NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Janeiro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário Calendário

Quem está conectado
20 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 20 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4298 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Amílcar Pona

Os nossos membros postaram um total de 30125 mensagens em 13048 assuntos

Golpe do cartão de celular e outras armadilhas previna-se

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Golpe do cartão de celular e outras armadilhas previna-se

Mensagem por Admin em 2nd Julho 2010, 4:55 pm

Golpe do cartão de celular
Com promessas de prêmios ou ameaças, as vítimas compram cartões pré-pagos e fornecem as senhas. É um caso de polícia, que só pode agir quando as vítimas denunciam.

Ana Maria Maia não vai esquecer tão cedo do telefonema a cobrar do último dia 12 de maio. Do outro lado da linha, um suposto funcionário de uma operadora de telefonia, dizia que ela tinha sido sorteada e que para receber os prêmios deveria comprar dez cartões para celular pré-pago.

A promessa foi que se fizesse isso em meia hora, ganharia dois telefones, um computador e uma televisão de 29 polegadas. “Na lotérica nós conseguimos os cartões. Passei para eles a senha de cada cartão, que é enorme.”

O prejuízo foi de R$ 150. Ela só desconfiou do golpe quando contou a história para uma amiga que também tinha sido vítima. Um homem, que não quer se identificar, por pouco não caiu no mesmo golpe. Ele gravou parte da conversa. No primeiro contato golpista se passa por funcionário da operadora.

Em outro trecho da gravação, o homem explica o que precisa ser feito para receber os prêmios. Cadastrar na interpretação do golpista é passar para ele a série de cada cartão adquirido.

A orientação das empresas de telefonia é sempre desconfiar esse tipo de ligação e jamais fornecer a senha do cartão do celular. Mesmo assim, muitas pessoas continuam caindo no golpe.

Só em Pouso Alegre foram registrados dez casos. Este número pode ser bem maior. É que a maioria das vítimas por medo e vergonha, não comunica o caso à polícia.

Fonte: Jornal Hoje - Rede Globo

Admin
Admin

Mensagens : 1060
Pontos : 2484
Data de inscrição : 24/05/2009

http://oulorivallan.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Golpe do cartão clonado

Mensagem por Admin em 2nd Julho 2010, 4:58 pm


Golpe do cartão clonado
O diretor do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo – IBEDEC, Dr. José Geraldo Tardin, alerta, para os cuidados que o consumidor deve ter para evitar que seu cartão seja clonado.
ao realizar uma compra em cartão de crédito procure não perder de vista o seu cartão, acompanhe o funcionário até a máquina de sua administradora onde será feita a operação;

• ao fazer qualquer operação no caixa eletrônico, observe se há alguma pessoa em sua proximidade e peça para que se afaste;

• não aceite ajuda de desconhecidos, somente de funcionários devidamente intendificados com o crachá do banco;

• em caso de retenção do cartão no caixa automático nunca digite novamente sua senha, aperte as teclas anula ou cancela e comunique–se imediatamente com o banco;

• cuidado com esbarrões e encontros acidentais, se isso ocorrer, verifique se o cartão que está em seu poder é realmente o seu;

• se alguém lhe telefonar dizendo-se funcionário do banco e pedir-lhe para dizer ou digitar sua senha, não o faça em hipótese alguma;

• ao digitar a senha mantenha o corpo próximo à máquina para evitar que outros possam vê-lo ou descobri-lo pelo movimento dos dedos no teclado;

• fique atento, nunca aceite ou solicite ajuda de estranhos;

• fique atento à presença de pessoas suspeitas no interior da cabine ou nas proximidades, na dúvida, não faça a operação;

• o consumidor não deve receber o envelope de envio do cartão (via correios ou empresa de transporte) caso apresente indicio de violação;

• nunca abandone o caixa eletrônico com seu cartão retido no terminal;

Atenção redobrada:

“O fornecedor de serviços responde, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos à prestação dos serviços, bem como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua fruição e riscos”, Art.14, do Código de Defesa do Consumidor.

fonte: Ministério Público do Rio Grande do Sul

Admin
Admin

Mensagens : 1060
Pontos : 2484
Data de inscrição : 24/05/2009

http://oulorivallan.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pós-graduado em Direito do Consumidor e Direito Administrativo e Administração Pública GOLPES E MAIS GOLPES A bandidagem está solta e cada vez mais sofisticada GOLPE DO CARTÃO CLONADO

Mensagem por Admin em 2nd Julho 2010, 5:01 pm

Pós-graduado em Direito do Consumidor e
Direito Administrativo e Administração Pública
GOLPES E MAIS GOLPES

A bandidagem está solta e cada vez mais sofisticada

GOLPE DO CARTÃO CLONADO

O golpe consiste em três modalidades:

a) o estelionatário adquire um cartão em branco e a tarja magnética, e de posse dos dados da vítima ( número da conta-corrente, ou do cartão de crédito, agência e senha) fabrica um outro cartão, utilizando-o posteriormente para efetuar compras, mediante a falsificação da assinatura da vítima no comprovante de débito. O titular do cartão somente toma conhecimento desses fatos quando recebe a fatura mensal com vários lançamentos de compras por ele não realizadas.

b) os dados do cartão bancário e de crédito do cliente são clonados no ato do pagamento de compras junto a estabelecimentos comerciais, por intermédio de maquinário especialmente destinado a esse fim, utilizado por estelionatário, que dissimula a sua condição de funcionário do estabelecimento;

c) a modalidade do golpe mais recente e que vem sendo aplicada nos caixas eletrônicos consiste na introdução, pelos estelionatários, de uma fita (normalmente de filme fotográfico) no espaço destinado a inserção do cartão, provocando a sua retenção na máquina. O estelionatário oferece ajuda, pedindo que o cliente digite a senha para que seu cartão seja devolvido, momento em que a memoriza. Como o cartão continua retido, a vítima vai buscar auxílio de um funcionário da agência bancária, oportunidade em que o cartão é retirado pelo estelionatário com o auxílio de um pedaço de ferro, clonando-o em máquina própria, colocando-o novamente no caixa eletrônico. O cliente com a ajuda do segurança do banco retira o cartão, desconhecendo que o mesmo foi clonado, somente tomando conhecimento quando confere seu extrato bancário e verifica que saques foram realizados por terceiros.

COMO EVITAR

1 - Ao realizar uma compra com cartão de crédito procure não perder de vista o seu cartão, acompanhe o funcionário até a máquina de sua administradora onde será feita a operação e, após, rasgue e não apenas amasse e jogue no lixo o papel carbono existente no boleto impresso pela máquina.

2 - Ao fazer qualquer operação no caixa eletrônico, observe se há alguma pessoa em sua proximidade e peça para que se afaste. Não aceite ajuda de desconhecidos, somente de funcionários devidamente identificados com crachá. 0

3- Caso seu cartão magnético fique retido no caixa eletrônico, não digite sua senha para tentar retirá-lo, tecle ANULA para cancelar a operação e chame imediatamente um funcionário do Banco, por intermédio de um terceiro. Não permita que desconhecidos se aproximem do caixa e não digite sua senha na presença de estranhos . NUNCA ABANDONE O CAIXA ELETRÔNICO COM O SEU CARTÃO RETIDO NO TERMINAL.

GOLPE VIA INTERNET

O estelionatário passa um “E-mail” para o navegante da internet, informando que ele foi premiado com “algo” e basta que digite sua senha para receber o prêmio. O internauta digita sua senha e não recebe prêmio algum, mas o estelionatário sim, pois copia a senha da vítima e a utiliza para fazer compras, navegar na internet e obter informações pessoais e bancárias.

COMO EVITAR

Nunca forneça sua senha de acesso a qualquer pessoa, nem mesmo via internet.

GOLPE DO CELULAR CLONADO

Estelionatário, passando-se por funcionário da empresa concessionária de telefonia celular, liga para o aparelho celular da vítima dizendo que foi detectado um defeito naquele, solicitando imediatamente que esta digite um número por ele fornecido, e com esta simples ação, clona o número da linha e a utiliza de forma indiscriminada, realizando ligações interurbanas e internacionais.

A vítima somente toma ciência do golpe quando recebe a conta telefônica em sua residência e verifica que o valor do débito não corresponde a ligações por ela realizadas.

COMO EVITAR

Ao receber um telefonema como sendo da sua ou de qualquer outra operadora de telefonia celular, não forneça dados pessoais ou digite quaisquer números, sem antes verificar se a solicitação é proveniente da referenciada O estelionatário, dissimulando-se cliente do banco, fica na fila do caixa eletrônico e oferece ajuda à pessoa que apresenta dificuldades em operar a máquina. Ensina como operar o caixa eletrônico e memoriza a senha digitada pela vítima. Retira rapidamente o cartão, trocando-o por outro da mesma agência. A troca de cartões só é percebida tempos depois e, nesse intervalo, o estelionatário já efetuou vários saques na conta corrente da vítima.

COMO EVITAR

Nunca peça ou aceite ajuda de desconhecidos que se encontram junto aos caixas eletrônicos. Caso tenha dificuldades em realizar a operação, chame um funcionário do banco.

Observe sempre, após encerrar a operação, se o cartão que tem em mãos de fato é o seu.

GOLPE DO CARTÃO COM A TELA ABERTA

O estelionatário trava as teclas de operação do caixa eletrônico e quando a vítima se aproxima e introduz o cartão na máquina, digitando a senha e solicitando o serviço desejado (saque, extrato, transferência eletrônica, etc.), não consegue efetuar a operação.

O estelionatário, de pronto oferece ajuda, orientando a vítima a retirar o cartão e procurar outro caixa disponível, já havendo memorizado a senha.

A vítima se dirige a outro terminal, não encerrando a operação, deixando a tela do computador aberta, com seus dados bancários. O estelionatário destrava as teclas, e efetua quaisquer operações na conta corrente da vítima, saindo imediatamente do local, antes que a vítima constate o prejuízo que lhe foi causado.

COMO EVITAR

Solicite imediata orientação de um funcionário da agência bancária, quando o caixa eletrônico apresentar qualquer defeito. Nunca aceite ajuda de pessoas estranhas, independentemente de ter conseguido realizar a operação no caixa. Após o término da operação sempre aperte a tecla CANCELAR, e somente deixe o local quando a tela do computador reiniciar a operação.

GOLPE BOA NOITE CINDERELA

Moça ou rapaz falante e de boa aparência se aproxima da vítima, que normalmente está em um bar ou restaurante, intensificando um bom “papo” e, ao final da noite, oferece um chiclete ao novo amigo ou amiga, no qual contém uma droga ainda não identificada.

Depois de alguns minutos da ingestão da substância, a vítima entra em sono profundo, assim permanecendo até por mais de um dia, tornando fácil a subtração de objetos, como carro, jóias, dinheiro e cartões de crédito.

Outras vezes, a droga utilizada na ação delituosa é posta dentro de uma bebida, que ao ser ingerida pela vítima causa coma e sonolência de imediato, tendo seus pertences subtraídos.

O criminoso que não consegue drogar a vítima usa de violência para que ela forneça a senha, possibilitando os saques em sua conta-corrente.

COMO EVITAR

Não se deixar levar pelas aparências, pois moças e rapazes bonitos podem esconder um delinqüente. Não aceite ofertas de cigarros, balas, chicletes e muito menos de bebidas. Fique sempre atento às conversas e pessoas que estejam ao seu redor ou que lhe solicitem algo.

Evite receber pessoas estranhas em sua casa. Não se exponha inutilmente. Todavia, se recebê-las em sua casa, o faça de forma que sejam vistos pelo zelador, porteiro ou vigia, bem como anote o número da placa do carro utilizado pelo desconhecido, ou quaisquer dados que possam identificá-lo futuramente.

GOLPE DO CONSÓRCIO SORTEADO

Os estelionatários anunciam nos jornais de grande circulação vendas de ágios de consórcios sorteados, com a informação de que foram contemplados diretamente pela fábrica de automóveis.

É solicitado ao interessado o envio, via FAX, de cópia de documentos pessoais para a realização de contrato e o pagamento de uma taxa de baixo valor para a transferência de titularidade do referido consórcio.

As vítimas recebem cópia do suposto pedido do veículo junto à fábrica e da nota fiscal, e efetuam o pagamento, mediante o depósito de certa quantia como pagamento do veículo, em conta corrente do estelionatário, normalmente em agências de São Paulo.

Em geral as contas correntes são abertas com documentos falsos ou em nome de “laranjas” - pessoas ingênuas que emprestam suas contas bancárias para recebimento das “taxas” .

Os contatos telefônicos são feitos por meio de aparelhos celulares pré-pagos (celular de cartão) ou celulares convencionais adquiridos de forma ilícita (com documentos falsos).

COMO EVITAR

JAMAIS ADQUIRA VEÍCULOS EM OUTROS ESTADOS, MEDIANTE ANÚNCIOS EM JORNAIS, SEM VISTORIAR O VEÍCULO.

Não pague qualquer taxa antes de receber o veículo desejado e de preferência, adquira consórcio de empresas estabelecidas no Distrito Federal, após consultar o PROCON, a DECOM e demais órgãos de proteção ao consumidor, bem como o Banco Central, a quem cabe autorizar e fiscalizar os consórcios nacionais.

CONSÓRCIO DE CASA PRÓPRIA

Empresas fictícias anunciam nos classificados de jornais da cidade consórcios de casas próprias ou financiamentos para reformas de imóveis, induzindo a vítima a ingressar em grupos do consórcio, mediante o pagamento antecipado de taxas de administração, de contrato, e outras equivalentes aos valores desejados do financiamento, bem como o pagamento mensal de cotas pelo período mínimo de doze meses.

Decorrido o prazo para o recebimento do imóvel ou o financiamento para reformas, a “empresa” simplesmente fecha as portas e seus proprietários desaparecem com todo o dinheiro arrecadado.

COMO EVITAR

Antes de preencher qualquer proposta visando a integrar um grupo de consórcio manter contato com o PROCON, DECON e Banco Central, visando buscar informações quanto à idoneidade e legalidade da empresa prestadora do serviço, juntando documentos que possam futuramente comprovar toda a transação realizada.

GOLPE DA CAPEMI, MONTEPIO E ENTIDADES ASSEMELHADAS

A vítima recebe um telefonema do estelionatário, que se atribui à qualidade de funcionário de associações ou empresas de previdência privada, informando que existe um saldo em sua conta corrente e oferecendo o saque imediato, mediante o depósito correspondente ao pagamento de dez por cento do valor que a vítima tem a receber, em conta corrente indicada pelo estelionatário.

Após estar de posse de todos os dados da vítima como nome, CPF, endereço, número da conta, etc. o estelionatário deposita na conta corrente da vítima um cheque furtado/roubado, que fica bloqueado por mais de vinte e quatro horas.

A vítima verifica por intermédio de seu saldo que o depósito do valor informado pelo estelionatário foi realizado. Efetua, então, o depósito na conta do estelionatário e após alguns dias verifica que o cheque depositado em sua conta foi devolvido por ser produto de furto ou roubo.

COMO EVITAR

Jamais informe seus dados pessoais ou de sua conta corrente a estranhos, ainda que visando receber valores que porventura tenha direito.

Verifique sempre se aquela pessoa que se identifica como funcionário realmente pertence à empresa ou instituição referida, inclusive com o auxílio da lista telefônica, entrando em contato direto com a empresa ou instituição.

FRAUDE BANCÁRIA COM TRANSFERÊNCIA ELETRÔNICA

O estelionatário liga para um correntista de um determinado banco, passando-se por gerente ou funcionário da tesouraria, informando-o de que existe um saldo a ser creditado na conta da vítima, referente a erros contábeis quando do desconto do CPMF.

O golpista solicita que a vítima digite pelo computador ou no próprio telefone o número de sua conta corrente e da senha, que é gravada pelo estelionatário. De posse de tais dados, efetua transferências via internet de todo o saldo existente na conta da vítima para uma outra conta-corrente aberta com documentos falsos ou pertencentes a “laranjas” para o recebimento dos depósitos.

COMO EVITAR

Jamais forneça senha, CPF, número de conta corrente ou qualquer dado pessoal pelo telefone.

Ao receber um telefonema de pessoa se dizendo funcionário da agência bancária na qual você possua conta corrente ou de qualquer outra, solicitando dados pessoais ou bancários, não os forneça. Desligue o telefone e imediatamente entre em contato com sua agência, por meio de telefones existentes no talonário de cheques.http://www.marica.com.br/2005b/0808drdaniel.htm

Admin
Admin

Mensagens : 1060
Pontos : 2484
Data de inscrição : 24/05/2009

http://oulorivallan.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Atenção!!! Dicas de Como Evitar Golpes com Cartão de Crédito

Mensagem por Admin em 2nd Julho 2010, 5:03 pm

Atenção!!! Dicas de Como Evitar Golpes com Cartão de Crédito
Autor: FOTO GRAFIA (113)
Ver mais Guias do autor
72 de 72 qualificaram esse guia como útil.
Atualizado em 19/02/2009


Os ladrões estão cada dia mais criativos! Você recebe uma chamada e a pessoa diz:

- Estamos ligando do Departamento de Segurança da VISA (por exemplo). Meu nome é "Fulano" e meu número de identificação funcional é "tal" .. O Sr. comprou "tal coisa" ( qualquer coisa bem estranha, como um "dispositivo Anti-Telemarketing") no valor de R$ 497,99, de uma empresa em Porto Alegre?
É óbvio que você responde que não, ao que se segue:

- "Provavelmente, seu cartão foi clonado e estamos telefonando para verificar. Se isto for confirmado, estaremos emitindo um crédito ao seu favor. Antes de processar o crédito, gostaríamos de confirmar alguns dados:
o seu endereço é tal?" (Isto pode ser encontrado facilmente das listas telefônicas via Internet).

Ao você responder que sim, o golpista continua:

- "Qualquer pergunta que o Sr. tenha, deverá chamar o número 0-800 que se encontra na parte traseira de seu cartão e falar com nosso Departamento de Segurança. Por favor, anote o seguinte número de protocolo". O bandido lhe dá então um número de 6 dígitos e pede:

- "O Sr. poderia lê-lo para confirmar"? Aqui vem a parte mais importante da fraude. Ele diz então:

- "Desculpe, mas temos que nos certificar de que o Sr. está de posse de seu cartão. Por favor, pegue seu cartão e leia para mim o seu número". Feito isto, ele continua:

- "Correto. Agora vire o seu cartão e leia, por favor, os 3 últimos números (ou 4 dependendo do cartão)". Estes são os seus "Números de Segurança" (Pin Number), que você usa para fazer compras via Internet, para provar que está com o cartão! Depois que você informa os referidos números, ele diz:

- "Correto! Entenda que era necessário verificar que o seu cartão não estava perdido nem tinha sido roubado, e que o Sr. estava com ele em seu poder.
Isso confirma que o seu cartão foi mesmo clonado, infelizmente. O Sr. teria alguma outra pergunta"? Depois que você diz que não, o ladrão agradece e desliga.

Provavelmente, em menos de 10 minutos, uma compra via internet será lançada no seu cartão, e muitas outras, caso você não perceba a fraude até a chegada do extrato.

Como se proteger desta ação criminal? É quase inútil fazer denuncias à polícia. Até nos Estados Unidos é difícil o rastreamento destas ligações. Caso receba este tipo de ligação, você pode falar para o bandido desligar que você mesmo fará a ligação para o 0800 da sua operadora.

Mas, mesmo que você desligue, fica claro que a melhor maneira é estar alerta e comunicar a todo o mundo sobre a existência de mais este golpe. A informação é a nossa proteção.

Não custa ajudar a divulghttp://guia.mercadolivre.com.br/atencao-dicas-como-evitar-golpes-cartao-credito-52088-VGP

Admin
Admin

Mensagens : 1060
Pontos : 2484
Data de inscrição : 24/05/2009

http://oulorivallan.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Golpe do cartão de celular e outras armadilhas previna-se

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum