NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Tema: VIGILÂNCIA
Ontem à(s) 5:08 pm por Lourival soldado cristão

» EDVALDO OLIVEIRA ANDA MUITO AGITADO PARTE 2
17th Novembro 2017, 7:14 am por Jahyr

» EXPLICANDO O OCULTISMO PARTE 8
16th Novembro 2017, 11:00 am por Jahyr

» EXPLICANDO O OCULTISMO PARTE 7
16th Novembro 2017, 10:52 am por Jahyr

» EXPLICANDO O OCULTISMO PARTE 6
15th Novembro 2017, 4:15 pm por Jahyr

» EXPLICANDO O OCULTISMO PARTE 5
15th Novembro 2017, 4:04 pm por Jahyr

» EXPLICANDO O OCULTISMO PARTE 4
9th Novembro 2017, 7:42 pm por Jahyr

» EXPLICANDO O OCULTISMO PARTE 3
9th Novembro 2017, 7:38 pm por Jahyr

» EXPLICANDO O OCULTISMO PARTE 2
9th Novembro 2017, 7:31 pm por Jahyr

Novembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930   

Calendário Calendário

Quem está conectado
88 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 88 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4293 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de João Celso

Os nossos membros postaram um total de 30096 mensagens em 13025 assuntos

Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema

Mensagem por Lourival soldado cristão em 4th Outubro 2012, 1:28 pm


Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema


[color:8fe2=#555]






No
princípio, o Senhor escolheu doze apóstolos, deu-lhes poder sobre os
espíritos imundos para os expulsarem e para curarem toda enfermidade e
todo mal. Enviou os doze e lhes ordenou, dizendo: Ide antes às
ovelhas perdidas da casa de Israel, e pregai, dizendo: É chegado o Reino
dos céus. Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos,
expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai
.







Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos; nem alforjes
para o caminho, porque digno é o operário do seu alimento.
Acautelai-vos, porém, dos homens, porque eles vos entregarão aos
sinédrios e vos açoitarão nas suas sinagogas; e sereis até conduzidos à
presença dos governadores e dos reis, por causa de mim, para lhes servir
de testemunho, a eles e aos gentios
(Mateus cap.10).





Gostaríamos de compartilhar com os irmãos uma particularidade
indispensável, neste texto, quando o Senhor separou os doze para iniciar
a obra, observem que o Senhor deu-lhes poder sobre os espíritos
imundos para libertação de todo mal como: Curar enfermos, limpar
leprosos, ressuscitar mortos, expulsar os demônios; porém os alertou: De graça recebeste, de graça dai.




E ordenou: Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos; nem alforjes (sacola) para o caminho, porque digno é o operário do seu alimento. Desde então Jesus ordenou aos discípulos, exercer o ministério de graça, como também não possuir: Ouro, prata, nem a sacolinha.





Irmãos, aqui começa o maior conflito dos pregadores contemporâneos em
analogia à Palavra e perseguição aos verdadeiros discípulos que não
aceitam dinheiro para fazer a obra do Senhor.




O
pregador, quando em missão, caso não tenha condições próprias para sua
manutenção, até poderá receber alguma coisa, mas somente o indispensável
ao cotidiano, exemplo: O alimento, a pousada, eventualmente vestes,
transporte... Mas tomar dinheiro dos irmãos, em nome do sangue e do
sacrifício do Senhor Jesus, isso nunca poderá ser praticado.




Porque desde o princípio, Jesus ordenou que o Evangelho fosse anunciado DE GRAÇA, e não revogou essa ordenança, e qualquer alteração criada pelo homem estará adulterando a Palavra do Senhor.




E,
lamentavelmente há pregadores torcendo a verdade de Cristo em mentira,
anunciando que Judas Iscariotes era o tesoureiro do grupo, fundamentados
na passagem bíblica no livro de João 13.26-29 onde ocasião em que o
Senhor, após ter dado o bocado molhado para Judas disse-lhe: O que fazes, fá-lo depressa.




E
nenhum dos que estavam assentados a mesa compreendeu a que propósito
lhe dissera isto; e, como Judas tinha a bolsa, pensavam alguns que Jesus
lhe tinha dito: Compra o que nos é necessário para a festa, ou que
desse alguma coisa aos pobres.




Mas em Lucas 10.4, Jesus disse aos discípulos: Não leveis bolsa, nem alforje...
Entretanto, em João 12.6, desvenda o porquê Judas tinha bolsa,
relatando: Ora ele (Judas Iscariotes) disse isto, não pelo cuidado que
tivesse dos pobres, mas porque era ladrão, e tinha a bolsa, e tirava o
que ali se lançava.





Está revelada a palavra, Judas tinha bolsa por duas razões:
Primeiramente porque era desobediente, isso é, descompromissado com a
verdade (Lucas 10.4), e também porque era ladrão (João 12.6), e tirava
as coisas que ali se lançava.





Os pregadores que apreciam Judas como tesoureiro, contraditam a
Palavra do Senhor que o declara ladrão. Como também, não podemos tomar
como exemplo a conduta de Judas, para aplicá-la como regra de doutrina a
igreja, para pedir ou aceitar dinheiro sob pretexto de evangelização,
pois, o Senhor reprova e condena todos os seus atos (João 6.70 e 17.12).




E
nos últimos momentos, antes de Cristo ser entregue aos seus executores,
reuniu os discípulos que haviam de trabalhar pelo seu nome, e lhes
falou sobre as perseguições e tribulações que havia de vir sobre eles, e
os instruiu dizendo:




Tenho-vos
dito essas coisas para que não vos escandalizeis. Expulsar-vos-ão das
sinagogas; e vem mesmo a hora em que qualquer que vos matar cuidará
fazer um serviço a Deus
(João capítulo 16). Jesus avisou previamente e declarou:Expulsar-vos-ão das sinagogas.





Então perguntamos: Quem, e em que ocasião os seus discípulos serão
expulsos das sinagogas? Certamente todo aquele que discordar da doutrina
das instituições eclesiásticas religiosas denominacionais apelidadas de
“igreja”, legalmente constituídas, torna-se candidato a expulsão.





Ao pregar o Evangelho nas “igrejas”, caso o sermão seja em harmonia com
a doutrina estabelecida pelo estatuto da organização, com certeza será
bem-vindo e acolhido no seio da congregação. Mas ainda que a pregação
esteja em conformidade com a Palavra, mas contrariar os princípios
doutrinários da instituição, você estará fora do sistema.




E
para isso, não precisa muita coisa não, basta pregar só a Verdade
estabelecida no Evangelho de Cristo, anunciar por exemplo que o homem
tem que viver do suor do seu rosto, porque hoje não existe mais a figura
do levita, que “DÍZIMOS e OFERTAS” são ordenanças abolidas, e no
tempo da graça ninguém precisa pagar mais nada pelas bênçãos e
salvação, porque Cristo pagou o mais alto preço pela aspersão do seu
próprio sangue.





Pronto, você nem imagina o tamanho da confusão que você acabou de
arrumar com a liderança, e até mesmo com os membros da igreja, os quais
patrocinam a mordomia do clero.





Mas poderá alguém contrariar a verdade de Cristo em detrimento a
doutrina de homem? Nós não recebemos o Evangelho por vontade de homem
algum, e o nosso compromisso é com o nosso Salvador, e os que desejam
alcançar o Reino de Deus terão que praticar a verdade, ao contrário, não
verão a sua glória do Altíssimo.





O Capítulo 9 do Evangelho de João, narra que o Senhor curou um rapaz
cego de nascença, e esse, fora pressionado e perseguido pelos fariseus
(principal religião entre os judeus), por causa do nome do Senhor, como
também os seus pais, os quais negaram a Jesus (João 9.22) porque temiam
os judeus, porquanto os judeus tinham resolvido que, se alguém
confessasse ser Ele o Cristo, seria expulso da sinagoga.





Apesar de tudo, até muitos dos principais entre os judeus creram em
Jesus; mas não o confessavam por causa dos fariseus, para não serem
expulsos da sinagoga (João 12.42). E os fariseus continuam administrando
as igrejas, e anunciando um evangelho apócrifo, conhecido nos meios
evangélicos como o
evangelho da prosperidade, enganando e sendo enganados.





Testemunho por experiência própria, no início da minha conversão,
comecei lendo o Novo Testamento, e o Espírito Santo de Deus revelava-me a
Palavra, sentia o Espírito de Deus cochichando aos meus ouvidos, e
quando eu participava de algum culto, observava a pregação, que na
maioria das vezes, afrontava a verdade de Cristo.





Aquilo me causava angústia e vez por outra tentei me aproximar desses
pregadores e anunciar a verdade, porque na minha ingenuidade, acreditava
que poderiam mudar e prestar um grande serviço a Deus, mas eles me
recebiam com pedras, me tratavam como neófito, e diziam que eu precisava
orar e pedir sabedoria a Deus para entender a licitude e benefícios dos
dízimos e ofertas, como também, outras doutrinas estranhas que aplicam
às “igrejas”.





Certa ocasião, ao visitar uma grande denominação da cidade de Londrina,
o “pastor” estava orando no púlpito, e ao me ver adentrar, pronunciou a
seguinte frase: “Irmãos, o inimigo não quer o crescimento financeiro
desta igreja”. Aquilo me causou profunda dor, não pela humilhação
sofrida, mas pela infelicidade na colocação das suas palavras, porque
dias antes, eu havia lhe anunciado justamente a verdade de Cristo, o
qual disse aos seus: De graça recebeste, de graça dai.





Conclui-se que o inimigo que não queria o crescimento financeiro da
igreja que se referia esse “pastor”, só pode ser Cristo, porque não
fomos nós quem escrevemos o Evangelho, mas toda Palavra foi divinamente
inspirada pelo Espírito Santo do Senhor.




Em
outra igreja, o “pastor” fez uma pregação exclusivamente direcionada a
minha pessoa, objetivando humilhar-me ao saber que havíamos passado uma
cópia do estudo bíblico
a verdade sobre os dízimos para um membro da sua igreja.





E na sua preleção, ele declarou: “Sou um pastor formado há tantos anos
(não me lembro quanto tempo) e não admito heresias de neófito na minha
igreja”. Esse “pastor” contraditou tanto, que ao fim da sua pregação as
suas palavras tornaram-se peçonhentas contra si mesmo, pois, confessou:
“Eu sei que o dízimo pela lei é abolido, mas o dízimo de Abraão, esse
dízimo jamais será revogado”. Na realidade ele não tem noção da
amplitude de sua heresia.




Outro
“pastor” me alertou em tom ameaçador: Irmão, pare com isso, porque você
é uma formiguinha que está caminhando de encontro a uma manada de
elefantes. Você acha que se fosse assim, Deus iria deixar de revelar
essas coisas a tantos pastores sábios, para revelar justo a você, que é
um neófito?




Observem que esse “pastor” também contraditou Jesus novamente, o qual declarou: Graças
te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultastes essas coisas
aos sábios e inteligentes e as revelaste aos pequeninos
.





Nesse tempo, abriu-se uma igreja próxima da minha casa, fiz algumas
visitas e o “pastor” com a sua esposa começaram a frequentar nossa casa.
Certo dia, ele começo a me falar sobre o dízimo, então rechacei essa
ordenança do Antigo Testamento. Ambos ficaram excessivamente nervosos, e
só não me agrediram fisicamente porque estavam dentro da minha casa,
mas não pouparam agressão verbal, e encerraram a amizade não só com
minha pessoa, mas com todos da minha família.




Nessa
caminhada recebemos muita afronta dos defensores dos dízimos,
entretanto, de minha parte nunca com espírito de contenda, mas sempre
com mansidão, e vários nos deram as costas, e o mais curioso é que a
maioria dos pastores dizem sempre a mesma coisa: “O irmão precisa orar
muito para discernimento que é lícito receber o dízimo no Novo
Testamento”.





E constantemente somos execrados através do fale conosco do site,
quando não, pessoalmente. E tudo isso ocorre por uma única razão: Porque
anunciamos que a obra de Cristo deve ser realizada de graça como faziam
os seus apóstolos e discípulos, conforme ordenança da Palavra do Senhor
no Novo Testamento. Mas essas afrontas não são motivos para enfraquecer
a nossa fé, ao contrário, há razão de sobra para alegrarmo-nos, porque
no Evangelho de Mateus 5.10-12, Jesus nos conforte dizendo:




Bem-aventurados
os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino
dos céus; bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem, e
perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha
causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos
céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós
.





E na primeira carta aos Coríntios 4.13, a Palavra relata que somos
blasfemados e rogamos; chegamos a ser como o lixo deste mundo e como a
escória de todos.





O capítulo 4 do Evangelho de Lucas, conta que Jesus, ao declarar-se
ungido de Deus para evangelizar os pobres, pregoar liberdade aos cativos
e dar vistas aos cegos, todos na sinagoga, ouvindo essas coisas, se
encheram de ira. E, levantando-se, O expulsaram da cidade e o levaram
até ao cume do monte em que a cidade deles estava edificada, para dali o
precipitarem.




A
igreja primitiva de Cristo também sofreu uma perseguição
ferrenha pelos judeus, os quais taparam os ouvidos para não ouvir
falar de Cristo, para não mudar os costumes legado por Moisés.





Muitos dos discípulos foram presos, açoitados e sofreram morte
violenta. Os judeus respiravam ameaças e muitas vezes, castiga-os por
todas as sinagogas, não conhecendo a justiça de Deus e procurando
estabelecer a sua própria justiça. E com a igreja de Cristo não será
diferente, coisas inesperadas ainda acontecerão, mas não há nada a
temer, mas crer somente, que servimos a um Cristo vivo, que não
permitirá que sejamos tentados acima daquilo que possamos suportar,
porque com a tentação virá também o escape (I Coríntios 10.13).





O Senhor ampara os que são seus. Vamos ao bom combate até o fim,
porque grande será o galardão no Reino do Céu, porque o Senhor disse: Quem ouve a vós, a mim me ouve; e quem rejeita a vós a mim rejeita; e quem a mim rejeita, rejeita aquele que me enviou (Lucas 10.16).




Isso vos farão, porque não conheceram ao Pai nem a mim (João 16.3).




Louvai ao Senhor!






Assumam seu Ministério


[color:8fe2=#555]
Posted: 03 Oct 2012 09:30 AM PDT





Amados
irmãos no amor fraternal de Cristo, diariamente recebemos mensagens de
irmãos de diferentes regiões, querendo congregar conosco, e muitos
irmãos perguntam: Tem igreja de vocês aqui na minha cidade, ou um grupo de irmãos para que eu possa me ajuntar?




Então lhes sugestionamos a assumir o próprio ministério começando a fazer reuniões em casa ou nas casas dos irmãos,
exatamente como faziam os Apóstolos e discípulos de Cristo por ocasião
do início da igreja primitiva, porque qualquer que seja a instituição
religiosa que você for sempre haverá confronto com a Palavra, visto que a
religiosidade rotulada é a dissensão do Corpo de Cristo e por isso não
salva. Mas o nosso humilde aconselhamento e uma solução acertadíssima
para o seu caso que assim como nós você também se decepcionou com o
sistema denominacional, é você assumir o seu próprio ministério


E
pela infinita misericórdia do Pai Altíssimo, Ele tem nos usado para
formar reuniões em cidades longínquas, até em outros países, e isso
ocorre justamente na ocasião em que identificamos irmãos desapontados
com o sistema religioso e com o desejo de servir a Deus puramente, visto
que o atual sistema denominacional, local em que confinam as ovelhas
para tosquiá-las, contraditam a Palavra do Senhor, o qual nos ordenou a
fazer discípulos (Mateus 28.19, 20).


Considerem
que as ovelhas estão com os lombos calejados de serem tosquiados.
Muitos líderes, fazem chantagem espiritual, usam a mentira para
extorquir as ovelhas, e ainda ousam a nos desafiar com ameaças, mas nós
não os tememos, porque o nosso compromisso não é com homem algum, mas
com o Pai Altíssimo e o Messias, nosso Senhor e Salvador.


Observe
que a ordenança do Senhor para anunciar o Evangelho não é apenas para o
líder da igreja ou para um grupo de missionários treinados
especificamente para isso, mas para todos que receberam a graça da
salvação.


Leia
a parábola dos talentos para conhecer mais profundamente a missão
incumbida para todos os servos do Senhor. Clique neste link leia o
estudo completo
A quem ordenou Jesus pregar o Evangelho?


Provavelmente
virão perseguições, embaraços, muitos o criticarão. Falo por
experiência, eu sei o que é ser humilhado diante de todos por anunciar a
Verdade, e isso ocorre com os que não se submetem a imposição do homem.


E
não há nada a temer e nem a lamentar, apenas agradecer ao Pai, porque
no sistema religioso ou você faz o que a liderança ordena ou está fora
do sistema. Mas nós somos livres, libertos do sistema religioso pela
aspersão do sangue do nosso Redentor, e Ele afirmou que pelo seu nome
seríamos expulsos das sinagogas. Então lhe pergunto, em que condições
seremos expulsos, se falarmos somente o que lhes interessa? Mas quando
anunciamos a verdade, tocamos em suas feridas, porque não conhecem o
verdadeiro propósito de Deus para o homem.


A
Palavra nos ensina que os verdadeiros servos de Deus devem reunir-se
em casa, em dias e horários previamente combinado, para adoração ao
Senhor, estudo da Palavra, evangelização, oração, prestar socorro aos
necessitados do grupo e aos de fora, que se faz necessário
naturalmente, e isso foi providenciado por Deus.


Porque os ensinamentos do Evangelho de Cristo, dizem que nós somos o templo do Espírito Santo e seus membro em particular,
por esta razão não precisa da estrutura física, para não gerar
despesas e onerar aos irmãos, porque o Evangelho deve ser anunciado
conforme ordenança do Senhor Jesus (Mateus 10.5...): De graça.


Por
isso, não podemos aceitar dinheiro e nem benefício algum, em nome do
sangue e do sacrifício de Jesus, porque o Senhor assim ordenou.


Amado,
a maior e melhor iniciativa da sua vida foi quando você ouviu a voz do
Senhor por ocasião do chamado de Deus, o segundo grande passo rumo à
Cidade Santa é assumir o seu ministério com o desejo e a vontade de fazer a obra do Senhor genuinamente.


O
seu chamado é uma convocação, porque é de uma grandeza que muitos ainda
não se deram conta dessa realidade, essa ordenança não é exclusividade
para os líderes das instituições religiosas, mas para todos os que creem
no Evangelho de Cristo (Mateus 28.19, Marcos 16.15, João 15.16 e Atos
1.Cool.


Muitas vezes há resistência até dentro da nossa própria casa,
mas isso é um assunto meticuloso, precisamos de muita habilidade
espiritual para essas situações, porque não é por força e nem violência,
mas pela santificação, sabedoria espiritual, oração para expulsar e
repreender toda obra do maligno.


Irmão,
um detalhe importante, o nosso aconselhamento é não entrar em contenda
com ninguém por causa dos dízimos e nem por qualquer outro assunto, por
que a contenda, o debate só interessam ao inimigo, apenas anuncie,
Cristo ensina que quando não aceitarem a verdade, devemos sacudir a
poeira das sandálias, e bater em retirada, porque no julgamento, haverá
mais rigor para esses que taparam aos ouvidos para não conhecerem a
Verdade do que para os de Sodoma e Gomorra.


Outra recomendação, não perca seu tempo tentando convencer pastores e líderes de instituições religiosas e aqueles que não têm compromisso com a verdade,
porque eles sabem tanto quanto nós que o dízimo, assim como toda a lei,
são ordenanças abolidas, mas não aceitam a verdade, e se pregam a
prática do dizimo não é por inocência, é por avareza mesmo. Mas deixe os
sábios e eruditos de lado, porque o nosso compromisso é alcançar as
ovelhas desgarradas, as perdidas, porque Cristo assegurou que não veio
chamar os justos, mas os pecadores ao arrependimento.


Sugerimos
a convidar irmãos, parentes, vizinhos, amigos, inimigos, enfim, todos
que almejam o Reino do Céu, e comece a fazer como os Apóstolos,
anunciando na sua própria casa ou na casa onde for convidado, que é
chegado o Reino do Céu.


Vá anunciando conforme as suas posses, e compartilhe
com os irmãos as revelações, explicando detalhadamente a razão da sua
sabedoria em torno do tópico, e acima de tudo, o Espírito Santo do
Senhor é quem revelará a Palavra (I João 2.27).


Amado
em Cristo, para se fortalecer espiritualmente faça da oração um hábito
diário e constante, ore ao levantar, antes as refeições, ao repousar,
enfim, sempre que houver oportunidade procure se aproximar do Senhor
através da oração, porque Ele mesmo recomenda que devemos orar sem cessar (I
Tessalonicenses 5.17), isso é, estar em comunhão constante, e colocar o
Altíssimo sempre em primeiro plano em todos os momentos da nossa vida.


Mas
a prática para evangelizar se dará através da leitura da bíblia
frequentemente para receber conhecimento e revelações da Palavra,
fortalecimento da fé, porque precisamos meditar e aprofundar na
Palavra do Evangelho de Cristo, buscando sempre a leitura do Novo Testamento,
não que estejamos preterindo a Velha Aliança, aliás, precisamos
conhecê-la, mas como cultura espiritual para saber como o Senhor tratava
com os nossos antepassados, os povos da antiguidade, as leis, os Salmos
e as revelações do Messias para salvar o homem do pecado e da morte,
mas a doutrina bíblica para salvação está
contida no Novo Testamento (Romanos 1.16 - I Coríntios 15.1 e 2),
mesmo porque Jesus mandou pregar o Evangelho (Mateus 28.19 e Marcos
16.15).


Recomendamos também a leitura dos estudos bíblicos do
site para crescimento espiritual, os quais são indicados para iniciar a
evangelização. Mas acima de tudo confie no Senhor e não se deixe abater
pela afronta do inimigo, antes ore, e, em nome de Cristo, nosso Senhor e
Salvador, repreenda e expulse toda manifestação maligna, porque maior é
o que está em nós, do que os espíritos do mundo.


Amado em Cristo, ajude-nos a espalhar essa semente, o Evangelho de Cristo.


Em caso de dúvida, comunique conosco através do e-mail abaixo.


Louvai ao Senhor!


No amor de Cristo, irmão Ricardo Adam, apenas servo, pela misericórdia do Altíssimo






Manual Como se Defender do Evangelista CCB


[color:8fe2=#555]
Posted: 03 Oct 2012 08:00 AM PDT





Não se una a CCB sem fazer este teste antes.


1.Introdução

“Ai
de vós escribas e fariseus, hipócritas! Pois percorreis o mar e a terra
para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do
inferno duas vezes mais do que vós”.Mateus 23:15

O objetivo
deste estudo é desmascarar o falso evangelista da CCB. Gostaria de
esclarecer de que não sou contra os verdadeiros evangelistas, e até
reconheço que existam, assim como existem as moedas verdadeiras e as
falsas. No entanto, se você deseja cultuar a Jesus Cristo, anseia por
servir a Deus, e procura uma denominação que pregue a Jesus Cristo e o
puro evangelho, você precisa saber de certas coisas. Agora, se você já
pertence a alguma denominação evangélica e está sendo assediado por
algum adepto da CCB, que quer a qualquer custo retirá-lo de sua
comunidade, não deixe de atentar para as explicações que darei. Para
tanto, lanço um desafio de você imprimir este texto, e examinar a
verdade.

2.Lobos em peles de cordeiros

Quando
olhamos alguém pela aparência, podemos nos enganar profundamente. O
próprio Senhor deixou claro que é do homem ver aquilo que está diante de
seus olhos, porém, Ele atenta para o interior (I Samuel 16:7; Mateus
22:16).

Um verdadeiro evangelista se distingue do falso pela
mensagem que apregoa. O evangelista cristão é alguém comissionado por
Deus, para pregar o evangelho de Cristo para todos os pecadores sobre a
face da terra (Marcos 16:15; Romanos 15:15-16). A mensagem apregoada
está intrinsecamente centralizada na obra redentora de Cristo (I
Coríntios 15:1-4), e transmite uma Pessoa viva, como a única solução
para o homem perdido e pecador (I Coríntios 1:23-24, 2:1-2).

O
falso evangelista é conhecido na Bíblia como ‘falso profeta’ (Mateus
7:15), dando assim ênfase para o tipo de mensagem apregoada por ele.
Jesus salientou que os falsos profetas viriam até nós vestidos como
ovelhas, mas por dentro seriam lobos devoradores (Mateus 7:15). Isso
indica que esses falsos profetas poderiam ser até mesmo confundidos com
verdadeiros. Se nosso critério de julgamento for coisas do tipo: a
aparência piedosa, palavras humildes, sinais e maravilhas, carregar uma
Bíblia nas mãos, citar um ou outro trecho bíblico, profecias ditas aos
‘cachos’,...poderemos ser enganados! Mas se analisarmos detidamente a
mensagem apregoada por eles, e a compararmos com o único critério
confiável e fidedigno, a Bíblia, e percebermos que destoa do evangelho
de Deus, deveremos de imediato rejeitar, para não sermos enganados.

O
objetivo dos falsos profetas é de distrair-nos de Cristo, fazendo com
que tenhamos uma religiosidade, e não um viver cristão genuíno. Quando
engodados pelos falsos profetas ao invés de satisfazermos o coração de
Deus, afastamo-nos mais Dele (Gálatas 1:6-9)

Muitas pessoas estão
hoje dentro de um movimento sectário, por faltar-lhes conhecimento
bíblico. Outros estão quase se debandando de suas denominações
evangélicas para uma seita, por faltar o mesmo tipo de conhecimento que
leva a um relacionamento sério e íntimo com Cristo Jesus.

3. Preparando-se para o assédio dos evangelistas da CCB
Muita
Atenção! Leia pelo menos cinco vezes, analise, reflita, e só depois
disponha a colocar em prática o que aqui você vai aprender! O importante
é saber a verdade, antes de você assumir maiores compromissos com a
CCB, para que depois não venha a se lamentar por descobrir coisas que
talvez você desconhecesse. Antes de entrar para a CCB muitos talvez
tenham sido pressionados pela família, ou por amigos, para não tomar uma
atitude precipitada. É provável que algum irmão da sua antiga
denominação possa ter dito, que você poderia se arrepender mais tarde.
Mas depois do batismo ou do rebatismo (no caso de evangélicos
conquistados), é difícil lidarmos com o orgulho, que insiste em não
querer admitir que fizemos a escolha errada.

4.Testando os evangelistas da CCB

Para
facilitar seu discernimento do conteúdo da mensagem que o evangelista
da CCB lhe está pregando atente para os seguintes procedimentos,
análises, e perguntas que deverão ser feitas durante o diálogo.

Se você for evangélico, fique em espírito de oração durante o dialogo, para que Deus alcance o evangelista.

Quando
você for citar o nome de alguma denominação, faça questão de citar
Assembléia de Deus, por causa, da rivalidade que a CCB tem contra essa
denominação em especial.

Não fique impressionado com o
evangelista, ele apenas é mais um promotor de engano religioso, como
qualquer outro. Tenha sempre em mente, que as aparências enganam.

O
desejo dele vai ser a todo custo conquistá-lo para a CCB, portanto não
exite em fazer as perguntas e colocações que estão dispostas abaixo:



A – Pregando Cristo ou CCB ?

Quando você for abordado, diga a ele:

- Me fale sobre Jesus Cristo, a doutrina do evangelho.

Peça
para o evangelista expor tudo sobre Jesus Cristo sem citar em nenhum
momento o nome da Congregação Cristã no Brasil, e sem lhe dizer que você
precisa ir para a CCB para ser salvo. Conforme ele falar vá anotando as
frases mais importantes e deixe anotado.

Análise:

Se o
evangelista, falar pelo menos meia hora, sobre Jesus Cristo e sobre o
evangelho, sem citar de forma alguma a CCB, pode continuar, pois a
primeira fase está vencida e aprovada.


B – Sobre o Batismo

Pergunta
1 : Se uma pessoa aceita Jesus Cristo como seu único e suficiente
Salvador, a pessoa pode obter Salvação e Vida Eterna, independente do
batismo?


Pergunta 2 : O batismo realizado pelos pastores evangélicos é válido?

Detalhe:
Se ele disser que não é valido, pois não é por imersão, e/ou porque é
feito por pastores assalariados, ladrões ou desonestos. Então faça a
próxima pergunta: E quando um adepto da CCB é batizado por ancião que
depois descobre que era adúltero ou homossexual? Este batismo era válido
ou não?


Pergunta 3: Se uma pessoa é batizada por imersão aos
moldes da CCB, por um pastor que não recebe salário,e numa denominação
que o povo não dá o dízimo, exatamente como a CCB apregoa, este batismo é
verdadeiro? É aceito pela CCB, ou mesmo assim, estando dentro da
“doutrina de Cristo”, tem que haver rebatismo, mesmo na Bíblia estando
escrito que é um batismo apenas?

Análise:

Se o evangelista
desassociar batismo de salvação, e reconhecer o batismo de outros
grupos, e principalmente dos similares a CCB, essa segunda fase está
vencida e aprovada. Porém, peça para ele, caso ele diga que não precisa
rebatizar, o nome de um ancião, e que você possa ligar para o ancião
naquele momento na frente dele para confirmar se é verdade mesmo.

C - Pecado

Pergunte:
Se um membro pecar de adultério, tem perdão? E peça para ele explicar
sobre o texto da Bíblia onde diz que ‘todos os pecados tem perdão exceto
a blasfêmia contra o Espírito Santo’ (Mateus 12:31),

Obs: Se
neste momento o evangelista, falar que Deus não perdoa pecado de morte,
pergunte a ele, se ‘pecado de morte é aquele que a pessoa não se
arrepende, ou pecado de morte é adultério’? Após a resposta que lhe der,
pergunte- Se adultério é pecado de morte, e não tem perdão, então uma
pessoa que é cristã, batizada em uma denominação evangélica, mas cometeu
o adultério, essa pessoa tem ainda perdão ou não? Se ele responder que a
pessoa ainda tem perdão porque não se batizou na CCB, então pergunte:
Então o adultério só é pecado de morte quando alguém se batiza na CCB? A
ação de Deus em perdoar ou não determinado pecado está restrito ao
batismo da CCB?

Ouça e tire suas conclusões.

Reafirme sua
pergunta: Deus perdoa cristãos que adulteraram antes de se rebatizarem
na CCB, e após entrar para a CCB, Deus não perdoa mais?

Lembre-se
que neste ínterim, o diálogo passou pela primeira fase e a segunda
fase, mencionadas anteriormente. Então o evangelista tratou apenas de
Cristo, e não associou a salvação ao batismo, mas apenas a fé. Com isso
em mente, faça uma pergunta que unirá o ponto do pecado aos dois
anteriores, e se houver alguma dissimulação da parte do evangelista será
desmascarada.

Lembre ao evangelista que há minutos atrás ele
tinha falado que todos que aceitam a Jesus Cristo terão salvação. Porque
agora só não tem perdão após o rebatismo na CCB? Porque pecar de morte
antes de entrar na CCB, após ter conhecido Cristo em outra denominação
(que ele disse que Deus aceita), tem perdão?


Olhe fixamente
nos olhos do evangelista, e não deixe ele mudar o contexto da conversa,
nem começar a contar testemunhos. Peça a resposta somente desta
pergunta, sem permitir testemunhos e nem maravilhas.

Análise:

Se o evangelista mantiver que o adultério não é pecado de morte, essa terceira fase está vencida e aprovada.


D – Sobre o amor

No
geral as seitas tratam com desprezo os que se desligam delas. Os
dissidentes são taxados de ‘pecadores’, ‘desviados do caminho’,
‘pecadores contra Deus’, ‘aqueles que deixaram Deus para voltar ao
próprio vômito’. Cortam toda relação de amizade com eles, e abandonam a
pessoa tratando-a como uma pecadora de morte, mesmo que ela continue
crendo em Jesus.

Com base nisso, pergunte ao evangelista:

Como
são tratadas as pessoas que decidem desligar-se da CCB, e mudar para a
Assembléia de Deus, por exemplo, sem ter cometido nenhum pecado grave?


Como são tratadas estas pessoas?

Peça o nome de cinco famílias que saíram da CCB, para você saber se estas recebem amor e visitas da irmandade da CCB.

Pergunte
se quando você eventualmente decidir sair da CCB, e continuar a ser
cristão, a irmandade vai continuar a visitar sua casa, e lhe tratar como
cristão. Pergunte e exija, o nome de cinco famílias em que ocorreu
isso, e se foram bem tratadas.

Análise:

Nesta fase procure
notar o comportamento e as reações do evangelista. Observe se ele fica
agressivo, ou se altera seu tom de voz. Se ele demonstrar consideração, e
não revelar nenhum preconceito contra os que saem da CCB, essa quarta
fase está vencida e aprovada.


E – Sobre a Misericórdia

Pergunte ao evangelista –

Se
uma pessoa, que for músico da orquestra cai no mundo das drogas ou do
alcoolismo, aonde toda a irmandade da comum dele saibam do fato, se este
membro é tratado com amor, carinho e ajudado em tratamentos ou se ele é
somente CORTADO?...Peça exemplos e nome de famílias.


Se o
Evangelista não tiver o nome destas famílias, peça o telefone do ancião
da sua região que seja da CCB, e peça ao ancião. Se o ancião não tiver,
ligue no Brás, na frente do evangelista. Veja se ele permite!

Análise:

Mais
uma vez a reação do evangelista deverá ser avaliada. Se ele mantiver a
calma, e não se indispor em dar as informações, essa quinta fase está
vencida e aprovada.

F – Sobre a Ceia do Senhor ou Santa Ceia

Estamos
considerando que o evangelista disse que aceita todos os cristãos como
cristãos, sem discriminar pela placa. Neste momento pergunte:

Nas
seitas heréticas a Ceia do Senhor Jesus Cristo, só pode ser celebrada
por todas as pessoas que aceitam Jesus Cristo como Salvador, desde que
estas sejam membros delas. Como é a Ceia do Senhor na CCB? É entre todos
que confessam que Jesus Cristo é o Salvador e Filho de Deus
independente da denominação, conforme anteriormente dito que a CCB
aceita a todos, ou a CCB é igual às seitas heréticas?

Análise:

Se
você chegou com o evangelista nessa fase, é sinal de que ele manteve
durante o diálogo: que Jesus é único Salvador, o batismo é ponto
secundário, o adultério não é pecado de morte, devemos demonstrar amor e
tratar bem aqueles que discordam dos nossos pontos de vistas e deixam
nosso grupo, devemos ter misericórdia e perdoar os que caíram, e a ceia é
aberta para todos os que crêem em Cristo. Então essa fase está vencida e
aprovada.

G – Usos e costumes

Pergunta 1: Camisa é roupa
de homem ou mulher? E meia? Camiseta? Blazer ? Jaqueta? Blusa? .Após ele
falar que ’tem modelo para mulher e tem modelo para homem’, tem roupas
unisex, e o que importa é o modelo, aí você pergunta: E calça comprida
de strech ou calça de seda, viscose ou crepe?


Pergunta 2: O véu salva? Se eu (no caso a mulher) não usar véu, mesmo crendo em Jesus Cristo, eu tenho salvação?

Pergunte ainda:

Evangelista...me
explique.......”O cabelo foi dado em lugar do véu?” (I Coríntios 11:15)
Se ele for falar que o véu é pelo poderio dos anjos, pergunte ‘se temos
que honrar os anjos?’ Somos todos iguais, após sermos novas criaturas
ou somos um inferior ao outro dependendo do sexo? Pergunte: Deus é homem
ou mulher? Depois pergunte - Se Deus não tem sexo, porque privilegiaria
um em detrimento do outro?


Análise:

Continue
analisando a postura do evangelista com você. Observe se ele se apega
muito a questão de usos ou costumes, se ele se mostra machista, ou
ignorante quanto o papel da mulher. Se ele não der importância para usos
e costumes, não vincular a salvação ao uso do véu, e prezar pela
igualdade entre homens e mulheres, essa fase está vencida e aprovada.


H – Revelação de novos obreiros

Pergunte
ao evangelista, ‘se os novos obreiros são indicados, ou revelados pelo
Espírito Santo? Pergunte porquê numa reunião de anciãos mais velhos no
Brás, você leu na Internet que tem cerca de cinqüenta anciãos orando, e
uns dizem que sentem da parte de Deus que tal pessoa deve ser do
ministério, e outros ao mesmo tempo dizem que não sentem? Acaso Deus é
‘Deus de confusão’?(I Coríntios 14:33)

Pergunte: Deus revela a
Palavra na boca do ancião? (O evangelista vai dizer que sim). Então faça
outra pergunta: ‘Mas se depois, descobrem que esse mesmo ancião há
muitos anos já era adultero ou homossexual? (Após isso o evangelista
dirá que Deus cumpre sua palavra mesmo saindo da boca de pecadores, por
amor aos simples e escolhidos, e pequenininhos) Ai então você pergunta:

E Deus não cumpre a palavra pregada por pastores ladrões por amor aos pequenininhos da Assembléia de Deus?

Análise:

Quanto
citar a denominação Assembléia de Deus, perceba se o evangelista altera
o tom de voz e fica nervoso. Se ele for correto dirá que na verdade não
existe ‘revelação’ para novos obreiros, e que Deus age com justiça
tanto na CCB como na Assembléia de Deus. Se o proceder dele for correto,
então essa fase está vencida e aprovada.

I – As falhas humanas

Comente
o seguinte com o evangelista: Se um adepto da CCB disser que o povo da
CCB é cheio de erros, fracos e errantes. Que não são santos, são cheios
de fraquezas e muitas vezes erram por ignorância. Mas Deus não olha as
“nossas fraquezas”, mas a sinceridade do coração”. Então pergunte: É
correto esse posicionamento? Deus opera na CCB por misericórdia?

Depois
da resposta do evangelista faça a seguinte pergunta: Então não seria o
caso deste mesmo princípio ser aplicado aos fraquinhos e pequeninos da
Assembléia de Deus? O mesmo amor que Deus tem pelos pequenos da CCB, não
é o mesmo que tem pelos irmãos pequenos da Assembléia de Deus? Peça
para ele explicar como Deus olha os pequenos da Assembléia de Deus.
(Neste momento observe as atitudes do evangelista, e veja se ele fica
nervoso e se altera.)

Análise:

Nessa hora, se você
perceber que o evangelista exalta a CCB, saiba que isso é indício de
idolatria, que na verdade a CCB é um ídolo que substitui a adoração
verdadeira que ele deveria prestar somente a Deus.

Se ele for justo nessa questão, a fase estará aprovada e vencida.

J – Roubo de coletas

Faça
a seguinte colocação para o evangelista: Um dizimista fiel, da
Assembléia de Deus, contribui nas coletas, e o pastor rouba as coletas, e
este dizimista alega que fez a parte dele...e que serviu a Deus, e o
que fizeram depois com o dinheiro não é problema dele, pois a
consciência para com Deus está limpa. Na CCB também acontece casos em
que é roubado o dinheiro que é ofertado, e a irmandade não é punida
porque a culpa é do líder que roubou.

Pois bem, então pergunte:
Se os ladrões são lideres, e não o povo, porque os adeptos da CCB
criticam o povo por contribuir com o dizimo, se o roubo pode acontecer
onde não existe o dízimo?

Se os ladrões são os lideres, porque discriminar os pequenos do povo, que contribuem para a glória de Deus?

Análise:

Tenha
em mente que neste ponto o evangelista da CCB no geral associa a
palavra “roubo” e “ladrão” com “dízimo” e “pastor”. Por isso preste
muita atenção naquilo que ele lhe fala, se ele altera a voz, ou responde
com ignorância.

Se ele reconhecer que o roubo pode acontecer
tanto entre os dizimistas, como entre os que não dão o dízimo, e que não
se deve rejeitar a maneira como as pessoas ofertam, essa fase estará
vencida e aprovada.

L - Os mitos da CCB

Pergunta 1: O evangelista vai dizer em algum momento: Tem irmãos que estudaram tanto a Bíblia que ficaram loucos.

Peça
então o telefone, endereço do hospital ou hospício onde está o louco, e
exija falar com o ancião sobre quem é este que ficou louco para você
fazer uma visita a ele e ouvir a versão dele.

Pergunta 2: O
evangelista vai dizer que tem um irmão que é pecador de morte, e que
quando passa na porta da igreja, um anjo com espada de fogo aparece e
impede a entrada dele. Pergunte ‘como ele sabe disso e quem é este
irmão?’


(observações...as vezes o evangelista da CCB irá
contar um testemunho FANTÁSTICO)..após ouvir....seja qual milagre
for...peça para ele citar mais 20 casos, pois a CCB tem 14 mil templos, e
você quer verificar se são casos isolados, para generalizar verdades ou
mitos, ou são milagres fantásticos únicos. (ele não pode ficar bravo
com você e nem rir enfadado de suas perguntas).


Pergunta 3:
Qual foi os últimos 10 casos de ressurreição de mortos, e de paralíticos
que andaram? Peça as datas dos milagres, nome e local, para ir checar.

Pergunta 4: Como o ministério da CCB trata os mendigos?

Análise:

Como
já dissemos “sinais e maravilhas” não são sinônimos de verdade.
Satanás, o diabo, é especialista em realizar prodígios para manter as
pessoas no engano (Apocalipse 13:13-14). Por isso jamais julgue a
mensagem de alguém por causa dos testemunhos que ela conta, mas
verifique o conteúdo dessa mensagem. Se você perceber que o evangelista
usa muito o recurso de contar os testemunhos, saiba que ele já perdeu
toda credibilidade por conta disso. Deixe claro de que seu interesse é
conhecer o que a Palavra de Deus diz, não o que as pessoas sentem.

Se
o evangelista for honesto em falar a palavra de Deus, e não ficar
rodeando com testemunhos, essa fase está vencida e aprovada.

G – Considerações gerais

Para finalizar raciocine com ele:

Será que para me tornar um cristão é necessário mesmo me unir a CCB?

Não posso ouvir sua mensagem, ser grato por ter falado para mim do Senhor, e começar a freqüentar uma denominação evangélica?

Como
são os costumes da CCB? A mulher é reputada como inferior ao homem nas
funções congregacionais? Tenho liberdade de me vestir como quiser desde
que seja decente?

Posso saudar irmãos de outras denominações, e responder quando eles me saúdam?

Posso cooperar nas denominações evangélicas?

Tenho liberdade para participar de eventos gospel, ouvir cds com músicas evangélicas, e participar de eventos de evangelismo?

Posso ler livros evangélicos, e freqüentar livrarias evangélicas?

Posso ajudar nos evangelismos que são realizados em praça públicos?

Devo
participar de comemorações natalinas, já que elas celebram o nascimento
de Cristo, e isto por si só prova que não é pecado comemorar?

Análise:

Observe
cada resposta que o evangelista lhe der, perceba se há soberba,
exclusivismo e legalismo no modo dele falar. Note quantas vezes ele se
remete a Bíblia, ou se apenas invoca a autoridade do Espírito Santo sem
fazer menção da Palavra de Deus. Raciocine: Será que a mensagem
transmitida a mim é resultado do chamado de Deus ou de coerção
psicológica promovida pelo congregado? O comportamento dele se altera
quando discordo de algum ponto colocado por ele? Ele faz muita menção de
experiências (testemunhos, sinais, e outros) para provar o que me diz?
Ele se sente superior a mim, ou me trata de igual para igual? Ele
espelha Cristo com suas atitudes e palavras, ou demonstra apenas ser
mais uma pessoa religiosa?

Se ele não mostrar preconceito, não
admitir práticas estranhas e exclusivistas, e refletir um espírito de
unidade com as denominações, valorizando a Bíblia, essa fase está
vencida e aprovada.


Conclusão:

Amigo e irmão que está
sendo abordado por um evangelista da CCB, sua alma é muito importante
para Deus, por isso não dê crédito a todos que procuram lhe persuadir a
tomar uma decisão que terá conseqüências sérias e a longo prazo para sua
vida. Assuntos relacionados a eternidade, requerem muita reflexão,
avaliação e análise. Lembramos para finalizar as palavras do apóstolo
João em sua primeira carta:
”Amados não deis crédito a qualquer
espírito: antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos
falsos profetas tem saído pelo mundo fora.” I João 4:1





Estudo elaborado por Ricardo Adam 2001
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11158
Pontos : 24614
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema

Mensagem por RENATO em 5th Outubro 2012, 4:53 pm

As denominações ou as chamadas instituições religiosas em vez de se apegarem a o evangelho de Cristo, na verdade estão oferecendo um outro evangelho, no qual o foco da salvação e da fé em Cristo é direcionado para o nome da denominação ou para os lideres dessas denominações.

Ao afirmarem que os templos religiosos são a casa de Deus, e disserem que são feitos para que através deles as pessoas possam buscar ou até mesmo conhecer a vontade de Deus, justificando assim a construção de prédios e mais prédios, em alguns casos templos um do lado do outro.

Ora se realmente os templos construídos por essas denominações fossem realmente para as pessoas se reunirem no intuito de buscar e ouvir a Palavra de Deus, logo esses templos teriam que serem públicos e abertos todos os dias. No evangelho pregado por Cristo não existe dias ou mesmo horários em que a pessoa tem que louvar ou mesmo ouvir a Palavra de Deus.

No demais se realmente essas construções fossem de Deus, não teriam a placa da denominação e sim o nome, templo para louvar e buscar a Deus, não seriam para reunir apenas aqueles que pertecem a determinada denominação, mas todos os filhos de Deus.

Assim não há fundamento para termos tantos templos, das mais diversas denominações, tais como, templos da Congregação Cristã, ou templo da Assembléia de Deus, templo da Igreja Mundial do Poder de Deus, templo da Igreja Universal do Reino de Deus. Isso tudo e invenção humana que serve mais para tornar as pessoas a serem fieis a uma instituição religiosa do que propriamente a Deus.

Na Bíblia podemos encontrar que Cristo não construiu nem um templo material, ele pregava nas sinagogas que era de religiosos que discordava de seus ensinamentos.

Nem mesmo o apostolo Paulo, se preocupou e recomendou a construção de templos, porem visitava os mais diferentes templos afim de pregar o evangelho da Graça de Cristo Jesus, ora o evangelho de Cristo não pode estar preso ou submisso a uma determinada denominação.

Nunca o que é criado pelo homem poderá submeter o que foi criado por Deus.

O ensinamento deixado por Cristo e fazer discípulos e não templos religiosos.
avatar
RENATO

Mensagens : 978
Pontos : 1469
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 52
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema

Mensagem por JOSIVALDO NASCIMENTO em 3rd Novembro 2017, 1:01 pm

A paz do Senhor Jesus Cristo, irmãos. Meu nome é Josivaldo Nascimento, sou de Santarém, no Pará. Estou contente em saber que não estava errado quando me apartei do sistema religioso, com seus "pastores e líderes " que distorcem a verdade do evangelho de Cristo Jesus por ganância e estão interessados na gordura e na lã das ovelhas, mas não se importam com elas. Permaneci, após minha conversão, quase dois anos dentro desse sistema por não conhecer as verdade das Escrituras Sagradas. Perdi meu tempo e desperdicei dinheiro que poderia ajudar irmãos necessitados, para engordar os bolsos desses "pastores". Porém, estou passando por grande luta dentro do meu lar, porque minha esposa continua dentro desse sistema e fico muito triste e desapontado em vê-la se submetendo a essas pessoas e entregando parte das nossas finanças para custear os gastos  pessoais dessas pessoas. Gostaria de uma orientação de como proceder nessa situação, visto que o diálogo não foi suficiente para mostrar para minha esposa que estamos sendo enganados.

JOSIVALDO NASCIMENTO

Mensagens : 1
Pontos : 1
Data de inscrição : 02/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema

Mensagem por RENATO em 6th Novembro 2017, 5:01 pm

JOSIVALDO NASCIMENTO escreveu:A paz do Senhor Jesus Cristo, irmãos. Meu nome é Josivaldo Nascimento, sou de Santarém, no Pará. Estou contente em saber que não estava errado quando me apartei do sistema religioso, com seus "pastores e líderes " que distorcem a verdade do evangelho de Cristo Jesus por ganância e estão interessados na gordura e na lã das ovelhas, mas não se importam com elas. Permaneci, após minha conversão, quase dois anos dentro desse sistema por não conhecer as verdade das Escrituras Sagradas. Perdi meu tempo e desperdicei dinheiro que poderia ajudar irmãos necessitados, para engordar os bolsos desses "pastores". Porém, estou passando por grande luta dentro do meu lar, porque minha esposa continua dentro desse sistema e fico muito triste e desapontado em vê-la se submetendo a essas pessoas e entregando parte das nossas finanças para custear os gastos  pessoais dessas pessoas. Gostaria de uma orientação de como proceder nessa situação, visto que o diálogo não foi suficiente para mostrar para minha esposa que estamos sendo enganados.

Amém, meu caro irmão em Cristo Josivaldo.
Realmente isso tem acontecido na maioria das denominações do sistema religioso, aonde os pastores em vez de pastorear as ovelhas estão apenas interessados na lã(dinheiro).
Quanto a orientação digo, o irmão deve orar a Deus e pedir que Deus ilumine a mente de sua esposa a fim de entender o evangelho de Cristo. Procure orienta-la segundo os ensinamentos bíblicos e não entre em aflição pois poderoso e Deus para retribuir ao irmão aquilo que o inimigo esta lhe tirando.
O entendimento e a fé não é na mesma proporção para todas pessoas, algumas demoram um pouco mais para compreender a vontade de Deus.
Estarei nas minhas orações suplicando a Deus que possa dar entendimento a sua esposa e consiga enxergar a verdade.
Que Cristo Jesus conceda paz em seu lar.
avatar
RENATO

Mensagens : 978
Pontos : 1469
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 52
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema

Mensagem por Admin em 7th Novembro 2017, 3:07 pm

JOSIVALDO NASCIMENTO escreveu:A paz do Senhor Jesus Cristo, irmãos. Meu nome é Josivaldo Nascimento, sou de Santarém, no Pará. Estou contente em saber que não estava errado quando me apartei do sistema religioso, com seus "pastores e líderes " que distorcem a verdade do evangelho de Cristo Jesus por ganância e estão interessados na gordura e na lã das ovelhas, mas não se importam com elas. Permaneci, após minha conversão, quase dois anos dentro desse sistema por não conhecer as verdade das Escrituras Sagradas. Perdi meu tempo e desperdicei dinheiro que poderia ajudar irmãos necessitados, para engordar os bolsos desses "pastores". Porém, estou passando por grande luta dentro do meu lar, porque minha esposa continua dentro desse sistema e fico muito triste e desapontado em vê-la se submetendo a essas pessoas e entregando parte das nossas finanças para custear os gastos  pessoais dessas pessoas. Gostaria de uma orientação de como proceder nessa situação, visto que o diálogo não foi suficiente para mostrar para minha esposa que estamos sendo enganados.
A  paz de Deus !!
Bom irmão   em partes eu concordo  com o irmão ,mas apartar radicalmente  pode trazer ,uma clausura,sua pessoal ,e que possa  distanciar de pessoas em cristo sugiro ,que o mesmo tenha o livre arbítrio de entrar e sair de qualquer reunião ,sem se prender ao sistema ,não firmar vinculo,apenas se reunir   com pessoas em torno de uma causa ,ou cultuar,mas não se prender as estas manobras dos lideres evangélicos ,nos casos citados ai   em cima !!

_________________
 Deus abençoei a todos !

Admin
Admin

Mensagens : 1060
Pontos : 2484
Data de inscrição : 24/05/2009

http://oulorivallan.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema

Mensagem por Lourival soldado cristão em 7th Novembro 2017, 3:09 pm

JOSIVALDO NASCIMENTO escreveu:A paz do Senhor Jesus Cristo, irmãos. Meu nome é Josivaldo Nascimento, sou de Santarém, no Pará. Estou contente em saber que não estava errado quando me apartei do sistema religioso, com seus "pastores e líderes " que distorcem a verdade do evangelho de Cristo Jesus por ganância e estão interessados na gordura e na lã das ovelhas, mas não se importam com elas. Permaneci, após minha conversão, quase dois anos dentro desse sistema por não conhecer as verdade das Escrituras Sagradas. Perdi meu tempo e desperdicei dinheiro que poderia ajudar irmãos necessitados, para engordar os bolsos desses "pastores". Porém, estou passando por grande luta dentro do meu lar, porque minha esposa continua dentro desse sistema e fico muito triste e desapontado em vê-la se submetendo a essas pessoas e entregando parte das nossas finanças para custear os gastos  pessoais dessas pessoas. Gostaria de uma orientação de como proceder nessa situação, visto que o diálogo não foi suficiente para mostrar para minha esposa que estamos sendo enganados.
A  paz de Deus !!
Bom irmão   em partes eu concordo  com o irmão ,mas apartar radicalmente  pode trazer ,uma clausura,sua pessoal ,e que possa  distanciar de pessoas em cristo sugiro ,que o mesmo tenha o livre arbítrio de entrar e sair de qualquer reunião ,sem se prender ao sistema ,não firmar vinculo,apenas se reunir   com pessoas em torno de uma causa ,ou cultuar,mas não se prender as estas manobras dos lideres evangélicos ,nos casos citados ai   em cima !!
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11158
Pontos : 24614
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dízimo e Ofertas - Ao Combater Heresias te expulsam do Sistema

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum