não deixam dúvidas, em tal passagem ocorre dois termos distintos para o vocáculo português "véu".

1) No verso 6 : Há uma ordem direta para que a mulher se cubra com katakalútõ (véu).
2) No verso 15: O cabelo é dado em lugar de peribólaion (véu).

O mandamento é para que a mulher se cubra com véu (katakalúptõ), e não com véu (peribólaion) em razão de o cabelo ser dado em lugar deste último.

Será que Paulo, nos verso 6 está ordenando para a mulher 'pôr cabelo' quando ora e/ou profetiza?

De fato, a fé é a base da nossa obediência a tal ensino. A fé é a causa, nossa obediência e submissão é o efeito duma fé autêntica cujo compromisso é com a Palavra de Deus, e não com opiniões divergentes dela.

Deus abençoe.

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 3rd Janeiro 2012, 7:07 pm

Romário N. Cardoso escreveu:
BRASIL2011 escreveu:o cabelo foi deixado no lugar do véu, então não é o véu mas com o véu o sem o véu o importante de tudo e a fé, sem fé é impossivel agradar a DEUS
FICAI NA SANTA PAZ DE DEUS
Prezado irmão,

No compreendo a causa dessa sua afirmação equivocada. O fato é que a nossa língua portuguesa não nos fornece termos comunicativos distintos tal qual a língua Grega com que o Novo Testamento foi escrito. A título de ilustração, os as cópias dos Originais Gregos não deixam dúvidas, em tal passagem ocorre dois termos distintos para o vocáculo português "véu".

1) No verso 6 : Há uma ordem direta para que a mulher se cubra com katakalútõ (véu).
2) No verso 15: O cabelo é dado em lugar de peribólaion (véu).

O mandamento é para que a mulher se cubra com véu (katakalúptõ), e não com véu (peribólaion) em razão de o cabelo ser dado em lugar deste último.

Será que Paulo, nos verso 6 está ordenando para a mulher 'pôr cabelo' quando ora e/ou profetiza?

De fato, a fé é a base da nossa obediência a tal ensino. A fé é a causa, nossa obediência e submissão é o efeito duma fé autêntica cujo compromisso é com a Palavra de Deus, e não com opiniões divergentes dela.

Deus abençoe.

A paz de Deus Romário!!
Eu vejo que a sua resposta está mais especifica para o irmão Brasil ,mas me ficou uma duvida , para que tanto se preocupar em falar por exemplo da profecia ,bom apesar que uma delas essas liberdade , as irmãs ainda tem este direito que é só orar na igreja ,veja o que você escreve Será que Paulo, nos verso 6 está ordenando para a mulher 'pôr cabelo' quando ora e/ou profetiza?
ai eu fico a pensar assim ,o que ??profetizar ? elas no nosso meio pode se levantar com profecias ,ela pode dirigir a Palavra de professia para o Romario por exemplo na igreja ,uma liberdade que se fala ai mas não vejo na realidade Cristã, orar ainda se vê, mas a mulher profetizar / explica melhor Romário como é as profecias da nossa irmãs ?
mas enquanto isso achei este trabalho para atormentar mais as ideias

Pergunta:

1Co 11:5 Ensina que Mulheres de Hoje Podem Profetizar na Assembléia?



“Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada.” (1Co 11:5 ACF)



Resposta: NÃO!

Ano 40, não há ainda o Novo Testamento todo escrito, e, em uma igreja entre milhares de outras, surge a necessidade de escolher bem alguns diáconos. Ainda não havia instrução sobre isso. Uma mulher humildemente se ergue na assembléia e diz "perdoai-me, eu não quero pregar nem ensinar aos homens, mas Deus manda-me vos dizer que ainda fará escrever no Novo Testamento que um diácono deve preencher os seguintes requisitos espirituais: ..., ..., ..., ... . Agora, que o homem que lidera esta assembléia tome a palavra e ensine e exorte e repreenda e dirija tudo, não cabe a uma mulher fazer isso. Perdoem-me ter tomado a palavra, amados".

Concordamos que este tipo de profecia podia haver antes do Novo Testamento ser concluído. Mas, agora não pode haver nenhuma profecia nesse sentido, nem mesmo trazida por homem algum, pois qualquer nova revelação faz seu portador sucumbir ante a maldição de Apo 22:18-19. O cânon está fechado, a Bíblia concluída, compete-nos lê-la e entendê-la e explicá-la e pregá-la e obedecê-la! Só isto!

Ano 2006, a Bíblia concluída e todos os crentes tendo várias cópias dela, uma mulher prepotentemente se levanta numa assembléia e diz "Calai-vos, fechem suas Bíblias, eu agora vou trazer uma profecia, e ninguém ouse duvidar de mim, sou superior a vocês, sou a grande ungida do Senhor! Na Bíblia está dito assim e assim, mas Deus me está dizendo para lhes ordenar que façam o contrário e o contrário à Bíblia. E eu, agora, vou pregar e ensinar e exortar e repreender e tomar a direção de tudo, blá, blá, blá. Ademais, não está escrito em canto nenhum da Bíblia, mas eu, da parte do Senhor, adiciono o seguinte: blá, blá, blá. E ai daquele que me desrespeitar."

Isto é proibido pela Bíblia, é grande abominação ao Senhor. Em primeiro lugar, numa assembléia com homens adultos, nenhuma mulher pode falar ensinando (1Tm 2:11-12). Nem mesmo pode questionar o pregador, mas deve guardar suas perguntas para fazer a seu esposo (ou pai) em casa (1Co 14:34-35). Em segundo lugar, nem mesmo nenhum homem pode profetizar hoje, pois qualquer nova revelação faz seu portador sucumbir ante a maldição de Apo 22:18-19. O cânon está fechado, a Bíblia concluída, compete-nos lê-la e entendê-la e explicá-la e pregá-la e obedecê-la! Só isto!


“18 Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; 19 E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.” (Ap 22:18-19 ACF)

“11 A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. 12 Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.” (1Tm 2:11-12 ACF)

“34 ¶ As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei. 35 E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.” (1Co 14:34-35 ACF)




Quem quiser ignorar isto, que ignore.






Hélio de Menezes Silva.

http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/1Co11.15PodemMulheresHojeProfetizar-Helio.htm


Última edição por Lourival soldado cristão em 3rd Janeiro 2012, 7:31 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 7:29 pm

O prezado Renato, copiando um texto apontou o que segue:
RENATO escreveu:
e) A doutrina é um princípio, o costume é um preceito.

Há diferença entre princípio e preceito? Sim. O pastor José Gonçalves escreveu: “Os preceitos apontam para princípios e não o contrário. Um princípio é aquilo que está por trás do preceito ou norma”.10 Por exemplo, usar uma roupa social em um tribunal é uma norma, um preceito. O princípio ou doutrina por trás dessa norma é que o tribunal é um lugar sério e não ambiente de entretenimento, onde possa ir de jeans ou short.
Meu querido, uma coisa é apontar o significado de um termo nos dias atuais, outra coisa bem diferente está no significado do termo na época em que foi escrito. As palavras não são estáticas, mudam de significado com o tempo. Porém, para clarear suas idéias e esclarecer aquilo que desconhece, João Ferreira de Almeida não traduziu o termo grego "parádosis" como 'preceito', mas como ORDENANÇA!

Isto está na versão Original de 1681 e 1683, cujas versões eu possuo na forma digital. Naquele tempo, em todos os países de fala portuguesa, todos criam que 1Cor 11.2 vv tratava das ordenanças do Senhor.

Nenhum dicionário Grego Português traduz "paradósis" como preceito (com sentido de costume).
Há várias opiniões teológicas incompatíveis, essa apresentada por você no texto colado é uma delas. O sentido do termo preceito (como costume) depende muito do contexto pelo qual é aplicado. Será que há anjos ocupados com 'usos e costumes', creio que não!

Finalizando minha refutação ao acima apontado, uma doutrina Bíblica gera bons costumes, a Bíblia nos adverte que "as más conversações" é quem as corrompe!
RENATO escreveu:
f) A doutrina é verdade absoluta, o costume é uma verdade relativa.

A doutrina é sempre verdade absoluta, ou seja, é para todos, em todas as épocas e em todos os lugares.

O costume, por ser relativo, não deveria ser imposto como obrigação. Era comum missionários europeus tentarem impor os costumes do norte em países da Ásia e da América. Hoje, o conceito de transculturação está ajudando muito em relação a esse problema.
De fato, a epístola do apóstolo Paulo não foi dirigida somente aos cristãos de Corínto, mas aos de "TODOS OS LUGARES EM QUE SE INVOCA O NOME DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, SENHOR DELES E NOSSO"! (1Cor 1.1,2).

A doutrina do uso do véu apresenta uma verdade absoluta, "Cristo é a cabeça da igreja" (isso não é relativo). Pelo fato de NÃO SER RELATIVO, a Escritura apresenta o uso do véu como "opheilei" (deve) termo que procede do verbo "opheilõ" (DEVER, OBRIGAÇÃO)! Esta obrigação é apresentada em 1Cor 11.10!

Cuidado para não associar termos sem nexo ao texto Sagrado, isso leva à heresias.

Portanto, a questão não é ser ou não obrigação cristã, pois a Escritura já o diz. A questão é se você CRÊ nela ou não! Isso está no âmbito da fé, eu, portanto, creio na afirmação da inerrante Palavra de Deus!

Tertuliano (séc. II) foi presbítero no Norte da África, ele faz menção de que todas as mulheres, segundo o mandamento dos apóstolos, cobriam as cabeças com véu.







Última edição por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 7:44 pm, editado 1 vez(es)

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 7:36 pm

Lourival soldado cristão escreveu:
Romário N. Cardoso escreveu:
BRASIL2011 escreveu:o cabelo foi deixado no lugar do véu, então não é o véu mas com o véu o sem o véu o importante de tudo e a fé, sem fé é impossivel agradar a DEUS
FICAI NA SANTA PAZ DE DEUS
Prezado irmão,

No compreendo a causa dessa sua afirmação equivocada. O fato é que a nossa língua portuguesa não nos fornece termos comunicativos distintos tal qual a língua Grega com que o Novo Testamento foi escrito. A título de ilustração, os as cópias dos Originais Gregos não deixam dúvidas, em tal passagem ocorre dois termos distintos para o vocáculo português "véu".

1) No verso 6 : Há uma ordem direta para que a mulher se cubra com katakalútõ (véu).
2) No verso 15: O cabelo é dado em lugar de peribólaion (véu).

O mandamento é para que a mulher se cubra com véu (katakalúptõ), e não com véu (peribólaion) em razão de o cabelo ser dado em lugar deste último.

Será que Paulo, nos verso 6 está ordenando para a mulher 'pôr cabelo' quando ora e/ou profetiza?

De fato, a fé é a base da nossa obediência a tal ensino. A fé é a causa, nossa obediência e submissão é o efeito duma fé autêntica cujo compromisso é com a Palavra de Deus, e não com opiniões divergentes dela.

Deus abençoe.

A paz de Deus Romário eu vejo que a sua resposta está mais especifica ao Brasil ,mas me ficou uma duvida , para que tanto se preocupar em falar por exemplo da profecia ,bom apesar que uma dela as irmãs ainda tem este direito que é só orar na igreja ,veja o que você escreve Será que Paulo, nos verso 6 está ordenando para a mulher 'pôr cabelo' quando ora e/ou profetiza?
ai eu fico a pensar assim ,o que ??profetizar ? elas no nosso meio pode se levantar com profecias ,ela pode dirigir a palra de professia para o Romario por exemplo na igreja ,uma liberdade que se fala ai mas não vejo na realidade Cristã orar ainda se vê, mas a mulher profetizar / explica melhor Romário como é as profecias da nossa irmãs ?
mas enquanto isso achei este trabalho para atormentar mais as ideias

Pergunta:

1Co 11:5 Ensina que Mulheres de Hoje Podem Profetizar na Assembléia?



“Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada.” (1Co 11:5 ACF)



Resposta: NÃO!

Ano 40, não há ainda o Novo Testamento todo escrito, e, em uma igreja entre milhares de outras, surge a necessidade de escolher bem alguns diáconos. Ainda não havia instrução sobre isso. Uma mulher humildemente se ergue na assembléia e diz "perdoai-me, eu não quero pregar nem ensinar aos homens, mas Deus manda-me vos dizer que ainda fará escrever no Novo Testamento que um diácono deve preencher os seguintes requisitos espirituais: ..., ..., ..., ... . Agora, que o homem que lidera esta assembléia tome a palavra e ensine e exorte e repreenda e dirija tudo, não cabe a uma mulher fazer isso. Perdoem-me ter tomado a palavra, amados".

Concordamos que este tipo de profecia podia haver antes do Novo Testamento ser concluído. Mas, agora não pode haver nenhuma profecia nesse sentido, nem mesmo trazida por homem algum, pois qualquer nova revelação faz seu portador sucumbir ante a maldição de Apo 22:18-19. O cânon está fechado, a Bíblia concluída, compete-nos lê-la e entendê-la e explicá-la e pregá-la e obedecê-la! Só isto!

Ano 2006, a Bíblia concluída e todos os crentes tendo várias cópias dela, uma mulher prepotentemente se levanta numa assembléia e diz "Calai-vos, fechem suas Bíblias, eu agora vou trazer uma profecia, e ninguém ouse duvidar de mim, sou superior a vocês, sou a grande ungida do Senhor! Na Bíblia está dito assim e assim, mas Deus me está dizendo para lhes ordenar que façam o contrário e o contrário à Bíblia. E eu, agora, vou pregar e ensinar e exortar e repreender e tomar a direção de tudo, blá, blá, blá. Ademais, não está escrito em canto nenhum da Bíblia, mas eu, da parte do Senhor, adiciono o seguinte: blá, blá, blá. E ai daquele que me desrespeitar."

Isto é proibido pela Bíblia, é grande abominação ao Senhor. Em primeiro lugar, numa assembléia com homens adultos, nenhuma mulher pode falar ensinando (1Tm 2:11-12). Nem mesmo pode questionar o pregador, mas deve guardar suas perguntas para fazer a seu esposo (ou pai) em casa (1Co 14:34-35). Em segundo lugar, nem mesmo nenhum homem pode profetizar hoje, pois qualquer nova revelação faz seu portador sucumbir ante a maldição de Apo 22:18-19. O cânon está fechado, a Bíblia concluída, compete-nos lê-la e entendê-la e explicá-la e pregá-la e obedecê-la! Só isto!


“18 Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; 19 E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.” (Ap 22:18-19 ACF)

“11 A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. 12 Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.” (1Tm 2:11-12 ACF)

“34 ¶ As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei. 35 E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.” (1Co 14:34-35 ACF)




Quem quiser ignorar isto, que ignore.






Hélio de Menezes Silva.

http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/1Co11.15PodemMulheresHojeProfetizar-Helio.htm

Prezado, em nada atormenta minhas ideias, isso não surte efeito em mim.

O devido autor é Batista fundamentalista e, como tal, não crê nos dons espirituais, curas, dons de línguas etc.

Aliás, o mesmo até combate o pentecostalismo!

Uma resposta muito simples, ele combate até mesmo o que você crê!

Na tentativa de refutar meus argumentos, tudo é válido, não é mesmo, se vale até mesmo do 'Santo padre' (risos)?

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 3rd Janeiro 2012, 7:57 pm

Romário N. Cardoso escreveu:
Lourival soldado cristão escreveu:
Romário N. Cardoso escreveu:
BRASIL2011 escreveu:o cabelo foi deixado no lugar do véu, então não é o véu mas com o véu o sem o véu o importante de tudo e a fé, sem fé é impossivel agradar a DEUS
FICAI NA SANTA PAZ DE DEUS
Prezado irmão,

No compreendo a causa dessa sua afirmação equivocada. O fato é que a nossa língua portuguesa não nos fornece termos comunicativos distintos tal qual a língua Grega com que o Novo Testamento foi escrito. A título de ilustração, os as cópias dos Originais Gregos não deixam dúvidas, em tal passagem ocorre dois termos distintos para o vocáculo português "véu".

1) No verso 6 : Há uma ordem direta para que a mulher se cubra com katakalútõ (véu).
2) No verso 15: O cabelo é dado em lugar de peribólaion (véu).

O mandamento é para que a mulher se cubra com véu (katakalúptõ), e não com véu (peribólaion) em razão de o cabelo ser dado em lugar deste último.

Será que Paulo, nos verso 6 está ordenando para a mulher 'pôr cabelo' quando ora e/ou profetiza?

De fato, a fé é a base da nossa obediência a tal ensino. A fé é a causa, nossa obediência e submissão é o efeito duma fé autêntica cujo compromisso é com a Palavra de Deus, e não com opiniões divergentes dela.

Deus abençoe.

A paz de Deus Romário eu vejo que a sua resposta está mais especifica ao Brasil ,mas me ficou uma duvida , para que tanto se preocupar em falar por exemplo da profecia ,bom apesar que uma dela as irmãs ainda tem este direito que é só orar na igreja ,veja o que você escreve Será que Paulo, nos verso 6 está ordenando para a mulher 'pôr cabelo' quando ora e/ou profetiza?
ai eu fico a pensar assim ,o que ??profetizar ? elas no nosso meio pode se levantar com profecias ,ela pode dirigir a palra de professia para o Romario por exemplo na igreja ,uma liberdade que se fala ai mas não vejo na realidade Cristã orar ainda se vê, mas a mulher profetizar / explica melhor Romário como é as profecias da nossa irmãs ?
mas enquanto isso achei este trabalho para atormentar mais as ideias

Pergunta:

1Co 11:5 Ensina que Mulheres de Hoje Podem Profetizar na Assembléia?



“Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada.” (1Co 11:5 ACF)



Resposta: NÃO!

Ano 40, não há ainda o Novo Testamento todo escrito, e, em uma igreja entre milhares de outras, surge a necessidade de escolher bem alguns diáconos. Ainda não havia instrução sobre isso. Uma mulher humildemente se ergue na assembléia e diz "perdoai-me, eu não quero pregar nem ensinar aos homens, mas Deus manda-me vos dizer que ainda fará escrever no Novo Testamento que um diácono deve preencher os seguintes requisitos espirituais: ..., ..., ..., ... . Agora, que o homem que lidera esta assembléia tome a palavra e ensine e exorte e repreenda e dirija tudo, não cabe a uma mulher fazer isso. Perdoem-me ter tomado a palavra, amados".

Concordamos que este tipo de profecia podia haver antes do Novo Testamento ser concluído. Mas, agora não pode haver nenhuma profecia nesse sentido, nem mesmo trazida por homem algum, pois qualquer nova revelação faz seu portador sucumbir ante a maldição de Apo 22:18-19. O cânon está fechado, a Bíblia concluída, compete-nos lê-la e entendê-la e explicá-la e pregá-la e obedecê-la! Só isto!

Ano 2006, a Bíblia concluída e todos os crentes tendo várias cópias dela, uma mulher prepotentemente se levanta numa assembléia e diz "Calai-vos, fechem suas Bíblias, eu agora vou trazer uma profecia, e ninguém ouse duvidar de mim, sou superior a vocês, sou a grande ungida do Senhor! Na Bíblia está dito assim e assim, mas Deus me está dizendo para lhes ordenar que façam o contrário e o contrário à Bíblia. E eu, agora, vou pregar e ensinar e exortar e repreender e tomar a direção de tudo, blá, blá, blá. Ademais, não está escrito em canto nenhum da Bíblia, mas eu, da parte do Senhor, adiciono o seguinte: blá, blá, blá. E ai daquele que me desrespeitar."

Isto é proibido pela Bíblia, é grande abominação ao Senhor. Em primeiro lugar, numa assembléia com homens adultos, nenhuma mulher pode falar ensinando (1Tm 2:11-12). Nem mesmo pode questionar o pregador, mas deve guardar suas perguntas para fazer a seu esposo (ou pai) em casa (1Co 14:34-35). Em segundo lugar, nem mesmo nenhum homem pode profetizar hoje, pois qualquer nova revelação faz seu portador sucumbir ante a maldição de Apo 22:18-19. O cânon está fechado, a Bíblia concluída, compete-nos lê-la e entendê-la e explicá-la e pregá-la e obedecê-la! Só isto!


“18 Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; 19 E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.” (Ap 22:18-19 ACF)

“11 A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. 12 Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.” (1Tm 2:11-12 ACF)

“34 ¶ As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei. 35 E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.” (1Co 14:34-35 ACF)




Quem quiser ignorar isto, que ignore.






Hélio de Menezes Silva.

http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/1Co11.15PodemMulheresHojeProfetizar-Helio.htm

Prezado, em nada atormenta minhas ideias, isso não surte efeito em mim.

O devido autor é Batista fundamentalista e, como tal, não crê nos dons espirituais, curas, dons de línguas etc.

Aliás, o mesmo até combate o pentecostalismo!

Uma resposta muito simples, ele combate até mesmo o que você crê!

Para procurar refutar meus argumentos, tudo é válido, não é mesmo (risos)?


Romário meu querido eu coloquei a postagem, apenas como um adorno para as suas fantasiosas respostas ,mas irmão me ajuda ,como as nossas irmãs da CCb profetizam na igreja ,pois Paulo deu liberdade a ela , e veja você mesmo disse que os batistas são contra os Dons de Deus e ainda por cima contra o pente cotais ,e inclusive contra mim , tudo bem vamos dizer que sim ,mas como Deus deu dons aos homens estes homens ,neste caso é só dons masculinos ? pois quais dele é unissex, veja os dons , o de apascentar o povo o de pastor , vamos ver alguns e qual deles é do homem e da mulher ,pois um você já afirmou de profetizar ,as irmãs tem o de Língua na CCB está cheio ... Ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores” (Ef 4:11). e temos mais o da cura bom Romário e ai a mulher pode ter o Dom de apostola eu acho que não pois na CCB não tem nenhum apostolo , de doutoras quem sabe , o de cura ? eu acho difícil ,pois na CCB não busca este dom é só o de línguas e ai Romário me ajuda os dons de Deus é só para o homem ??}
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 8:05 pm

Apresentando uma verdade absoluta ( Cristo Cabeça da Igreja) na explicação do uso do véu:

1) Quem é a cabeça do homem? - A Escritura explica que é Cristo (verso 3). Assim, ele não deve cobrir a cabeça dele, pois implica em cobrir - metaforicamente - a autoridade de Cristo presente no Corpo (igreja) desonrando-o (verso 4).

2) Quem é a cabeça da mulher? - A Escritura explica que é o homem (verso 3). Assim, ela precisa cobrir - metaforicamente - a autoridade do homem, para que apenas uma "autoridade" (cabeça) esteja descoberta, Cristo!

3) Quem é a glória de Deus? - Mais uma vez a Escritura explica que é o homem (verso 7). Eís aí o porque ele não deve cobrir a "cabeça" (verso 3) dele, pois implica em cobrir - metaforicamente - a glória de Deus da/na igreja. O homem com a cabeça descoberta transmite a doutrina de que a glória de Deus é revelada e manifestada em Cristo, o Cabeça do homem!

4) Quem é a glória do homem? - A Bíblia não deixa dúvidas, pois explica claramente que a mulher é a "glória do homem" (verso 7). Assim, ao cobrir a cabeça ela estará cobrindo a glória que ela é... Glória do Homem!

5) Mas, e a mulher, possui glória? - Sim, a Escritura não engana ninguém. ela afirma que o cabelo comprido é glória/honra (gr. doxa) da mulher (verso 15). Portanto, ao cobrir a cabeça com véu estará cobrindo sua glória.

Ensino geral: Autoridade e glórias humanas são cobertas, somente Cristo permanece como cabeça descoberta no corpo, somente Deus permanece com sua glória entre nós.

Esta é a doutrina presente no uso do véu.

O desuso aponta o contrário de tudo o que foi explicado, resultando em confusão!

A Deus toda a glória!

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Lourival soldado cristão em 3rd Janeiro 2012, 8:25 pm

Romário N. Cardoso escreveu:Apresentando uma verdade absoluta ( Cristo Cabeça da Igreja) na explicação do uso do véu:

1) Quem é a cabeça do homem? - A Escritura explica que é Cristo (verso 3). Assim, ele não deve cobrir a cabeça dele, pois implica em cobrir - metaforicamente - a autoridade de Cristo presente no Corpo (igreja) desonrando-o (verso 4).

2) Quem é a cabeça da mulher? - A Escritura explica que é o homem (verso 3). Assim, ela precisa cobrir - metaforicamente - a autoridade do homem, para que apenas uma "autoridade" (cabeça) esteja descoberta, Cristo!

3) Quem é a glória de Deus? - Mais uma vez a Escritura explica que é o homem (verso 7). Eís aí o porque ele não deve cobrir a "cabeça" (verso 3) dele, pois implica em cobrir - metaforicamente - a glória de Deus da/na igreja. O homem com a cabeça descoberta transmite a doutrina de que a glória de Deus é revelada e manifestada em Cristo, o Cabeça do homem!

4) Quem é a glória do homem? - A Bíblia não deixa dúvidas, pois explica claramente que a mulher é a "glória do homem" (verso 7). Assim, ao cobrir a cabeça ela estará cobrindo a glória que ela é... Glória do Homem!

5) Mas, e a mulher, possui glória? - Sim, a Escritura não engana ninguém. ela afirma que o cabelo comprido é glória/honra (gr. doxa) da mulher (verso 15). Portanto, ao cobrir a cabeça com véu estará cobrindo sua glória.

Ensino geral: Autoridade e glórias humanas são cobertas, somente Cristo permanece como cabeça descoberta no corpo, somente Deus permanece com sua glória entre nós.

Esta é a doutrina presente no uso do véu.

O desuso aponta o contrário de tudo o que foi explicado, resultando em confusão!

A Deus toda a glória!

De novo Romário com respostas de caranguejo da voltas e não sai do mesmo lugar , veja o que você afirma que a Gloria da mulher é o cabelo crescidos longos cumpridos , outra atitude preceituosa,ai eu pergunto então as nossas irmãs negras afro cabelo de mola ,não tem Gloria?? pois não tem os cabelos lisos para que sejam crescidos para obter esta gloria, bom irmãs afro eu quis ajudar você mas ai eu vou ter ficar com o Romário você estão todas sem honra ,vão fazer chapinhas para crescer este cabelo ,ir nos salões de cabeleireiro ,ai um dia vocês terão gloria ,e depois que tiver a gloria do Romário, você receberão umas lapadas do santo ministério , por andar no pecado de vaidade e ai Romário me ajuda os dons é masculino ou femininos e qual está em desuso não vale mais perdeu a sua validade ?? só ficou o de línguas e ai me ajuda ?
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11156
Pontos : 24610
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 8:32 pm

Lourival soldado cristão escreveu:

Romário meu querido eu coloquei a postagem, apenas como um adorno para as suas fantasiosas respostas ,mas irmão me ajuda ,como as nossas irmãs da CCb profetizam na igreja ,pois Paulo deu liberdade a ela , e veja você mesmo disse que os batistas são contra os Dons de Deus e ainda por cima contra o pente cotais ,e inclusive contra mim , tudo bem vamos dizer que sim ,mas como Deus deu dons aos homens estes homens ,neste caso é só dons masculinos ? pois quais dele é unissex, veja os dons , o de apascentar o povo o de pastor , vamos ver alguns e qual deles é do homem e da mulher ,pois um você já afirmou de profetizar ,as irmãs tem o de Língua na CCB está cheio ... Ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores” (Ef 4:11). e temos mais o da cura bom Romário e ai a mulher pode ter o Dom de apostola eu acho que não pois na CCB não tem nenhum apostolo , de doutoras quem sabe , o de cura ? eu acho difícil ,pois na CCB não busca este dom é só o de línguas e ai Romário me ajuda os dons de Deus é só para o homem ??}

Prezado, os dons manifestam conforme nossa fé e necessidades humanas dentro do propósito Divino. Não tocamos trombeta na mídia nem vendemos artefatos milagreiros.

Todos os dons descritos por você são dons espirituais. TODO o dom vem do alto. O dom foi dado aos homens (seres humanos) sem distinção de sexo. O ofício foi dado ao varão e não à varoa. Não misturemos dons com ofícios, são termos distintos.

Ora, não é de se admirar uma irmã na liturgia Cristã profetizar, eu já recebí profecia transmitida por uma irmã no culto (se cumpriu) e já ví muitas profetizarem. Não se concebe a elas o ensino da Palavra, há uma proibição Escriturística para tal e não tenho o "costume" de ser contencioso para com a mesma Palavra. Quem assim procede se despe do Espírito de Cristo para abraçar um espírito contrário ao Espírito, porfiando contra a ordem do Senhor.

Shalom.

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 8:49 pm

Lourival soldado cristão escreveu:
De novo Romário com respostas de caranguejo da voltas e não sai do mesmo lugar , veja o que você afirma que a Gloria da mulher é o cabelo crescidos longos cumpridos , outra atitude preceituosa,ai eu pergunto então as nossas irmãs negras afro cabelo de mola ,não tem Gloria?? pois não tem os cabelos lisos para que sejam crescidos para obter esta gloria, bom irmãs afro eu quis ajudar você mas ai eu vou ter ficar com o Romário você estão todas sem honra ,vão fazer chapinhas para crescer este cabelo ,ir nos salões de cabeleireiro ,ai um dia vocês terão gloria ,e depois que tiver a gloria do Romário, você receberão umas lapadas do santo ministério , por andar no pecado de vaidade e ai Romário me ajuda os dons é masculino ou femininos e qual está em desuso não vale mais perdeu a sua validade ?? só ficou o de línguas e ai me ajuda ?

Prezado... Não sou eu quem afirma que o cabelo comprido é a glória da mulher, é a Escritura. Não fui eu quem escreveu o que está em sua Bíblia. O "SER" glória não é a questão, mas a sua fé que é insuficiente para crer no que a Escritura afirma. O fato é patente. Será que todas as irmãs de Corínto e as de todos os lugares tinham cabelos lisos? Claro que não! A Escritura não se ocupa com picuinhas sobre o ser liso ou não.

Tertuliano (séc. II) foi presbítero no Norte da África, o mesmo afirmou que nas igrejas da África as mulheres cobriam a cabeça com véu, será que faziam chapinhas?

Um cabelo afro pode aparentar ser curto, isso apenas na aparência. Você é cheio de suposições, sempre procurando um pretexto para suas heresias. Afinal, O Espírito Santo moveu Paulo a escrever 'besteiras'(?) segundo você mesmo afirmou. Seus argumentos antibíblicos trabalham por querer 'provar' isso, conheço esse tipo de espírito.

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

ROMÁRIO E NOSSA IRMANDADE PRECISA SABER FAZER A DIFERENÇA ENTRE O QUE É DOUTRINA E O QUE É PRECEITO. DOUTRINA É UNIVERSAL, ETERNA, PARA TODOS OS LUGARES, TODAS AS ÉPOCAS, TODAS AS GENTES E TODAS AS CULTURAS. A DOUTRINA NÃO MUDA... MAS PRECEITOS, ...

Mensagem por Jahyr em 3rd Janeiro 2012, 8:51 pm

ENSINAMENTOS, INSTRUÇÕES, ORIENTAÇÕES MUDAM COM O TEMPO, COM O LUGAR E COM A CULTURA.

PROVA DISSO SÃO AS NOSSAS LISTAS, TANTO AS SECRETAS BEM COMO AS DE CONSUMO GERAL

NELAS VOCÊ VAI ENCONTRAR PRECEITOS QUE ERAM BONS E VALIOSOS ANOS ATRÁS.

HOJE ELES NÃO SERVEM MAIS E FORAM ABANDONADOS.






Última edição por Jahyr em 3rd Janeiro 2012, 9:31 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 8:55 pm

A questão está em sua INCREDULIDADE! Seja CRENTE e não incrédulo.

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 9:10 pm

Inicialmente, o prezado Jahyr apresenta em vídeo um livro ('Igreja do Véu - Igreja ou Heresia?'), cujos autores dizem por três (3) vezes que o uso do véu é DOUTRINA Bíblica; em dois (2) lugares apenas, negam ser doutrina. Temos então uma disputa acirrada nos escritos do próprio autor, o uso do véu ganha de 3X2 como sendo uma doutrina Bíblica. Até mesmo os autores saíram perdendo nos próprios argumentos.
Novamente, o Jahyr na tentativa de passar aos ouvintes um conhecimento que não possui, afirma que deveríamos pregar a ESCRAVIDÃO, e em alto tom de voz, conclama:

‘Você deveria também estar pregando aí, a ESCRAVIDÃO, você deveria ser um ardoroso DEFENSOR da ESCRAVIDÃO! Por quê? Porque Paulo RECOMENDA CLARAMENTE e FIRMEMENTE a ESCRAVIDÃO! ‘(???).

Em lugar algum da devida carta há referência a tal ‘recomendação’(?) de Paulo, isso nada mais é do que ACRÉSCIMO que o Jahyr faz para dar sustentação a uma HERESIA!
Paulo recomenda o contrário, lança um APELO à LIBERDADE de Onésimo, e que, portanto Filemom recebesse Onésimo como ao próprio Paulo, homem livre:
“Não como escravo; mas, muito mais acima de escravo, como irmão caríssimo, especialmente de mim e, com maior razão, de ti, quer na carne, quer no Senhor. Se, portanto, me consideras companheiro, recebe-o, como se fosse a mim mesmo.” (vv 15,16).

Será que Filemom iria receber PAULO como... ESCRAVO? Se não, seria dessa forma que Filemom deveria receber Onésimo... Como homem LIVRE!

Esta é a CLARA e FIRME recomendação de Paulo a Filemom, bem presente no advérbio de negação “NÃO como escravo”!
Tem cabimento uma coisa dessas? Nunca vi tamanho disparate, só o Jahyr mesmo!

Quanto ao uso do véu, meu prezado, é a mesma confusão que comete no caso de Onésimo, cria uma argumentação absurda no assunto sem nenhum nexo à devida passagem, sempre procurando exportar para a devida passagem o que ela mesma nada afirma.

Uma resposta ao vídeo (07:33 minutos) ‘ensinando o Romário sobre a coerência nas nossas doutrinas’:

Sobre o ‘DESAFIO’(?) a mim lançado no youtube, meu querido Jahyr... Só você mesmo para vir com tamanho disparate:

‘ONDE ESTÁ QUE JESUS TENHA SUGERIDO OU FEITO MANDAMENTO, DEU A IDEIA, ORDENOU QUE A MULHER SE COBRISSE COM O VÉU! MOSTRA PRÁ MIM, MEU FILHO. TAÍ O DESAFIO!’

Não me resta outra coisa, se não o de fazer-lhe calar com a devida resposta:

[...] “e retendes os PRECEITOS como vo-los entreguei”(1Cor 11.2).
Preceitos são MANDAMENTOS, se não possui DICIONÁRIO, está na hora de comprar um.

Todos os versos seguem uma ordem explicativa apontando o porquê de a mulher ter a cabeça coberta e de o homem não se cobrir, segue-se uma ordem lógica de pensamento, um verso após outro complementando-se e se explicando. No verso 6, Paulo pelo Espírito de CRISTO reforça o MANDAMENTO; segundo João Ferreira de Almeida (versão original de 1681) são ordenanças dadas pelo Espírito de Cristo (verso 2)!

Toda a passagem de 1Cor 11.1,16 trata de um mesmo assunto, não é necessário - por questão de hermenêutica – que cada um dos 16 versículos apareça o termo VÉU, um pretexto da sua parte sem cabimento algum.

Um verso explica o outro e todos se complementam juntamente, formando uma estrutura uniforme de pensamento.

Observe direito, que todo o capítulo de 1Cor 11.1 até o verso 34, nada mais são do que explicações desses preceitos/mandamentos que foram entregues anteriormente por Paulo na forma oral. Ele mesmo diz em outras cartas que havia entregado tanto na forma escrita como oral (2Tessalonicenses 2.15).

Se você realmente cresse que Paulo escreveu pelo Espírito de CRISTO, jamais me faria um ‘desafio’ para lá de inócuo.

Você não crê que Paulo escreveu pelo... ESPÍRITO DE CRISTO!

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Marcia em 3rd Janeiro 2012, 9:21 pm

Irmãos já ouvi muitos testemunhos em que o cabelo de uma irmã posto em cima do enfermo Deus libertou,pois tal cabelo possuia virtude..
Só que o ministério passou um conselho a irmandade em qual diz que é errado falar que o cabelo possui virtude..Então uns creem outros não..

QUAL É A OPINIÃO DOS IRMÃOS SOBRE TAL ASSUNTO?

Marcia

Mensagens : 1321
Pontos : 2772
Data de inscrição : 01/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PARA QUEM TEM CONHECIMENTO DE LISTAS SECRETAS OU AS LISTAS QUE SÃO PARA "CONSUMO GERAL" DEVERIA SABER A DIFERENÇA ENTRE O QUE É DOUTRINA E O QUE É PRECEITO, INSTRUÇÃO, ENSINAMENTO... PRECEITOS MUDAM COM O TEMPO... DOUTRINA É ETERNA E IMUTÁVEL...

Mensagem por Jahyr em 3rd Janeiro 2012, 9:26 pm

.

NOSSOS PRECEITOS ESTÃO CONTIDOS NAS LISTAS SECRETAS E TAMBÉM NAS QUE SÃO LIDAS PARA TODA A IRMANDADE.

MUITOS SÃO PRECEITOS BONS E VALIOSOS ALGUNS ANOS ATRÁS...

HOJE OS PRECEITOS SÃO OUTROS...

HÁ ATÉ NAS LISTAS A RECOMENDAÇÃO DE QUE ALGUNS ENSINAMENTOS ERAM IMPORTANTES PARA A ÉPOCA EM QUE ELES FORAM ESTABELECIDOS...

MAS HOJE NÃO SERVEM MAIS.

Nosso Romario escreveu: Não basta você dizer que Paulo pregou a ESCRAVIDÃO e que deveríamos imitá-lo? Essa sua heresia é 100% contrário ao Evangelho que eu conheço. Bem nos avisou Paulo acerca dos que pregam outro (gr. heteros) Evangelho.

Meus comentários:

1º) Para início de conversa, apreciaria muitíssimo que nosso Romário nos explicasse o que é o evangelho para ele. No que consiste estas boas novas.

Em outras palavras, qual a mensagem principal que o pecador deve ouvir de um pregador do evangelho.

Faço a pergunta (notoriamente elementar) ao Romário, que a grande maioria dos nossos ministros não sabem responder.

Ficam "encucados" e com cara de idiotas.

Nosso romário escreveu: Não basta você dizer que Paulo pregou a ESCRAVIDÃO

Meus comentários:

2º) Onde foi que eu disse que Paulo pregava a escravidão?

A frase que deixou você "de cabelo em pé" foi a seguinte:

"Paulo recomenda claramente e firmemente a escravidão"


Estes ensinamentos dos Apóstolos, feito debaixo da orientação do Espírito Santo, são manifestos em diversos versículos:


Foste chamado sendo servo? não te dê cuidado; e, se ainda podes ser livre, aproveita a ocasião." (1 Coríntios 7:21)

"Vós, servos, obedecei a vossos senhores segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo;" (Efésios 6:5)

"Vós, servos, obedecei em tudo a vossos senhores segundo a carne, não servindo só na aparência, como para agradar aos homens, mas em simplicidade de coração, temendo a Deus." (Colossenses 3:22)

"Exorta os servos a que se sujeitem a seus senhores, e em tudo agradem, não contradizendo, Não defraudando, antes mostrando toda a boa lealdade, para que em tudo sejam ornamento da doutrina de Deus, nosso Salvador." (Tito 2:9-10)

Pedro também orientou dessa mesma maneira:

"Vós, servos, sujeitai-vos com todo o temor aos senhores, não somente aos bons e humanos, mas também aos maus." (1ª Pedro 2:18)

Evidentemente que a exploração do trabalho de um homem por outro no regime de senhorio não é da vontade de Deus.

Porque então a orientação do Espírito Santo para tais ensinamentos dos Apóstolos?

Esta carta dirigida a Filemom mostra claramente, mais do que qualquer outra parte do Novo Testamento como os Apóstolos e a igreja primitiva tratavam o problema da escravidão no império romano.
Ao invés de atacá-la diretamente ou de instigar uma rebelião armada, os Apóstolos expuseram princípios cristãos, que eliminavam a severidade da escravidão romana e finalmente levaram à sua abolição total no meio da Cristandade.

Mas voltando ao uso do véu propriamente dito:

Sobre o uso do véu e a tradição

Em l Co 11.2 Paulo inclui o uso do véu na tradição, preceito, ensinamento, instruções e não em doutrina.

Veja:

"Eu os elogio por se lembrarem de mim em tudo e por se apegarem às tradições exatamente como eu as transmiti a vocês" (NVI).

"E louvo-vos, irmãos, porque em tudo vos lembrais de mim, e retendes os preceitos como vo-los entreguei. (ACF).

"Ora eu vos louvo, porque em tudo vos lembrais de mim, e guardais os ensinos conforme vo-los entreguei. (SBB)

"Eu vos felicito, porque em tudo vos lembrais de mim, e guardais as minhas instruções, tais como eu vo-las transmiti. (vc)



A tradição, preceito, ensinamento, instruções envolvem usos e costumes.

Apesar de boa. a tradição todos devem lembrar-se de que o zelo indevido pela tradição pode anular a Palavra de Deus.
Veja o alerta que Jesus faz:

"Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Por que transgredis vós, também, o mandamento de Deus pela vossa tradição?" (Mateus 15:3)

"Assim vocês anulam a palavra de Deus, por meio da tradição... E faiem muitas coisas como essa" (Mc 7.13)

A doutrina está relacionada aos fundamentos da fé cristã

Doutrina diz respeito àquilo que cremos sobre Deus, salvação (soteriologia), humanidade e divindade de Jesus Cristo (cristologia), natureza inspiracional da Bíblia, a divindade e a pessoalidade do Espírito Santo, escatologia, etc.
Essas doutrinas são chamadas de fundamento dos apóstolos
"E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações." (Atos 2:42)

"Edificados sobre "o fundamento dos apóstolos" e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; (Ef 2.20)
A doutrina é eterna, imutável. Os costumes, porém, são transitórios.


Vamos a interpretação bíblica incorreta

É comum a elaboração de doutrinas a partir de versículos isolados, fora do contexto, a transformação de uma orientação local em uma aplicação universal.

De fato, muitos textos são distorcidos e retirados do seu significado original para ganhar um sentido que melhor convém à seita.

Se o véu era parte da tradição dada por Paulo aos Coríntios, logo esta prática não cabe necessariamente às demais igrejas de Deus.

Mas o Romário argumenta que Paulo diz que é um preceito para todas as igrejas valendo-se do segundo verso do capítulo primeiro de 1ª Corintios, onde diz:

"Å igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso: (1ª Coríntios 1:2)

Ora, desta maneira deveríamos também ter como doutrina que os homens para orar deveriam todos orar de mãos alevantadas.

"Quero, pois, que os homens orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda." (1ª Timóteo 2:Cool

Ou ainda, praticar o "lava pés" onde há a instrução pessoal do próprio Senhor Jesus e seu exemplo:

"Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também." (João 13:15)

E não para por ai...

Veja esta outra instrução do Senhor:

"E disse-lhes: Nada leveis convosco para o caminho, nem bordões, nem alforje, nem pão, nem dinheiro; nem tenhais duas túnicas." (Lucas 9:3)

Nossos ministros quando viajam em missão da obra de Deus também não deveriam levar malas cheias de roupas, pares de sapatos, dinheiro no bolso...

E também não deveriam parar nos hotéis, pois o Senhor mandou:

"E ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. Não andeis de casa em casa." (Lucas 10:7)

Sendo que temos até nas Listas Secretas, instruções para que aqueles que viajam em missão se hospedem em hotéis e em nada dependam da irmandade local.

O uso do véu na igreja local

Como o uso do véu se tratava de uma orientação de Paulo às mulheres de Corinto, ele diz:

"julgai entre vós mesmos" (l Co 11.13)

O cabelo em lugar de véu

No original grego o versículo 14b de 1ª Coríntios 11, diz assim: "...Pois o cabelo lhe foi dado em lugar de véu ".

Será que este texto precisa ser explicado? O cabelo é o véu natural da mulher.

A situação espiritual da cidade de Corinto

Gordom D. Fee e Douglas Stuart explicam que pelos padrões antigos, a cidade de Corinto era cosmopolita, rica, patrona das artes, religiosa

havia pelo menos vinte e seis templos e santuários dedicados a diversos deuses e deusas e uma delas Afrodite, e a cidade era bem conhecida pela sua sensualidade.

Essa cidade era uma espécie de mistura de Aparecida do Norte, São Paulo e Rio de Janeiro, reunidas num só lugar.

Havia na cidade um templo erigido à deusa grega Afrodite que possuía cerca de mil prostitutas cultuais, carecas.

Além do que o império romano usou diversos sinais para identificar uma prostituta de uma senhora.

Em 44 a.C. Augustus substitui Julio Cesar como líder do mundo romano.

Por volta de 10 a.C. Cesar Augusto criou leis promovendo os valores familiares.

A elite só pode casar entre si e ter filhos nobres, casais sem filhos e solteiros são penalizados com taxas, e o adultério se torna um delito e leis proibindo o adultério e que deu grande força à prostituição.

As mulheres casadas seriam protegidas graças aos serviços das prostitutas.

As prostitutas foram cadastradas, tornaram-se funcionárias públicas, receberam uma licença de funcionamento e receberam um forte código de comportamento, sobretudo na sua apresentação (cabelos) e na sua vestimenta:

Uma prostituta não poderia se vestir como uma mulher decente; ela tinha que vestir uma toga masculina, não poderia usar a cor real, o roxo, nem tecidos floridos, ela não poderia prender o cabelo todo como as romanas, os registros mostrou uma clara distinção entre as mulheres casadas e as prostitutas.

NOTE ISTO: AS PROSTITUTAS TINHAM QUE TER SEUS CABELOS SOLTOS, DIFERENCIANDO-AS DAS MULHERES HONESTAS QUE USAVAM-NO PRESOS.
ENTÃO, EM CORINTO TINHAMOS AS PROSTITUTAS CULTUAIS – CARECAS;
E AS DEMAIS PROSTITUTAS QUE TINHAM OS CABELOS LONGOS E SOLTOS.
Para Corinto afluía gente do mundo todo.

Tudo isso necessariamente tem de ser conservado em mente enquanto você lê o capítulo 11.1-16, quando Paulo fala do véu.

Ao plantar a igreja, Paulo encontrou ali um povo cheio de imoralidade e idolatria.

A prostituição era uma prática comum, incentivada pela constante presença de marinheiros, alimentada pelo aspecto religioso.

Por isso que Paulo instrui as mulheres da Igreja a cobrirem a cabeça.

A necessidade do véu

As novas convertidas em Corinto quando vinham para a igreja, frequentemente, muitas delas senão sua maioria, saíam do culto relacionado a Afrodite.

As sacerdotisas dessa deusa além de serem prostitutas cultuais, tinham suas cabeças rapadas.

Outras mulheres, não sacerdotisas mas prostitutas, tinham cabelos longos e soltos.

Devido à forte influência deste paganismo na cultura local, as mulheres recém convertidas também mantinham o cabelo bem curto. Isso explica a orientação de Paulo para que as mulheres se cobrissem. Quando alguém via uma mulher cristã com o cabelo "tosquiado" ou rapado, a associava ao culto pagão.

O cabelo crescido, ou o véu nesse caso, foi uma saída encontrada por Paulo para distingui-las das demais.

A permanência do véu.
Somente porque consta em um único verso da Bíblia devemos conservar esse costume?

A Bíblia cita casos de práticas que não perduraram na igreja.

Veja:

Caso 1º - Sobre o envio de missionários ao campo

P. Bronsveld cita que Jesus designou os apóstolos para pregarem o Evangelho, instruindo-os para irem sem dinheiro

"Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos," (Mt 10.9).

Jesus os enviou às ovelhas de Israel.

Os judeus consideravam uma honra receber viajantes em casa, provendo-lhes o necessário na viajem.

Preocupar-se com dinheiro, então, seria desnecessário.

Mais adiante, em Lc 22.36, porém, Jesus dá uma nova direção e em Atos há provas de que esta orientação não foi norma para a obra missionária.

Consistiu num comando dado àquelas incursões missionárias, sem se aplicar às demais.

Aprova disso é que Paulo aceitou dinheiro das igrejas para suas viajens missionárias.

Teria ele desobedecido ao Senhor Jesus?

Evidente que não.

Do mesmo modo, o uso do véu foi dado especificamente à igreja de Corinto, por causa da cultura pagã daquela cidade.

Esta direção não se aplica à igreja de hoje.

Caso 2º - Veja sobre o casamento nos tempos bíblicos.

Na época de Paulo o pai decidia, com exclusividade, se sua filha devia ou não se casar.

Ela não tinha direito nenhum neste particular.

Por esse motivo, Paulo aconselhava: "Quem casa a sua filha virgem, faz bem; quem não casa, faz melhor" (l Co 7.38).

Por que os pais cristãos de hoje não seguem esta orientação?

Eles estariam pecando por divergirem do conselho de Paulo, incentivando suas filhas a se casarem?

Negativo!

Os tempos e os costumes mudaram neste sentido.

Conseqüentemente, este conselho de Paulo perdeu o seu significado social.

O mesmo se deu com o véu.

Uma prática caduca!

O uso do véu foi inserido dentro de uma necessidade específica.

Sua preocupação era preservar a honra das irmãs da Igreja de Corinto, além de ensinar sobre a relação da mulher com o seu marido.

Por isso, não encontramos esta tradição em nenhuma outra igreja da época.

Não havia necessidade.

Com a extinção de Corinto, o véu caiu em desuso.

Caducou!

Essa prática caduca voltou a ser usada pela Igreja Católica, apenas. É mantida no Oriente.

Sete razões para não se usar o véu hoje

Concluímos com sete razões para não se usar o véu nos dias de hoje:

1ª) O uso do véu é uma questão cultural que caducou com o tempo.

2ª) A instrução de Paulo dizia respeito às irmãs da igreja de Corinto, apenas, não sendo verificado o seu uso nas demais igrejas do Novo Testamento.

3ª) As orações são respondidas por causa de Jesus e não por causa do véu. Afirmar o contrário, é tornar insuficiente a obra de Jesus.

4ª) 0 cabelo foi dado em lugar do véu. Paulo diz que o cabelo é a glória da mulher, portanto, ela não deve tosquiá-lo. Essa menção, que lembra o que se faz com a ovelha, não é o mesmo que rapar a cabeça, mas cortá-lo bem curto. Sendo assim, a mulher cristã deve evitar cortes que retirem a glória que lhe foi entregue naturalmente por Deus.

5ª) 0 uso do véu distinguia a mulher cristã, daquela cidade, das demais sem Cristo.

6ª) 0 véu estava ligado à posição da mulher diante do seu marido e da sociedade do seu tempo.

7ª) Por fim, como Paulo, não temos o costume de criar contenda envolvendo assuntos como este. Não é de grande relevância à fé.

O mau cheiro do legalismo religioso

O legalismo religioso é mortal à Igreja.
Ele castra impiedosamente a capacidade de recebermos o amor de Deus e nos confina em formas religiosas frias e vazias.

Torna-nos arrogantes e estéreis.

Facciosos.

Ele põe o peso sobrecarregado das regras nas costas de quem já está liberto;
impõe o freio das divergências na comunhão entre os diferentes seguimentos cristãos e nos deixa tapados para a multiforme graça de Deus, rica para com todos.

O legalismo transforma o Cristianismo em religião.

Congela o amor e em lugar de refrigerar a alma, ele a seca; ossifíca e institucionaliza a ação de Deus, colocando-a debaixo do monopólio de uns poucos líderes.

Que Deus livre a irmandade e a nós também deste mal.

Do contrário nos tornaremos como os fariseus: hipócritas, condutores cegos, copos limpos por fora, mas sujos por dentro, sepulcros caiados, insensatos e víboras, como diz Jesus em Mt 23.
" Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.

Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que edificais os sepulcros dos profetas e adornais os monumentos dos justos,

E dizeis: Se existíssemos no tempo de nossos pais, nunca nos associaríamos com eles para derramar o sangue dos profetas.

Assim, vós mesmos testificais que sois filhos dos que mataram os profetas.

Enchei vós, pois, a medida de vossos pais.

Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?

Portanto, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas; a uns deles matareis e crucificareis; e a outros deles açoitareis nas vossas sinagogas e os perseguireis de cidade em cidade;

Para que sobre vós caia todo o sangue justo, que foi derramado sobre a terra, desde o sangue de Abel, o justo, até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, que matastes entre o santuário e o altar.”
(Mateus 23:27-35)
Que Deus nos livre destas víboras!

avatar
Jahyr

Mensagens : 1146
Pontos : 2286
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 77
Localização : São Paulo

http://ambotezai-jahyr.blogspot.com.br/2007/02/enfrentei-nas-com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 9:49 pm

[quote="Jahyr"]


Com a extinção de Corinto, o véu caiu em desuso.

Caducou!

!

Uma mentira sem cabimento, pois tanto na Africa e em várias partes do mundo, os cristãos mantinham tal prática. Antes de haver Igreja Católica Apostólica Romana, os cristãos quando perseguidos pelo Império romano para não serem mortos, se refugiavam nas Catacumbas. Nessas Catacumbas há provas arqueológicas do uso do véu pelas santas de Deus, desmascarando a mentira do Jahyr.

No decorrer da história, o véu sempre foi usado. O Jahyr sabe disso.

Veja a contradição do Jahyr:

[quote="Jahyr"]

2º) Fazer doutrinas com versos contraditórios - é confusão! (Vemos a contradição em 1ª Corinthios 11:15)

As 'contradições' e 'confusões' que você alega acima não está em 'interpretação' de homens, mas nos VERSOS bíblicos! Uma HERESIA sem precedentes!

Você não crê na inerrância e infalibilidade das Escrituras, tenho pena das pessoas que vos dão ouvidos! O outro seu companheiro argumenta que as Palavras inspiradas são 'besteiras', ambos possuem algo em comum.

Não há nada na devida passagem sobre supostas 'prostitutas' exportanto coisas expúrias ao contexto, e pior ainda, retira um verso do seu contexto (1Cor 11.15). Você exporta para a devida passagem o que nela não contém e afirma o que ela nada afirma, torcendo a Palavra de Deus a bel prazer. Um autêntico intérprete deve prender-se ao que está escrito, coisa que você não faz pelo motivo de alegar 'CONTRADIÇÃO'(???) e 'CONFUSÃO'(??) NOS VERSOS.

Faça uma interpretação coerente, verso por verso, procurando entender a mente do Espírito que inspirou Paulo. Mas, como você pode entendê-las, se sua 'fé'(?) atribui 'contradição' e 'confusão' nos versos inspirados? HERESIAS... NADA MAIS QUE ISSO.

De fato, sua cabecinha se torna uma verdadeira oficina antibíblica.



Portanto, meu querido, é compreensível você não argumentar o uso do véu Biblicamente. Onde o texto fala sobre supostas 'prostitutas'? Você confunde anjos com prostitutas.

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Romário N. Cardoso em 3rd Janeiro 2012, 10:32 pm

Jahyr escreveu:

1ª) O uso do véu é uma questão cultural que caducou com o tempo.

É mesmo? aprenda:

Observamos que, em nenhum momento, o apóstolo faz menção a usos e costumes sociais da época para argumentar em favor de os homens adorarem com a cabeça descoberta e de as mulheres adorarem a Deus tendo o véu sobre a cabeça. Conforme observa bem o Dr. Charles Caldwell Ryrie, Th. D. e Ph. D, in Bíblia Anotada, nas notas sobre esta passagem de I Cor 11:2-16, pág. 1446: “As mulheres deveriam trazer sua cabeça coberta, ou usar um véu nas reuniões da Igreja, e os homens deveriam ter a cabeça descoberta. As razões de Paulo eram baseadas em teologia (hierarquia na criação, v. 3, na ordem na criação (vv. 7-9), e na presença de anjos nas reuniões da igreja (v. 10). Nenhuma destas razões estava baseada em costumes sociais da época.” (Antonio Ferreira, Fabiano. Que Ponha o Véu! - pág. 21,22. 1ª edição: Abril/2000. Rio de Janeiro, Brasil. Artes Gráficas Kirios Ltda).

Nossa doutrina não só possue embasamento Bíblico, como também possui embasamento Teológico, Acadêmico. Um dos principais eruditos do Grego no mundo, reconhece HISTÓRICA e GRAMATICALMENTE que o uso do véu é MANDAMENTO DO SENHOR PARA TODAS AS IGREJAS:

Descoberta
Akatakaluptos, ( “descoberto” (fornecido de a, elemento de negação, e katakaluptõ, “cobrir”), é usado em I Cor. 11.5,13 (“descoberta”), com referência a injunção proibindo as mulheres estarem sem “véu” ou “descobertas” nas reuniões da igreja. ¶Pouco importando que tipo de cobertura seja, deve estar na cabeça como “sinal de poderio” (I Cor. 11.10), e cujo significado é indicado em 1 Cor. 11.3 no assunto de supremacia, e cujas razões são dadas em 1 Cor. 11.7,9 e na frase “por causa dos anjos” (1 Cor. 11.10), indicando o testemunho e interesse deles naquilo que indica a supremacia de Cristo. As injunções não eram nem judaicas, que exigiam que os homens cobrissem a cabeça na oração, nem gregas, pelas quais homens e mulheres ficavam igualmente com a cabeça “descoberta”. As instruções do apóstolo Paulo eram “mandamentos do Senhor
” (1 Cor. 14.37) e eram para todas as igrejas ( 1 Cor. 14.33,34).
(Dicionário Vine – O Significado Exegético e Expositivo das Palavras do Antigo e do Novo Testamento, pág. 547. 2ª Edição, 2003. Rio de Janeiro, Brasil. CPAD).

Sabe o que é "injunção", Jahyr? - É MAN-DA-MEN-TO!

Jahyr escreveu:
7ª) Por fim, como Paulo, não temos o costume de criar contenda envolvendo assuntos como este. Não é de grande relevância à fé.

Não venha a torcer a Escritura, Jahyr, confira como está claríssimo como cristal:

No versículo 16, Paulo repreende ao homem que declara que “nem a minha mulher, nem a minha filha jamais cobrirão a sua cabeça”. Se alguém quiser ser contencioso, disse Paulo, saiba que as igrejas verdadeiras de Deus não temos tal costume de ser contenciosos quanto a esta prática. Nem as igrejas judaicas, nem a dos gentios tinham tal costume de ser contenciosas quanto ao véu.” (KAUFFMAN, DANIEL – Doutrinas da Bíblia, pág. 327. 1ª Impressão em português, 2010. Boituva – SP, Brasil. Literatura Monte Sião do Brasil).

Aprenda mais um pouquinho:

Deus deu para a mulher a responsabilidade de ser a “glória do homem” e ordenou que ela deve cobrir-se. [...] A glória do homem deve ser coberta nos cultos para que todos se gloriem no Senhor. É uma desonra a Cristo quando os cristãos se congregam para adorá-lo e as mulheres não cobrem suas cabeças.
(KAUFFMAN, DANIEL – Doutrinas da Bíblia, pág. 324, 325. 1ª Impressão em português, 2010. Boituva – SP, Brasil. Literatura Monte Sião do Brasil).

Falando do verso 15, que você acha contraditório, Fabiano Antônio Ferreira, em seu livro (QUE PONHA O VÉU, págs. 54, 55) também refuta tal silogismo equivocado apontando em seu opúsculo o que diz o Dr. Russell Norman Champlin acerca dessa “perversão interpretativa”::

“... é uma grande perversão do texto sagrado dizer que essas palavras significam que uma mulher não precisa mais de véu, se porventura usa longos os seus cabelos. Pois ninguém pode ler o terceiro versículo em diante desta passagem, onde Paulo tanto insiste sobre a necessidade do uso do véu, de conformidade com a ordenança divina, com os costumes sociais e com os costumes da natureza, para então lançar fora todo o seu argumento, supondo que se uma mulher conservar longos os seus cabelos já não precisará usar véu quando ora ou profetiza, sem incorrer em grave incoerência. Porquanto tal conclusão será diametralmente oposta a todos os argumentos anteriores de Paulo, transformando esse apóstolo em um insensato que se contradiz consigo mesmo.”
“Tal interpretação só pode ser aceitável para aqueles que manuseiam desonestamente as Escrituras, procurando adaptá-las aos seus pontos de vista e às suas práticas. Essas práticas ditam que a mulher “não use véu.” Porém, se tantas mulheres crentes não usam o véu, isso não pode estar firmado no que Paulo diz aqui, e nem sobre a suposição que ele recomendava que bastava às mulheres usarem os cabelos longos para não precisarem mais de véu.
(Antonio Ferreira, Fabiano. Que Ponha o Véu! - págs. 54,55. 1ª edição: Abril/2000. Rio de Janeiro, Brasil. Artes Gráficas
Kirios Ltda).

Aprenda um pouco mais sobre hermenêutica, para então argumentar:

De igual modo, poucas igrejas protestantes observam o mandamento para as mulheres usarem véu quando oram (1Cor 11.5)”.
(A. VIRKLER, HENRY. Hermenêutica Avançada - Princípios e Processos de
Interpretação das Escrituras, pág. 172. 10ª reimpressão, junho de 2001. São Paulo, Brasil. Vida).



Como o Jahyr apresentou coisas que não constam na devida passagem, numa verdadeira obra de mestre em acrescentar coisas que a Escritura não diz, aprenda um pouco comigo um princípio Hermenêutico:

Em todas as suas exposições, deve-se prender ao que está escrito, e não tem o direito de atribuir seus pensamentos aos autores”.
(Berkhof, Louis - Princípios de Interpretação Bíblica – Pág. 54. 3ª edição, 2008. São Paulo, Brasil. Editora Cultura Cristã).

Portanto, você deve se prender ao que está escrito, e não ficar inventando tantas heresias sem cabimento. ACORDA, JAHYR!!

Creio que já chega por hoje. Um beijoca em suas bochechas (risos)!

Romário N. Cardoso

Mensagens : 153
Pontos : 167
Data de inscrição : 05/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: U uso do véu em corintios e a carta enviada ao IRMÃO DANIEL ALVES PENA.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum