NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» EDVALDO OLIVEIRA DEFENDENDO AS PERVERSÕES DOUTRINÁRIAS
Ontem à(s) 6:59 pm por Jahyr

» Ajuda Motivo Doença
21st Setembro 2017, 10:02 pm por Tiago de Paula

» CCB FRUTO DO ESPÍRITO OBRAS DA CARNE VOCÊ ESCOLHE
21st Setembro 2017, 10:04 am por Jahyr

» CCB - Somos servos inúteis ou somos servos muito úteis ao Senhor Parte 2
21st Setembro 2017, 9:22 am por Jahyr

» CCB - Coroa da vida eterna - Parte 1
21st Setembro 2017, 8:46 am por Jahyr

» CCB - Coroa da vida eterna Parte 3
21st Setembro 2017, 8:37 am por Jahyr

» CCB - Coroa da vida eterna Parte 4
21st Setembro 2017, 8:22 am por Jahyr

» CCB - Renato Bonfim pergunta quem são os que sairam de nós?
21st Setembro 2017, 6:43 am por Jahyr

» CCB - O SENHOR JESUS É CONTRADITÓRIO NO SEU ENSINO? PARTE 2
21st Setembro 2017, 6:37 am por Jahyr

Setembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Calendário Calendário

Quem está conectado
26 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 26 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4281 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Tiago de Paula

Os nossos membros postaram um total de 29982 mensagens em 12915 assuntos

A Mulher Pecadora que Ungiu os Pés de Jesus com Puro Nardo do Vaso de Alabastro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Mulher Pecadora que Ungiu os Pés de Jesus com Puro Nardo do Vaso de Alabastro

Mensagem por Marcia em 21st Novembro 2013, 2:37 pm

A história da pecadora que ungiu os pés de Jesus com o puro nardo, um óleo perfumado de altíssimo valor, guardado em um vaso especial, o vaso de alabastro.

O vaso de alabastro era produzido com um tipo de pedra frágil, transparente, que pode ser facilmente polida ou esculpida. 

Ela era muito usada para substituir o vidro. Os frascos com perfume de alabastro eram selados e descartáveis. Eram quebrados ao abrir e jogados fora quando ficavam vazios.
Simão o Fariseu, Jesus e a Pecadora

Jesus foi convidado por Simão, um fariseu, para comer em sua casa. Simão queria conhecer melhor a Jesus.Queria ver de perto este personagem que sua fama se espalhava por onde passava.
O Mestre arrastava multidões, onde quer que fosse. Quem sabe o fariseu não se sentiria atraído pela pregação de Jesus? É certo que ele queria observar as palavras de Jesus, mais de perto.
"E rogou-lhe um dos fariseus que comesse com ele; e, entrando em casa do fariseu, assentou-se à mesa." Lucas 7:36
Jesus aceitou o convite e foi ter com ele. O Mestre que muitas vezes reprovou os fariseus, demonstrou não ter nenhum preconceito. As conversas de Jesus nestes tipos de encontro, eram extremamente edificantes. O Mestre em todos os lugares, estava em obediência à vontade do Pai, anunciando o evangelho.
E Jesus vinha de longas peregrinações pela palestina, estradas secas, pedregosas e empoeiradas. O Mestre entra na casa de Simão e é recebido com desconfiança e frieza.
Jesus toma o seu lugar à mesa. Eles ficavam meio sentados e meio encostados. As pernas e a parte inferior do corpo ficavam estendidas sobre um sofá, enquanto a parte superior do corpo ficava ligeiramente elevada e sustentada pelo cotovelo esquerdo, que repousava sobre um almofadão.
O braço direito e a mão direita ficavam livres para movimentar-se e pegar o alimento. A mesa era bastante baixa e próxima a cabeça. Os pés dos convidados ficavam fora dos sofás.
A Pecadora com Vaso de Alabastro

E eis que de repente entra uma mulher na sala do banquete. Logo foi reconhecida por todos como uma pecadora que vivia na região. Uma mulher imoral. Aquela de quem as pessoas comentavam, cochichavam aos ouvidos quando se aproximava.
Era discriminada. Ninguém queria a sua companhia ou amizade. Ninguém queria ser visto conversando com ela, muito menos teria coragem de tocá-la, "sob o risco de ser contagiado por seus pecados"! Era o pensamento religioso da época.
"E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento;" Lucas 7:37
A pecadora trazia um vaso de alabastro, com um bálsamo suave, que desejava ungir os santos pés de Jesus, que estavam descalços porque, segundo o costume oriental, as sandálias ficavam na entrada da casa.
A Pecadora Unge os Pés de Jesus com Nardo
Ela, sem se importar com a reprovação dos olhares dos convidados, teve grande coragem e se aproxima de Jesus, na frente da multidão que conhecia as suas ofensas. E quando se prosta com o bálsamo puro nardo, se depara com os pés do salvador.
Jesus, pés descalços, pés empoeirados, cheios de marcas dos caminhos que passara. Quanta simplicidade! Ela não resistiu ver o Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, na apresentação de tão humilde servo. Um servo obediente, que estava ali sem reclamar da frieza com que fora recebido.
A pecadora imediatamente, tomada de grande emoção, não pôde se conter, num soluço, derrama lágrimas sobre os pés do mestre, com água que vinha de sua alma, os começa a lavar e os enxuga com seus cabelos.
"E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o ungüento." Lucas 7:38
Este choro é muito profundo! Há muita reflexão aqui. Há arrependimento de pecados. A Pecadora chorava e refletia suas ações passadas. Seu coração estava totalmente arrependido, quebrantado. Pensava em uma mudança interior. Estava disposta a uma nova prática de vida.
Assim a pecadora, beijava e ungia os pés do Mestre, em uma atitude de amor, na confissão da sua incapacidade de se auto justificar, mas crendo na justificação pela fé.
"Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora." Lucas 7:39
Logo o anfitrião, dono da casa, em um excesso de farisaísmo, começa a lançar dúvidas sobre a santidade de Jesus, pois se deixava ser tocado por uma pecadora, ainda que arrependida. O Mestre lê o seu pensamento e traz uma resposta que contrasta com a ação de humildade da pecadora.
"Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinqüenta." Lucas 7:41
"E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais?" Lucas 7:42
Jesus com frequência comparava o pecado a uma dívida. Um denário equivalia à uma diária de um trabalhador braçal. Quinhentos denários correspondiam ao salário de um ano e meio.
A Mulher Pecadora: Todos Pecaram

O fato é que todos devem a Deus. Todos pecaram, todos estão em dívida e não têm como pagar. Assim, o que diferencia Simão o fariseu da pecadora que ungiu os pés de Jesus, são suas atitudes.
O procedimento de Simão o fariseu, foi dominado pela frieza e desconfiança, pois segundo os rituais da hospitalidade, à chegada dos convidados, um dos criados e, até o próprio dono, lavava e enxugava respeitosamente os pés, mal protegidos da poeira e barro dos caminhos, pelas simples sandálias que calçavam.
O anfitrião também recebia seus hóspedes com um beijo. E durante a refeição se derramava algumas gotas de óleo perfumado sobre a cabeça dos convidados.
"E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e mos enxugou com os seus cabelos." Lucas 7:44
"Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés. Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento." Lucas 7:45-46
Simão não cumpriu estes rituais com Jesus, manifestando seu caráter soberbo. Ele como os demais fariseus, não reconhecia os seus pecados, se achava santo, cheio da sua própria justiça. Pensava que não tinha motivo para ser perdoado.
Por isso, não manifestou obras de arrependimento. Sem arrependimento, seus pecados permaneciam.
Já a pecadora que ungiu os pés de Jesus, não se prendeu a teoria da lei, mas teve para com o Mestre uma atitude de amor. A pecadora reconhecia seus muitos pecados. E demonstrava o amor de quem alcançou um magnífico perdão.
"Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama." Lucas 7:47
Muito mais do que a Lei é o Amor. Simão não entendia que o amor supera em muito os pecados! E quem consegue entender a grandeza do perdão recebido, se entrega totalmente ao amor de Jesus.
Jesus nos passa um exemplo de humildade de beleza incomparável. Um Deus sublime, majestoso, porém humilde e acessível e que ama!
O fariseu pensava que servia a um Deus que abominava e afastava o pecador e não se importava com eles. Simão não sabia amar e perdoar.
Jesus porém conhecia a reputação da pecadora, todavia estava interessado em salva-la por meio da graça de Deus . Ele não afasta o pecador arrependido, mas o transforma para fazer a sua obra.
O amor de Deus salva. O amor de Deus transforma e perdoa!
"Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor." 1 Coríntios 13:13

Marcia

Mensagens : 1321
Pontos : 2772
Data de inscrição : 01/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mulher Pecadora que Ungiu os Pés de Jesus com Puro Nardo do Vaso de Alabastro

Mensagem por Izaias em 22nd Novembro 2013, 12:40 pm


Pois é, o AMOR, tudo é AMOR em se comparando com a dádiva divina que recebemos.
No entanto, muitos, querem receber este amor, receberam este amor e não dão nada em troca.
Defendem que não precisamos estar em um templo, uma igreja ou coisa que o valha para retribuirmos este AMOR. Querem só receber e não dão absolutamente nada em troca.
Quando DEUS nos preparou os templos para louvor, é porque ele quer receber também em troca um pouco da nossa gratidão, quer que o louvemos através dos hinos de louvores e das orações de agradecimento.
Mas, não; acham que não precisam de um templo ou de um "pastor". São autos suficientes, tem profundo conhecimento ou já nasceram sabendo tudo.
Não comem as migalhas que caem da mesa que são servidos aos filhos.
Lamentável.

_________________
Afaste de si o veneno da lisonja. Não creia naqueles que o elogiam sem motivo. Prefira ouvir uma critica honesta, a um galanteio vazio.


avatar
Izaias

Mensagens : 2065
Pontos : 2479
Data de inscrição : 17/06/2011
Idade : 65
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum