NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Abril 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Quem está conectado
46 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 46 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4303 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Jose Aparecido Rodrigues

Os nossos membros postaram um total de 30163 mensagens em 13085 assuntos

O golpe da Pirâmide Financeira está de volta, agora pela Internet

Ir em baixo

O golpe da Pirâmide Financeira está de volta, agora pela Internet

Mensagem por Lourival soldado cristão em 2nd Junho 2013, 10:49 am









Pirâmide: um esquema que todo mundo sabe que vai ruir

Ganhar muito dinheiro com o mínimo esforço. É acreditando nesse desejo que são criados os golpes financeiros, inclusive os esquemas que ficaram conhecidos como Pirâmide da Fortuna, Financeira ou de Ponzi. Os primeiros apareceram no Brasil entre as décadas de 1990 e 2000, mas o golpe é antigo. O mais antigo data de 1920, quando o ítalo-americano Charles Ponzi prometeu rentabilidade de 50% em apenas 45 dias na troca de cupons postais de outros países por selos nos EUA. Apesar do fracasso e de a formação das correntes ser considerada crime de estelionato, previsto no artigo 171 do Código Penal, o modelo faz suas vítimas até hoje.


O esquema começa com seis pessoas que recrutam outras seis atingindo, no segundo nível, 36 membros, no terceiro, 216, e assim sucessivamente. Cada novo membro injeta um determinado valor ao adquirir cotas para ingressar no negócio. É esse valor que constitui os dividendos que sustentam os integrantes dos primeiros níveis. O risco consiste no rompimento da corrente, alerta o economista e especialista em matemática financeira Paulo Borges Campus. Isso ocorre quando as adesões diminuem ou cessam e a pirâmide começa a ruir. “Trata-se de um sistema insustentável, pois depende de constantes adesões para manter-se”.

Na década passada, milhares de brasileiros caíram no golpe que recrutava investidores por meio de cartas. Com a popularização da internet, as cartas foram substituídas pelos e-mails. Se você ainda não recebeu, com certeza vai chegar a sua caixa de mensagem um convite para participar de um esquema que promete arrecadar mais de R$ 300 mil em menos de seis meses. O autor de uma dessas pirâmides que percorrem o mundo virtual se apresenta como Nelson Pires, advogado aposentado e pastor em Caxias do Sul (RS).

Dando um testemunho sobre a própria prosperidade, Nelson tenta convencer os eventuais incautos que não se trata de golpe, mas sim uma corrente do bem. Para participar a pessoa deve depositar R$ 12 na conta de seis pessoas que compõem uma lista e enviar e-mail para mais de 250 contatos recrutando mais adeptos. As contas são mirabolantes e o suposto golpista explica passo a passo como ficar rico em menos de um ano. Para dar credibilidade ao esquema, o novo membro deve fazer a cópia dos comprovantes de depósito e encaminhar anexado ao convite.



A polícia e o Ministério Público do Espirito Santo, Acre, Mato Grosso e Pernambuco investigam a empresa americana suspeita de aplicar o golpe da pirâmide em todo País

A despeito disso, a polícia não investiga o caso. O delegado Itamar Lourenço explica que as investigações dependem de denúncias de supostas vítimas. A reportagem da Rede Clube de Comunicação investigou a origem do e-mail e não conseguiu localizar, em Caxias do Sul, o pastor Nelson Pires, suposto criador do e-mail que está virando mania na internet. A polícia e o Ministério Público do Espirito Santo, Acre, Mato Grosso e Pernambuco já investigam uma empresa americana suspeita de aplicar o golpe da pirâmide em todo País. A desconfiança paira sobre a Telexfree, empresa com sede no estado capixaba. A empresa é a grande promessa do momento de ganhar milhões em menos de um ano.


Para entrar no negócio é preciso fazer depósito financeiro, recrutar novos seguidores e postar anúncios diariamente na internet. A fórmula para ganhar dinheiro? Convencer mais pessoas a fazer o mesmo. A febre da Telexfree começou no ano passado e ainda não há registro de adeptos que teriam denunciado prejuízo. A assessoria de comunicação da Telexfree afirma que a principal fonte de receita está na venda de serviço de telefonia via internet, chamada VoIP (voz sobre IP). Para isso, ela recruta o que chama de “divulgadores” que publicam anúncios do produto em redes sociais e sites de classificados e são remunerados por essa tarefa.
Arte: André Rezende



Para a Telexfree, seu negócio é uma inovação publicitária com quase 700 mil divulgadores, sendo que 90% deles estão no Brasil. A novidade é vista com desconfiança pela polícia, que percebe no negócio indícios de que o modelo seja semelhante ao golpe da pirâmide financeira porque depende da continuidade das adesões. Quando elas cessarem, os que estiverem no nível inferior certamente ficarão com o prejuízo.

Apesar das suspeitas, em nota, a Polícia Federal explica que o golpe caracteriza estelionato, portanto a investigação é de competência das polícias civis dos Estados Unidos
O apelo do dinheiro fácil é maior que a cautela. Não é de hoje que pessoas são enganadas com a promessa de lucro sem fazer nada. Em 1990, a Fazendas Reunidas Boi Gordo impôs a 30 mil investidores um prejuízo de R$ 3,9 bilhões. A promessa? Lucro mínimo de 42% no prazo de um ano. A empresa faliu em 2004. Em Goiânia surgiu a mova modalidade de pirâmide em 1998: a Avestruz Master com promessa de retorno de 10% sobre a aplicação até o mês em que a avestruz fosse readquirida pela empresa. A pirâmide ruiu em 2005, deixando um prejuízo estimado em R$ 1 bilhão.



http://www.portal730.com.br/economia/o-golpe-da-piramide-financeira-esta-de-volta-agora-pela-internet



Fraudes Diversas e Tecnológicas
Os vários esquemas a "Pirâmide" e as oportunidades via Internet
Alavancas: Ganância, Gostinho do "Exclusivo", Irracionalidade, Ingenuidade e Escassa Atenção, Ignorância Operacional e Técnica


A definição de esquemas a "Pirâmide" ou de "Ponzi" ou de "São Antônio" abrange uma ampla série de esquemas e fraudes diferentes que tentarei resumir mais pra frente.

Definição e descrição dos esquemas piramidais

Primeiramente acho importante dar uma definição genérica do conceito de esquema a pirâmide.
Com este termo quero definir todos os sistemas, fraudulentos ou não, usados para coletar dinheiro ou benefícios através um fluxo supostamente "sem fim" de novos participantes ou "recrutas".
A função de cada novo participante é sinteticamente:
a) dar dinheiro para os golpistas/recrutadores, e...
b) cooptar novos participantes que paguem para o esquema.
O nome do esquema deriva da forma da pirâmide que é um triângulo tridimensional, ou seja um sólido com a ponta fina e a base grande.
Se o esquema prever que cada pessoa encontre 10 novos participantes e a pirâmide começar com uma pessoa no topo, teremos 10 pessoas debaixo dela e 100 debaixo deles e 1000 debaixo deles etc ... a pirâmide terá mais da inteira população da terra depois de 10 andares (ou níveis), com um único golpista no topo. Veja o gráfico abaixo:

1
10
100
1.000
10.000
100.000
1.000.000
10.000.000
100.000.000
1.000.000.000
10.000.000.000


Os esquemas a pirâmide funcionam porque as pessoas são gananciosas e a ganância tem efeitos inacreditáveis sobre a racionalidade e a capacidade de pensar do ser humano.
Para uma pessoa que deseja fazer muito dinheiro com um pequeno investimento e em pouco tempo, o pensamento "esperançoso" toma conta onde a crítica objetiva deveria entrar. As esperanças viram fatos. Os céticos viram idiotas que não entendem nada. Os desejos e esperanças viram realidade. Fazer perguntas esclarecedoras parece pouco educado e amigável.
Os golpistas sabem como a ganância funciona e tudo o que precisam é um primeiro fraudador para que as coisas comecem.
No Brasil, diferentemente de outros países, os esquemas piramidais não tipificam automaticamente um crime por não existir uma lei específica. Em alguns casos, porém, dependendo de vários fatores, esquemas piramidais podem tipificar um crime contra a economia popular (Lei 1521/51).

Pirâmides modernas e disfarçadas

Com o advento da internet novos tipos de esquemas apareceram e esquemas antigos se modernizaram.
Uma das chaves usadas hoje por muitas destas fraudes é a lenda que na internet se pode tudo. Aparecem diariamente propostas de negócios do tipo "monte um site e vire milionário" ... ou "mande milhões de e-mails e venda de tudo faturando milhões". Isso tudo se baseia em pressupostos falsos mas aparentemente "sólidos", exatamente como os tradicionais esquemas a pirâmide usavam argumentos aparentemente sólidos (até matemáticos !) mas efetivamente falsos.

Em tempos mais recentes os esquemas a pirâmide, freqüentemente, são disfarçados como sistemas de "Marketing Multi Nível" (MMN) ou "Marketing de Rede". Em alguns casos até utilizam, para sua difusão, alguns dos conceitos e métodos (oportunamente desvirtuados, de forma sutil) deste sistema de marketing, mas sempre mantendo de forma mais ou menos disfarçada as características de "pirâmide" acima indicadas. Nestes casos o "produto" vendido pelo sistema de MMN raramente tem um valor próximo de seu preço real e mais raramente ainda é o verdadeiro e principal foco do negócio e da suposta renda gerada pelo "sistema". Veja no site o capítulo sobre Marketing Multi Nível (ou Multi Level Marketing - MLM).

Um caso emblemático que vale a pena mencionar foi o que aconteceu na Albânia entre 1996 e 1997. Neste período naquele país, que estava tentando sair de anos de crises econômicas, e onde a população ansiava por crescimento e riqueza, surgiram uma série de "fundos de investimento" que funcionavam de forma piramidal com esquemas bem parecidos com o "de Ponzi" (veja em seguida).
Aproximadamente um sexto da população do país aderiu a estes esquemas, na esperança irracional que pudessem ser verdadeiros, até que tudo desabou (em questão de um ano aproximadamente).
Todo mundo perdeu seu dinheiro e o país inteiro literalmente quebrou, mergulhando numa crise econômica, política e social extremamente grave.

Diferenças entre os esquemas piramidais clássicos e as variantes “Ponzi”

Apesar de ambos terem uma estrutura conceitualmente piramidal, existem relevantes diferenças entre a categoria dos esquemas piramidais clássicos e a das variantes de tipo “Ponzi”.

1) Nos esquemas Ponzi os criadores da fraude costumam manter contato direto com todos os envolvidos. Mesmo usando os participantes como meio de propaganda e venda, são eles que acompanham a inclusão final de cada novo participante e desenvolvem as estratégias de crescimento. Já nos esquemas piramidais clássicos, normalmente, existe uma estratificação dos contatos onde os participantes de cada nível mantém contato somente com os participantes dos níveis imediatamente acima e abaixo.

2) Nos esquemas de tipo Ponzi os criadores afirmam que o lucro vem supostamente de investimentos bem sucedidos ou mais em geral da bondade do próprio negócio, sem que haja relacionamento declarado com a inclusão de novos participantes. Já nos esquemas piramidais clássicos se afirma mais ou menos abertamente que tudo ou parte do lucro vem (na forma de comissões ou outras) do capital, recursos ou taxas aportados pelos novos participantes.

3) Os esquemas de tipo Ponzi tem a capacidade potencial de se sustentar por mais tempo através de mecanismos de persuasão dos participantes a “reinvestir” o próprio capital ou até aumentar suas participações. Estes sistemas muitas vezes conseguem se sustentar sem necessidade de manter um grande crescimento em número de participantes. Já os sistemas piramidais clássicos tendem a ficar insustentáveis e se esgotar num período de tempo relativamente curto, devido a sua dependência de altas e constantes taxas de crescimento para continuarem ativos.

4) Nos esquemas de tipo Ponzi os criadores mantém o controle direto sobre todos os recursos obtidos pelos participantes, redistribuindo parte deles, a sua discrição, na forma de lucros. Nos esquemas piramidais clássicos cada participante se beneficia diretamente (na forma de comissões ou outras) dos recursos obtidos por aqueles que recrutou.

Exemplos de esquemas piramidais clássicos

Existem muitos tipos de fraudes baseadas na idéia de pirâmide. Aqui vou simplesmente listar algumas grandes famílias de fraudes deste tipo, deixando claro que esta lista não é exaustiva.

1) esquemas de investimento do tipo "fique rico depressa" ou "ganhe mais que o mercado, sem riscos". Este tipo de esquema, muitas vezes no formato "Ponzi", literalmente quebrou as economias de vários países da Europa do Leste nos últimos anos. Um caso pra todos é o da Albânia descrito acima. O esquema, em síntese, baseia-se na promessa do pagamento de altos juros (até 50% ao mês) e em um esquema de cooptação de novos "investidores" por parte dos existentes. Na realidade o fluxo de novos investidores é necessário para pagar os juros prometidos aos investidores anteriores e, em algum momento, quando este fluxo de novos investidores não for mais suficiente, o sistema todo desmorona e todos perdem tudo. Outro caso parecido, mas de menor impacto, aconteceu na Rússia. Quase sempre os proponentes alegam se tratar de oportunidades legais, às vezes até suportadas por entidades oficiais (UE, FMI, FED, ONU, Banco Mundial...).
Outros casos famosos do mesmo tipo se deram na Colombia e nas Filippinas. O mais recente e gigantesco esquema do tipo Ponzi foi o criado nos EUA por Bernard Madoff e descoberto em 2008 depois de décadas de funcionamento.

2) esquemas de novas oportunidades, negócios e atividades ou trabalhos "com lucros elevados e rápidos". Muito na moda são as "lojas virtuais na internet" e os sistemas de "VOIP", mas tem muitos outros. São apresentados como "sistema", "software", "método", "trabalho", "kit", "oportunidade", "plano" etc... Nestes esquemas, que com o advento da internet e dos e-mails, pipocaram no mundo todo, os golpistas propõem um suposto novo negócio cujas características são essencialmente:
a) lucros elevados e rápidos
b) uma "pequena" taxa ou custo de entrada a ser paga por alguma razão
c) a necessidade, para se ganhar dinheiro, de arrumar novos adeptos para o negócio.
O objetivo é obviamente e sobretudo pegar quanto mais dinheiro possível através das taxas/custos de associação (ou de kit ou outro "material" de trabalho) de sempre mais gente. Não tenha a menor esperança que o negócio possa dar lucro realmente... no máximo poderá ajudar outras pessoas a serem fraudadas em troca dos trocados. As frases típicas: "fique rico em pouco tempo trabalhando nas horas livres sem sair da sua casa ... novo sistema inédito ... o segredo pra ficar rico ... sua independência financeira ao alcance... seja o seu próprio patrão... etc...".

3) correntes de cartas. Em vários países isso já é ilegal... na prática a promessa é sempre a mesma, muito dinheiro com pouco esforço e investimento. O esquema típico é uma carta (ou e-mail) com uma lista de dez pessoas (com nome e endereço e tudo). Para participar, você deve enviar alguma coisa (normalmente pequenas quantias de dinheiro) pro primeiro nome da lista. Depois tira o nome dele e acrescenta o seu no fim da lista. Depois faz 10 cópias da mesma carta com a nova lista (onde o antigo segundo colocado virou primeiro e você aparece como último) e as envia para 10 pessoas diferentes. Se você puder enviar para mais pessoas ainda melhor. A promessa é que quando você virar o primeiro da lista irá receber (ou terá recebido) uma fortuna... enviada por um monte de gente.
Em algumas outras versões, você deve enviar a pequena quantia de dinheiro para todos os nomes da lista, antes de retirar o nome do primeiro e colocar o seu nome como último.
Já existem versões digitais deste "golpe", com todo o sistema, o acompanhamento, os pagamentos e as listas administrados através de sites na internet.

A razão pela qual as pessoas acreditam que este sistema possa funcionar é porque a mente humana não tem uma visão intuitiva da progressão geométrica. No caso do exemplo acima, imaginando que a corrente inicie com você (e mais nove amigos pra por na lista) e que todos façam o que se pede na carta, quando você chegar na posição numero um da lista a carta já terá sido enviada a 10 bilhões de pessoas ou seja mais que a população inteira da terra, estimada em menos de 6,5 bilhões (incluindo nenezinhos, velhinhos e miseráveis desnutridos africanos e do mundo todo - que obviamente deixarão de comer para poder enviar as cartas da corrente e o dinheirinho para os listados). Veja você se isso é possível !!

4) e-mail de grande difusão contendo informações, alertas ou pedidos de ajuda de vário tipo. São raros os casos nos quais o pedido é verdadeiro. Não acreditem em particular nos e-mails dizendo que graças a algum tipo de acordo com alguma multinacional alguém (tipicamente um pequeno paciente com câncer) irá receber dinheiro, necessário para alguma finalidade importante, por cada e-mail que for enviado ou re-transmitido ou algo assim.
Em outras versões se sugere que alguma grande companhia (Microsoft, AOL, Google...) estaria fazendo promoções ou testes de popularidade e pagaria um determinado valor para cada cópia repassada/encaminhada do tal e-mail.
Isso tudo simplesmente não existe nem é possível tecnicamente. Menores ainda são os casos nos quais os boatos ou informações difundidas através deste tipo de e-mails sejam fundamentadas ... neste caso a fraude não é financeira mas de desinformação.

Regras e medidas preventivas

As regras básicas para fugir deste tipo de fraudes são as seguintes:

1) Evite qualquer tipo de plano que ofereça comissões ou qualquer tipo de benefício em troca do recrutamento de novas pessoas.
2) Atenção a planos onde você ganha dinheiro para trazer novas pessoas em vez que para vender alguma coisa por sua conta.
3) Tome cuidado com planos que pedem para você pagar taxas de entrada ou custos de material de trabalho ou amostras "obrigatórias" ou coisas parecidas.
4) Tome cuidado redobrado em caso de propostas envolvendo lucros elevados ou produtos/idéias/serviços "milagrosos" e "inéditos".
5) Verifique até o fim todas as referências fornecidas em relação às propostas ... muitas vezes trata-se simplesmente de "papo furado" para os ingênuos acreditarem.
6) Nunca assine documentos ou pague qualquer coisa em condição de pressão ou para não magoar "amigos" que estão lhe apresentado uma "oportunidade".
7) Verifique cada proposta buscando informações junto às autoridades competentes, na internet e nos sites de "due diligence" como o Better Business Bureau dos EUA.

Origens históricas do esquema geral e de algumas denominações

Um breve aceno histórico sobre a origem deste tipo de esquema e dos nomes alternativos de "Ponzi" e "São Antonio" para os esquemas a pirâmide.

Algumas fontes históricas indicam como primeira “inventora” de um golpe piramidal, na década de 1870, uma mulher espanhola chamada Baldomera Larra Wetoret. Esta senhora, abandonada pelo marido em condições precárias, para sobreviver iniciou a tomar empréstimos em ouro prometendo duplicar o valor emprestado no prazo de um mês.
Como ela conseguiu cumprir o prometido nos primeiros empréstimos, criou uma grande fama em Madrid e iniciou a receber mais “clientes” chegando a criar uma “Caixa de Depósitos” onde havia filas diárias de pessoas querendo aplicar o próprio dinheiro com a promessa de um retorno de 30% ao mês (já tinha baixado e não mais dobrava os valores emprestados). Segundo relatos o esquema, antes de ruir, chegou a envolver mais de 5.000 pessoas num valor milionário pra época.

Charles Ponzi, um italiano que emigrou nos EUA em 1903, lançou em novembro de 1919 um esquema de venda de notas promissórias garantindo um juro de 40% no prazo de 90 dias (em uma segunda fase chegou a prometer juros de 50% a cada 45 dias). Em vez de investir o dinheiro que recebia o Sr. Ponzi usava parte do dinheiro de cada novo investidor para pagar os juros prometidos aos investidores mais antigos, ficando ele com o restante.
Ponzi, muito hábil, declarava que o funcionamento do negócio era sigiloso por “razões competitivas”, mas fazia circular a informação extra oficial que tinha a ver com negociação internacional de valores (sobretudo coupons-resposta postais). Os investidores de Ponzi não sabiam direito como a coisa funcionava, sabiam porém que algumas pessoas estavam aparentemente ficando ricas com isso. Obviamente todos queriam ganhar o mesmo e portanto pediam para entrar no sistema. Ponzi chegou a faturar quase 10 milhões de USD, pagando de volta na forma de juros pouco menos de 8 milhões.
Quanto, cerca de 7-8 meses mais tarde, o número de novos investidores cresceu demais (chegando a cerca de 20.000, entre os quais muitas pessoas influentes), as autoridades iniciaram a investigar e ficou praticamente impossível continuar. O sistema começou a ruir, também por falta de novas adesões em número suficiente para manter o esquema funcionando. Logo depois aconteceu o colapso com a intervenção das autoridades e a criação do termo "Esquema de Ponzi". Ponzi foi condenado a 5 anos de cadeia.
Anos mais tarde tentou um novo esquema parecido na Flórida (envolvendo loteamentos de pântanos apresentados como terrenos comerciais) e foi condenado de novo. Terminou seus dias em 1949, num hospital para indigentes no Rio de Janeiro, para onde tinha se mudado.

No início dos anos cinqüenta na Itália começou a difusão de uma carta que iniciava assim "Reze três Ave Maria para São Antonio ...", em seguida eram listadas todas as graças e coisas boas que iriam acontecer para quem seguisse as instruções da carta e todas as desgraças para quem não o fizesse. Entre as instruções tinha a de fazer 10 cópias (na época era a mão ou com máquina de escrever) da carta e envia-la (pelo correio, pagando o selo) para outras 10 pessoas queridas. Isso continuou durante anos na Itália e ganhou o nome de "corrente de São Antônio".CAPÍTULO Anterior - Próximo
Próxima Última




Charles Ponzi nasceu como Carlo Ponzi em Parma, Itália, em 1882.
Emigrou para os EUA em 1903 e desde o início teve problemas com a justiça falsificando cheques e cometendo outros pequenos crimes (falsificação de documentos, pequenos roubos etc...) tanto nos EUA quanto no Canadá onde viveu durante um tempo.
Em 1918, em Boston, casou com uma outra emigrante italiana e no ano seguinte iniciou, sempre em Boston, seu mais famoso esquema de fraude. Durante alguns meses, enquanto durou a fraude, foi uma das pessoas mais admiradas de Boston e um dos pilares da comunidade. Mudou para uma mansão e participava de obras de assistência.
Foi pra prisão várias vezes no Canadá e nos EUA. Em 1934, quando saiu da última prisão foi deportado de volta pra Itália onde tentou novos esquemas, mas sem sucesso.
Finalmente mudou para o Brasil onde trabalhou como representante das linhas aéreas italianas até que estas foram fechadas por causa da guerra.
Morreu em janeiro de 1949 num hospital para indigentes no Rio de Janeiro.


Charles Ponzi, antes e depois do fracasso de seu esquema fraudulento.





http://www.fraudes.org/showpage1.asp?pg=97


Última edição por Lourival soldado cristão em 2nd Junho 2013, 12:33 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11180
Pontos : 24680
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 60
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Essa mesma piramide esta no meio nosso e de outras denominações ,você sabia disto ??

Mensagem por Lourival soldado cristão em 2nd Junho 2013, 11:28 am

Este esquema de piramide .está no meio Evangélico ,e na CCB está anos ,os irmãos picaretas ,vestem paletó santo ,e é um exercito grande de aliciado e aliciadores ,temos zé do banco e santo ministério envolvido ,mas você vai me pergunta como ? e se isso for verdade e tiver provas ,deve ser denunciado para policia ,....espera ai vou lhe explicar é o esquema ganancioso da piramide mas bem mais aprimorado ,é camuflado e maquiado se tornando legal ,em vez do dinheiro se coloca produtos ,de consumo ,teve uma época ,que era produto de uso e consumo domestico ,o pessoal para fazer a sua pontuação ,só comprava produto da empresa ,uma especie de supermercado próprio ,e muitos se deram bem e outros mal é claro ....,teve a piramide da babosa ,produtos derivados da babosa milagrosos curava tudo ,um santo remédio que muitos ministros repassavam nas casas de irmãos"" uma observação não é todo ministério da igreja ,são uma pequena parte "" ,que era vendido neste esquema ,temos a piramide dos perfumes ,aqui na minha região muitos se deram bem e mal ,tem uns que ficaram endividados ,mas a turma do alto escalão da picaretagem não ,e assim vai variando os produtos ,o esquema é o mesmo os pioneiros vão ganhando em cima dos novos ,e por ai vai descendo a escala das piramides dos novo adeptos ,e geralmente ,eles convence pessoas de boa influencia quer em comunidades e denominações evangélicas ou religiosas ,quem tenta denunciar que é uma pilantragem fica com mãos atadas por causa da maquiagem que eles fizeram ,dando o caráter legal quer por conta do CNPJ .e a venda de produtos que serve para camuflar a ação vigarista destas pessoas ,e no ministério santo da CCB temos estes vigaristas a anos ,temos muitos irmãos Diamantes ....não me pergunte o que é Diamante neste esquema vai lá e pesquise ,fiquei sabendo por estes dias que aqui na minha região o santo Brás está fazendo investida para desfazer ,esta teia do Mal ,mas em alguns casos o esquema de legalidade ,acaba tirando o poder de agir , e eles estão podendo agir livremente , ,mas para quem tem um bom entendimento ,percebe que tem a imoralidade oculta ,.ou seja por fora cheira bem e é bem visto ,tem o a sua implantação Legal mas é imoral pois o coração dos seu manipuladores é um coração é diabólico ,informo que já fizeram uma reunião no quartinho da CCB ,mas as aparência legal ,não vai tirar os vigaristas da Piramide no meio Evangélico vai continuar ,só restando aos representantes do Santo Ministério o ensinamento deste esquema ,e quem for pego vai perder a Liberdade ,e os envolvidos do mal legalizado ,agradecem pelas bençãos alcançadas de mão beijadas , dos que trazem o dinheiro para estes santos irmãos e ainda beija a mão ,e alguns dizem que é a porta que Deus preparou !!
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11180
Pontos : 24680
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 60
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O golpe da Pirâmide Financeira está de volta, agora pela Internet

Mensagem por Marcia em 2nd Junho 2013, 12:49 pm

Isso virou febre, na internet está cheia de pessoas fazendo propaganda e convites para participar do Telexfree,postam fotos de como a vida melhorou aquisição de carros ,bens etc...
Falam como se tivessem descoberto uma mina de ouro.
Vejo que tem irmãos que participam,talvez ''não ouviram'' o conselho na leitu
ra do
Tópico* 9. CORRENTES E PIRÂMIDES DA FELICIDADE
“Pirâmides”, “Correntes da Felicidade” ou outras novidades semelhantes, são procedimentos que estão se alastrando, prometendo dinheiro fácil aos participantes. Não devemos participar nem nos envolvermos nessas coisas.





Eu não acredito em dinheiro fácil,ouçam o conselho de HE-MAN



Marcia

Mensagens : 1321
Pontos : 2772
Data de inscrição : 01/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O golpe da Pirâmide Financeira está de volta, agora pela Internet

Mensagem por Atalaia do evangelho em 3rd Junho 2013, 9:00 am

Há um tempo atrás eu recebí um email de um irmão que dizia ser da CCB, na verdade não sei como que conseguiu meu email, talvez, pelo próprio fórum CCB SEM CENSURAS, que eu acessava na época. Esse tal irmão contava algo muito parecido com o tema, inclusive citava o pastor batista. Imediatamente respondi ao irmão dizendo que não acreditava em dinheiro fácil, pena que não encontrei o email, provavelmente devo ter deletado!
De fato, dinheiro fácil não vem de Deus! E no mínimo não é abençoado por Ele, pois Sua Palavra recomenda que trabalhemos para que comamos e sinceramente não existe gostinho melhor do que receber algo das mãos de Deus! Portanto, só caem nesses engodos os gananciosos ou desesperados, que muitas vezes trocam os pés pelas mãos!


Atalaia

_________________
"O Pai da retidão...e o Filho que veio Dele...e o Espírito profético, nós rendemos culto e adoramos".  Justino, o mártir  100-165 dC 1ª Apologia. 6
avatar
Atalaia do evangelho

Mensagens : 361
Pontos : 439
Data de inscrição : 19/10/2010
Idade : 51
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O golpe da Pirâmide Financeira está de volta, agora pela Internet

Mensagem por RENATO em 3rd Junho 2013, 9:51 am

Mais uma vez podemos constatar as ditas igrejas, que na verdade são instituições religiosas agindo no sentido de alguns se beneficiarem dos outros, ou seja na verdade essas instituições religiosas ou propriamente denominações não passam nem perto das igrejas primitivas aonde o foco era única e simplesmente o evangelho verdadeiro de Jesus Cristo.
Hoje os espertalhões se infiltram no meio dessas instituições e aproveitando muita das vezes da posição ministerial, que conseguem devido a uma boa oratória ou mesmo subornando a liderança através de benefícios e assim iludem os adeptos a gastarem o dinheiro para beneficia-los.
Enquanto o povo estiver propício a ser manipulado por palavras de homens, sempre teremos espertalhões se beneficiando.
avatar
RENATO

Mensagens : 978
Pontos : 1469
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 53
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O golpe da Pirâmide Financeira está de volta, agora pela Internet

Mensagem por Izaias em 3rd Junho 2013, 11:08 am

A bem da verdade, em pessoas que acreditam em Papai Noel, Coelho da Páscoa, Mula sem cabeça, saci pereré, etc. e coisa e tal.
Isto é próprio do ser humano, e
nganar e ser
enganado.
avatar
Izaias

Mensagens : 2065
Pontos : 2479
Data de inscrição : 17/06/2011
Idade : 66
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O golpe da Pirâmide Financeira está de volta, agora pela Internet

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum