NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Outubro 2014
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Quem está conectado
81 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 80 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lourival soldado cristão

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Furl  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Login

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 3851 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de nathangdr

Os nossos membros postaram um total de 26037 mensagens em 10017 assuntos

O que a Biblia ensina sobre o Sheol ou Hades?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O que a Biblia ensina sobre o Sheol ou Hades?

Mensagem por Lourival soldado cristão em 26th Janeiro 2014, 1:25 pm


O que a Biblia ensina sobre o Sheol ou Hades?

Para responder suas dúvidas, vou "pedir ajuda aos universitários", traduzi um texto de irmãos que sabiam muito mais que eu, e foi publicado em 1912 novolume 9 do "The Bible Treasury". Esta publicação costumava ter como seu editor William Kelly, porém nesta época ele já devia ter partido para o Senhor, portanto a resposta deve ter vindo de outro editor.


No Antigo Testamento a palavra Sheol ocorre sessenta e cinco vezes e é traduzida na versão inglesa da Bíblia trinta e uma vezes como "sepultura", três vezes como "abismo" e trinta e uma vezes como "inferno", o que significa que os excelentes tradutores da versão inglesa de 1611 não consideraram a palavra como tendo um significado uniforme. Ela aparece na versão grega sessenta e uma vezes como Hades, duas vezes (2 Sm 22:6 e Pv 23:14) como "morte" (thanatos), enquanto em duas passagens (Jó 24:19 e Ez 32:21) não exista uma contrapartida exata das referências hebraicas que esteja reproduzida na Septuaginta, e por isso não há uma representação dessa palavra nestes casos.

Já nas passagens que se seguem (existem outras), como Gn 37:35; Gn 42:38; Gn 44:29, 31: Nm 16:30, 33; 1 Rs 2:6, 9; Sl 49:15; Sl 141:7, a palavra Sheol pode muito bem não significar nada além de "túmulo" ou "sepultura", e é assim que aparece na Versão Autorizada (King James) (exceto em Nm 16, onde aparece como "abismo"); enquanto nos demais lugares costuma ser feita uma referência genérica como o lugar para onde vão os espíritos que partiram. A sepultura recebe o corpo. Assim, no Antigo Testamento a palavra Sheol (ou Seol) é usada para ambos receptáculos.

Todavia, quando vamos para o Novo Testamento essa indefinição desaparece, pois vida e incorrupção são coisas que agora são desvendadas ao longo do evangelho. O Hades, uma representação genérica da palavra Sheol (Seol) aparece no Novo Testamento restrito ao mundo invisível dos espíritos separados, ou como "morte", ou como a sepultura, e aplica-se (Ap 20) apenas ao corpo, e não à alma ou ao espírito. É o corpo que morre; enquanto o espírito retorna para Deus que o deu. O espírito e a alma nunca deixam de existir, seja para o bem, seja para o mal. Além disso, o Hades recebe apenas os ímpios; enquanto o crente, quando chamado a morrer, não vai para o Hades, mas para o Paraíso.

Mesmo assim costuma-se pensar que tanto bons quanto maus poderiam ir para o Hades, apesar dessas duas classes de pessoas serem separadas por um grande abismo; mas em nenhum lugar as Escrituras falam dos bons no Hades, ao contrário, sempre aparecem bem longe dos que estão ali. É claro que, se considerarmos o Salmo 16:10 (que é duas vezes citado em Atos 2) como ensinando que nosso Senhor ao morrer foi para o Sheol (Seol), ou Hades, havendo sua alma não permanecido ali - como sabemos Ele foi para o Paraíso (um jardim de delícias, não de trevas), onde também o ladrão que morreu foi recebido - então devem ter existido neste caso duas áreas, respectivamente para os maus e os bons. Mas este erro vêm de uma tradução equivocada do Salmo na versão de 1611 (King James). O que o versículo realmente diz é, "Não deixarás (abandonarás ou relegarás) minha alma para (e não "no") Sheol (ver Revised Version), e esta forma é confirmada também pelo texto corrigido de Atos 2:27 (aceito pelos editores críticos Lachmann, Tischendorf, Tregelles, Westcott e Hort, e pelos revisores - isto refere-se à mais recente edição na época do valioso trabalho de W. Kelly, "The Preaching to the Spirits in Prison", 1910, pgs. 125, 133-139).

O Hades volta a ser mencionado no Novo Testamento em um bom sentido. Se existisse no Hades uma parte boa e outra ruim, por que deveríamos ler do destino dos ímpios ser invariavelmente ali sem que houvesse qualquer indício de ser também o destino dos bons?

Perguntas e Respostas:

1. Ao dizer que ficaria "o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra" (Mt 12:40), e que o Senhor "tinha descido às partes mais baixas da terra" (Ef 4:9), poderia isso significar algo além de, no primeiro caso, a sepultura, e no segundo, o pó da terra e a sepultura?

Entendemos "seio da terra" ou "partes mais baixas da terra" como a sepultura. O Senhor não apenas morreu, mas foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia. Jonas era um sinal disso. O Salmo 139:15 pode nos ajudar a nos guardarmos de uma interpretação muito literal das palavras "partes mais baixas da terra" que poderiam parecer indicar como algo fora de vista ou um lugar escondido. O sepulcro existiu com certeza e foi fechado pela pedra (Mt 27:66). Assim nenhum olho humano poderia perscrutar esses santos domínios onde o corpo de Jesus ficou.

2. Seria bíblico dizer que Sheol (Seol) ou Hades (inclusive o seio de Abraão e o Paraíso) estariam sob a terra? E que o Senhor Jesus desceu ali e esvaziou um dos compartimentos levando os salvos para as alturas? Ou o Paraíso ou seio de Abraão estiveram sempre no céu, e nunca sob a terra, mesmo nos tempos do Antigo Testamento?

Antes da vinda do Salvador o seio de Abraão representava o ápice da bênção para o judeu piedoso, considerando que Abraão foi chamado de amigo de Deus! Estar "com Cristo" é a perspectiva de bênção que o cristão tem agora revelada para si. Isso ocorre no Paraíso de Deus, nas alturas. O Paraíso não é o Hades, e tampouco Abraão esteve no Hades, mas é visto "ao longe" das almas atormentadas que estão no Hades (Lc 16:23). É loucura alguém pensar que o Senhor desceu ao Hades e libertou qualquer um que estivesse ali. O Senhor não foi ao Hades, mas ao Paraíso. Tampouco as Escrituras dão qualquer ideia de que exista uma libertação do Hades. Juízes 5:12; Salmos 68:18, Efésios 4:8 falam, não de ter libertado prisioneiros, mas de ter levado cativo o cativeiro e os poderes opressores do mal, aqui chamados de "cativeiro". Cristo derrotou as potestades e principados (maus) e os exibiu publicamente ao triunfar sobre eles (Cl 2:15). Ele levou cativo o próprio cativeiro; não existe qualquer menção de ter livrado cativos do inferno, como alguns querem entender.

3. Se assim é, qual é a força de expressões como descer ao Sheol (Seol)?

Descer ao Sheol (Seol) é descer à sepultura ou ao abismo que está visualmente sob nós.

4. O "abismo" é diferente do Hades?

O abismo de Ap 20 não é onde o homem está, mas onde Satanás será lançado por mil anos, antes de ser lançado no lago de fogo por toda a eternidade; enquanto Hades é o lugar que recebe os espíritos daqueles que morreram - os ímpios mortos, cujos espíritos habitaram antes um corpo mortal. A alma e o espírito vão para o Hades, enquanto o corpo que é feito de pó vai para a "sepultura" (seja ela o mar ou a terra), enquanto aguarda sua ressurreição para o juízo. Quando o homem for levantado da sepultura, considerando que a terra e os céus terão passado, ele será lançado, não no Hades (que já não terá um lugar para existir), mas no lago de fogo que foi preparado, não para o homem, mas para o diabo e seus anjos. O crente, se tiver sido colocado para dormir [não um sono literal, mas uma forma de mostrar a morte do ímpio e do justo como antagônicas - N. do T.], ressuscitará, não para o juízo, mas para a glória (Fp 3:20, 21).

5. Poderia a palavra Sheol (Seol) ou Hades ser aplicada ao céu já que este também faz parte do mundo invisível?

Sheol (Seol) ou Hades não pode ser aplicado ao céu, mas está em contraste com o céu por ser o oposto.

Mais informações aqui: 

http://www.respondi.com.br/2008/12/jesus-foi-pregar-no-inferno.html
http://www.respondi.com.br/2005/05/h-diferena-entre-inferno-lago-de-fogo.html
http://www.respondi.com.br/2009/10/existe-consciencia-no-pos-morte-para.html
http://www.respondi.com.br/2009/12/voce-acredita-no-nigeriano-que.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/o-que-significa-inferno.html
http://www.respondi.com.br/2010/09/biblia-so-fala-de-inferno.html

Lourival soldado cristão

Mensagens: 9892
Pontos: 21452
Data de inscrição: 23/12/2009
Idade: 56
Localização: Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum