NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Março 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Quem está conectado
32 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 32 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4104 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de CharityL

Os nossos membros postaram um total de 29439 mensagens em 12399 assuntos

Alguns hinos cristãos são compostos por não-evangélicos

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Alguns hinos cristãos são compostos por não-evangélicos

Mensagem por Marcia em 11th Agosto 2013, 1:34 pm


Uma notícia sobre um hinário esteve entre as mais comentadas (e criticadas) por sites e blogs evangélicos nos últimos dias. O Comitê de Música da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) está trabalhando em uma atualização de seu hinário. A primeira edição foi publicada em 1874, com o nome Presbyterian Hymnal. Ele sofreu várias alterações desde então, sendo a mais recente em 1990.
Mas a adaptação de alguns desses hinos incluem não apenas uma nova linguagem; também refletem uma nova teologia. A primeira disputa é pelo hino “Jesus Walked This Lonesome Valley” [Jesus andou neste vale solitário].

A canção faz parte de outras compilações de canções religiosas de diferentes denominações.  O principal argumento contrário é que ela contém declarações “teologicamente questionáveis”.  A letra diz que devemos caminhar sozinhos pelo vale, o que contraria a afirmação dos Evangelhos que Jesus estaria sempre com seus seguidores. Foram cerca de três anos e meio de debates entre os membros da comissão, que optou por deixar essa e outras músicas de fora da versão final do hinário que será publicado ainda em 2013.
Os debates teológicos foram mais incisivos quando foi sugerida a inclusão da música “In Christ Alone” [Somente em Cristo]. Composta por Keith Getty e Stuart Townend em 2001, a segunda estrofe diz “Naquela cruz onde Jesus morreu/ A ira de Deus foi satisfeita”. No processo de revisão teológica, a opção foi adotar os termos “Naquela cruz onde Jesus morreu/ O amor de Deus foi magnificado”.  Como eles não tinham autorização dos autores para mudar a letra, acabaram deixando-a de fora.

Como um hinário não é a expressão da perspectiva de um grupo, mas uma coleção para ser usado por muitas igrejas da mesma denominação. Eis que se apresenta uma “guerra de argumentos” pela consciência de que a seleção de músicas do culto participa de forma direta na formação da fé dos congregados.
A comissão dos presbiterianos encontrou barreira no uso de termos como “soldados de Cristo” e “Rei dos céus” em vários hinos antigos. Optaram por investir na chamada “neutralidade de gênero”, que vai contra muitas tradições cristãs.  Uma das músicas que gerou mais conflito foi “Be Thou My Vision” [Seja minha visão], que diz “Seja meu Grande Pai e eu, Teu verdadeiro filho”.
Isso se traduz em uma dificuldade, pois segundo a comissão da PCUSA, a “linguagem expansiva mostra que o Deus que nos conhece tão graciosa e intimamente, na história da salvação é, ao mesmo tempo, totalmente outro e está além do gênero. Portanto, os textos refletem uma preferência em evitar o uso de pronomes masculinos para Deus…  O objetivo é oferecer uma coleção em que os hinos tradicionais e músicas que porventura possam se referir a Deus como “Pai”, “Rei” e “Senhor”, são contrabalançadas por outras mais neutras ou expansivas em sua referência a Deus”. Sem desprezar a questão homem/mulher ao se referir aos fieis.
Longe de ser um dilema apenas da Igreja Presbiteriana, o professor Timothy George, diretor do curso de Teologia da Universidade de Samford, assevera que tal liberalidade teológica pode abrir um perigoso precedente. George acredita que tratar a ira de Deus como um tabu, seja em sermões ou hinos, é a perpetuação de uma antiga heresia do primeiro século.  Mostraria um Deus que é apenas amor, que extingue as chamas do inferno pois não há condenação.

Contudo, a justiça de Deus só pôde ser satisfeita pelo sacrifício expiatório de Cristo, que revela ao mesmo tempo a ira e o amor divino.

Já o doutor Denny Burk, professor de estudos bíblicos da Universidade Boyce acrescenta que o liberalismo teológico invadiu as músicas cristãs, tendo consequências teológicas profundas.
Esse tipo de mudança não é novo. O hinário da Igreja Anglicana Episcopal, modificado em 1982, eliminou o uso de termos masculinos para se referir a Deus como Pai, Filho e Espírito Santo. Eles o substituíram por termos mais “inclusivos”, como Criador e Redentor.  Termos considerados “militaristas” como soldados, batalha e exército, foram eliminados também. Não por acaso, a Igreja Anglicana vive nas últimas décadas uma grande crise, que atingiu seu ápice com o reconhecimento da ordenação de pastores homossexuais e transgêneros.
Com informações de Christian Century e Prophecy News.

Marcia

Mensagens : 1321
Pontos : 2772
Data de inscrição : 01/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguns hinos cristãos são compostos por não-evangélicos

Mensagem por Lourival soldado cristão em 11th Agosto 2013, 3:00 pm

Marcia escreveu:
Uma notícia sobre um hinário esteve entre as mais comentadas (e criticadas) por sites e blogs evangélicos nos últimos dias. O Comitê de Música da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) está trabalhando em uma atualização de seu hinário. A primeira edição foi publicada em 1874, com o nome Presbyterian Hymnal. Ele sofreu várias alterações desde então, sendo a mais recente em 1990.
Mas a adaptação de alguns desses hinos incluem não apenas uma nova linguagem; também refletem uma nova teologia. A primeira disputa é pelo hino “Jesus Walked This Lonesome Valley” [Jesus andou neste vale solitário].

A canção faz parte de outras compilações de canções religiosas de diferentes denominações.  O principal argumento contrário é que ela contém declarações “teologicamente questionáveis”.  A letra diz que devemos caminhar sozinhos pelo vale, o que contraria a afirmação dos Evangelhos que Jesus estaria sempre com seus seguidores. Foram cerca de três anos e meio de debates entre os membros da comissão, que optou por deixar essa e outras músicas de fora da versão final do hinário que será publicado ainda em 2013.
Os debates teológicos foram mais incisivos quando foi sugerida a inclusão da música “In Christ Alone” [Somente em Cristo]. Composta por Keith Getty e Stuart Townend em 2001, a segunda estrofe diz “Naquela cruz onde Jesus morreu/ A ira de Deus foi satisfeita”. No processo de revisão teológica, a opção foi adotar os termos “Naquela cruz onde Jesus morreu/ O amor de Deus foi magnificado”.  Como eles não tinham autorização dos autores para mudar a letra, acabaram deixando-a de fora.

Como um hinário não é a expressão da perspectiva de um grupo, mas uma coleção para ser usado por muitas igrejas da mesma denominação. Eis que se apresenta uma “guerra de argumentos” pela consciência de que a seleção de músicas do culto participa de forma direta na formação da fé dos congregados.
A comissão dos presbiterianos encontrou barreira no uso de termos como “soldados de Cristo” e “Rei dos céus” em vários hinos antigos. Optaram por investir na chamada “neutralidade de gênero”, que vai contra muitas tradições cristãs.  Uma das músicas que gerou mais conflito foi “Be Thou My Vision” [Seja minha visão], que diz “Seja meu Grande Pai e eu, Teu verdadeiro filho”.
Isso se traduz em uma dificuldade, pois segundo a comissão da PCUSA, a “linguagem expansiva mostra que o Deus que nos conhece tão graciosa e intimamente, na história da salvação é, ao mesmo tempo, totalmente outro e está além do gênero. Portanto, os textos refletem uma preferência em evitar o uso de pronomes masculinos para Deus…  O objetivo é oferecer uma coleção em que os hinos tradicionais e músicas que porventura possam se referir a Deus como “Pai”, “Rei” e “Senhor”, são contrabalançadas por outras mais neutras ou expansivas em sua referência a Deus”. Sem desprezar a questão homem/mulher ao se referir aos fieis.
Longe de ser um dilema apenas da Igreja Presbiteriana, o professor Timothy George, diretor do curso de Teologia da Universidade de Samford, assevera que tal liberalidade teológica pode abrir um perigoso precedente. George acredita que tratar a ira de Deus como um tabu, seja em sermões ou hinos, é a perpetuação de uma antiga heresia do primeiro século.  Mostraria um Deus que é apenas amor, que extingue as chamas do inferno pois não há condenação.

Contudo, a justiça de Deus só pôde ser satisfeita pelo sacrifício expiatório de Cristo, que revela ao mesmo tempo a ira e o amor divino.

Já o doutor Denny Burk, professor de estudos bíblicos da Universidade Boyce acrescenta que o liberalismo teológico invadiu as músicas cristãs, tendo consequências teológicas profundas.
Esse tipo de mudança não é novo. O hinário da Igreja Anglicana Episcopal, modificado em 1982, eliminou o uso de termos masculinos para se referir a Deus como Pai, Filho e Espírito Santo. Eles o substituíram por termos mais “inclusivos”, como Criador e Redentor.  Termos considerados “militaristas” como soldados, batalha e exército, foram eliminados também. Não por acaso, a Igreja Anglicana vive nas últimas décadas uma grande crise, que atingiu seu ápice com o reconhecimento da ordenação de pastores homossexuais e transgêneros.
Com informações de Christian Century e Prophecy News.
 Bom parece  que este espirito de heresias anda em "outras denominações" as vezes está debaixo dos seus narizes mas não sentem o cheiro .... ,e algumas andam  ampliando o seu hinário , mas temos um porém .....o louvor a Deus não é só privilégios de alguns ,ele é oferecido por todos a bíblia fala sobre isso ,o louvor não é oferecido  só por nós  os crentes evangélicos ,o criador tem muitas especies de colaboradores para louvores  .....

Toda a criação é como uma sinfonia louvando a Deus pelo que Ele faz por nós . A Bíblia diz em Salmos 148 “Louvai ao Senhor! Louvai ao Senhor desde o céu, louvai-o nas alturas! Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todas as suas hostes! Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes! Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estão sobre os céus! Louvem eles o nome do Senhor; pois ele deu ordem, e logo foram criados. Também ele os estabeleceu para todo sempre; e lhes fixou um limite que nenhum deles ultrapassará. Louvai ao Senhor desde a terra, vós, monstros marinhos e todos os abismos; fogo e saraiva, neve e vapor; vento tempestuoso que excuta a sua palavra; montes e todos os outeiros; árvores frutíferas e todos os cedros; feras e todo o gado; répteis e aves voadoras; reis da terra e todos os povos; príncipes e todos os juízes da terra; mancebos e donzelas; velhos e crianças! Louvem eles o nome do Senhor, pois só o seu nome é excelso; a sua glória é acima da terra e do céu. Ele também exalta o poder do seu povo, o louvor de todos os seus santos, dos filhos de Israel, um povo que lhe é chegado. Louvai ao Senhor!” 
Podemos louvar a Deus porque Ele é poderoso. A Bíblia diz em Salmos 21:13 “Exalta-te, Senhor, na tua força; então cantaremos e louvaremos o teu poder.” 

http://www.jesusvoltara.com.br/info/louvor.htm
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11123
Pontos : 24527
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguns hinos cristãos são compostos por não-evangélicos

Mensagem por Marcia em 12th Agosto 2013, 12:57 pm

Também no quesito heresias ou que não creio que se enquadre nas Escrituras,tem muitos louvores gospel por ai.
Umas letras que só por Deus,aquele mesmo que o irmão curte SABOR DE MEL,expressam o desejo de ''dar a volta por cima'' e esfregar na cara ou mostrar para os irmãos que venceu.
Tem um famoso cantor Thales Roberto,eu nunca ouvi um louvor dele,pois não me agrada a voz,mas há quem goste.
A última a letra ou música  ''Filho Meu'', ele canta na primeira pessoa,seria por exemplo quando o pregador antes ,hoje em dia após ensinamentos acredito que cessou esse hábito na Congregação.
Por exemplo o irmão que esta atendendo grita la do púlpito: EU TE SALVEI,EU TE PERDOEI etc
.........
Ou seja heresias tem muitas por ai, temos que ter cuidado e observar nosso ouvir e falar.

Marcia

Mensagens : 1321
Pontos : 2772
Data de inscrição : 01/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguns hinos cristãos são compostos por não-evangélicos

Mensagem por Lourival soldado cristão em 12th Agosto 2013, 1:18 pm

Marcia escreveu:Também no quesito heresias ou que não creio que se enquadre nas Escrituras,tem muitos louvores gospel por ai.
Umas letras que só por Deus,aquele mesmo que o irmão curte SABOR DE MEL,expressam o desejo de ''dar a volta por cima'' e esfregar na cara ou mostrar para os irmãos que venceu.
Tem um famoso cantor Thales Roberto,eu nunca ouvi um louvor dele,pois não me agrada a voz,mas há quem goste.
A última a letra ou música  ''Filho Meu'', ele canta na primeira pessoa,seria por exemplo quando o pregador antes ,hoje em dia após ensinamentos acredito que cessou esse hábito na Congregação.
Por exemplo o irmão que esta atendendo grita la do púlpito: EU TE SALVEI,EU TE PERDOEI etc
.........
Ou seja heresias tem muitas por ai, temos que ter cuidado e observar nosso ouvir e falar.
 Marcia está um pouco confuso ,temos os hinos sacros ,que são a pratica nossa dos nossos hinário ,quanto ao louvor gospel ,ele não se encaixaria ,no nosso hinário ,são louvores para cantor solo ,está para mais para uma musica ,um louvor e não um hino ,os nossos louvores são de quatro vozes soprano contralto e tenor  e baixo ,e a nossa irmandade faz o canto o soprano ,e não tem só este louvor gospel que gosto tem dezenas deles ,são lindo ,e muitos hinos da harpa e cantor Cristão ,que pena que não posso executar com o povo do glória !!
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11123
Pontos : 24527
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguns hinos cristãos são compostos por não-evangélicos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum