NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Dezembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Quem está conectado
69 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 69 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4293 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de João Celso

Os nossos membros postaram um total de 30108 mensagens em 13032 assuntos

Mudança do Primeiro Ponto Básico de Fé e Doutrina no Estatuto e no Hinário Número 5 com DR Véu O Romário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mudança do Primeiro Ponto Básico de Fé e Doutrina no Estatuto e no Hinário Número 5 com DR Véu O Romário

Mensagem por Lourival soldado cristão em 4th Março 2014, 4:11 pm

Mudança do Primeiro Ponto Básico de Fé e Doutrina no Estatuto e no Hinário Número 5


A Santa Paz de Deus


De início, procurarei abordar de maneira simples e clara a mudança do nosso primeiro ponto básico de fé e doutrina, agora, presente no novo Hinário número 5, tendo em seu conteúdo algo mais abrangente, teologicamente ortodoxo: 


“1 – Nós cremos na inteira Bíblia Sagrada e aceitamo-la como contendo a infalível Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. A Palavra de Deus é a única e perfeita guia da nossa fé e conduta, e a Ela nada se pode acrescentar ou d’Ela diminuir. É, também, o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. (II Pedro, 1:21; II Timóteo, 3:16,17; Romanos, 1:16)


Irmãos, este primeiro ponto de doutrina é tripartida ou delimitada por três períodos fraseológicos, cada uma delas - definidas por uma frase completa e finalizadas com um “ponto final” (.) que, gramaticalmente, indica o final de um período, uma pausa absoluta para cada uma delas.

Portanto, sobre a Bíblia, há três frases afirmativas, cada afirmação é finalizada pelo ponto final:

1. Contém a Palavra de Deus;
2. Afirma-se que é "Palavra de Deus", e que nada se pode acrescentar ou diminuir;
3. Poder de Deus para salvar.

Portanto, cada frase indica um período afirmativo da nossa fé referente a Bíblia, segue adiante uma explicação plausível à devida mudança deste pormenor doutrinário. Esta explicação delimita o primeiro ponto doutrinário em três períodos fraseológicos, portanto, será examinado um por um.


MENSAGEM DO REGISTRO X REGISTRO DA MENSAGEM

                                                                                 

Explicando os dois extremos teológicos:




*MENSAGEM DO REGISTRO - Se refere à fonte ou origem da mensagem, a procedência do que é dito, se por Deus (por anjos ou homens da parte d’Ele), por homens ímpios ou pelo Diabo. Assim, aceitamos da Bíblia a MENSAGEM DO REGISTRO como inspirada por Deus apenas as que tiveram origem ou procedência em Deus, isto é, se o que está sendo falado provém da parte de Deus:


No estudo da Bíblia é preciso observar quem está falando através do registro sagrado.” (Gilberto, Antônio. Manual da Escola Dominical – Pela Excelência do Ensino da Palavra de Deus – Edição Atualizada, 14ª Edição/1995, pág. 53, Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) – Rio de Janeiro, RJ, Brasil).


A Bíblia registra mensagens de:


1. Deus;

2. Homem;

3. Diabo.


Com efeito:


O Diabo. A Bíblia registra palavras e mensagens dele. Nos casos 2 e 3 acima, a inspiração divina consiste do registro da mensagem e não da mensagem do registro!” (Gilberto, Antônio. Manual da Escola Dominical – Pela Excelência do Ensino da Palavra de Deus – Edição Atualizada, 14ª Edição/1995, pág. 53, Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) – Rio de Janeiro, RJ, Brasil).


Como se pode conferir, a parte inicial da nossa doutrina também é atestada como autêntica por outros grupos de cristãos. Assim, queridos irmãos, este ponto inicial presente no Estatuto da CCB, e, agora, presente no novo Hinário, diz respeito apenas do caso 1 por CONTER a inspirada Palavra de Deus, somente é inspirada a MENSAGEM DO REGISTRO que teve procedência ou origem em Deus:


1º Período fraseológico - “Nós cremos na inteira Bíblia Sagrada e aceitamo-la como contendo a infalível Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo.” (primeiro período de doutrina = Mensagem do registro).


Neste primeiro período fraseológico, por “CONTENDO” se entende no sentido de conter ou incluir mensagens inspiradas apenas originadas em Deus (mensagem do registro).



O Dr. Aníbal Pereira Reis, autor de vários livros apologéticos, tenazmente combate a teologia Católica Romana, sendo reconhecido até mesmo pelo “O Jornal Batista” (27/09/1970) como um dos mais “extraordinários pregadores já conhecidos”, e isto, entre os batistas. Na época em que manejava as Escrituras Sagradas como sendo a Palavra de Deus, no final – EPILOGO - de um dos livros de sua lavra, afirmou que seu estudo apologético o levava a uma irretorquível conclusão:


A Bíblia toda e somente a Bíblia é a Revelação de Deus! Em matéria religiosa a Sagrada Escritura basta. É de seu próprio teor ser suficiente. <>> (Dt. 4:2). <<... nada lhe acrescentarás nem diminuirás>> (Dt. 12:32), exortava Moisés.  Todo este estudo agora encerrado nos leva a esta irretorquível conclusão: unicamente a Bíblia é e contém a Palavra de Deus e Sua Revelação total para esta Dispensação.” (Pereira Reis, Aníbal. O Vaticano e a Bíblia, pág. 121, Edições Caminho de Damasco, 1969, São Paulo - Brasil). – O negrito é meu.


Se não fosse a questão da data em que tal livro foi escrito, eu diria que ele havia retirado tal doutrina do primeiro artigo de fé da CCB, e parafraseado em seu livro.


“1 – Nós cremos na inteira Bíblia Sagrada e aceitamo-la como contendo a infalível Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. A Palavra de Deus é a única e perfeita guia da nossa fé e conduta, e a Ela nada se pode acrescentar ou d’Ela diminuir. É, também, o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. (II Pedro, 1:21; II Timóteo, 3:16,17; Romanos, 1:16).


Como se pode ver, depois de o mesmo escritor ter afirmado em 1969 que a “Bíblia é e contém a Palavra de Deus”, ano seguinte é aclamado pelo já citado jornal como alguém que... “precisa ser mais usado por nossas igrejas”.


*REGISTRO DA MENSAGEM – Este outro extremo teológico, diz respeito ao registro de tudo o que se encontra na Bíblia Sagrada - de Gênesis a Apocalipse – quer seja histórico, poético ou profético, são inspiradas por Deus em sua forma plenária e verbal. Nós cremos que a Ela nada se deve acrescentar ou d’Ela diminuir, por ser a Bíblia a Inspirada Palavra de Deus todos os seus registros devem ser mantidos e aceitos pelos crentes como – incondicionalmente - dignas de todo crédito; Deus manteve intacta a Sua Palavra de geração a geração, sendo Deus mesmo fiel Testemunha de tudo, por ver, ouvir e presenciar toda a história da humanidade, Ele inspirou os Seus servos a registrar todos os acontecimentos do passado, presente e futuro. Assim, cremos que tudo o que há registrado na Bíblia é de inspiração Divina. Por registro da mensagem, cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus, sendo que a Ela nada se pode acrescentar ou d’Ela diminuir asseguramos – de forma incondicional – ser Ela a Palavra de Deus, portanto, Inspirada.


2º Período fraseológico - “A Palavra de Deus é a única e perfeita guia da nossa fé e conduta, e a Ela nada se pode acrescentar ou d’Ela diminuir.” (Segundo período fraseológico de doutrina = Registro da Mensagem).


É salutar explicar - acerca da Bíblia - que em nosso Hinário de número 4, a letra do hino 162 “É a Bíblia a Palavra,” diz em seu primeiro verso


“É a Bíblia a Palavra que ilumina nossos pés” (...). – Ênfase minha.


Assim, confirmando a Bíblia como sendo a “Palavra de Deus que ilumina nossos pés,” agora,  em nosso novo Hinário número 5, corresponde ao Hino 178 “A Palavra Preciosa,” a letra anterior foi mudada para:


“A Palavra da verdade, de Deus Pai, o Criador” (...). – Ênfase minha.


Portanto, no novo Hinário de número 5, a “Palavra da verdade, de Deus Pai, o Criador” aponta para “Bíblia” do Hinário número 4. Ao mudar a letra do Hinário 4, nossos irmãos apenas trocaram seis por meia-dúzia, afirmando ser a “Bíblia" (livro nº 4) a "Palavra da verdade, de Deus Pai, o Criador” (livro nº 5), portanto, como REGISTRO DA MENSAGEM a Bíblia é a inspirada Palavra de Deus.


3º Período fraseológico – “É, também, o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.” (Terceiro período fraseológico de doutrina = Registro da Mensagem).


Finalmente, a Bíblia registrou a queda do homem, a expansão do pecado no mundo e o destino de todos os impenitentes, que é o lago de fogo, a segunda morte. Pelas constantes advertências de Deus presentes nas Escrituras Sagradas, a Bíblia também registrou a vinda do Salvador de todos os homens, trazendo a mensagem de salvação para todo aquele que nEle crê e obedece. Portanto, cremos que toda a Bíblia Sagrada “é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça”.


Nosso primeiro ponto Básico de Fé e doutrina está biblicamente amparado, confirmando que “toda a Bíblia é divinamente inspirada,” tendo como referencial, II Timóteo 3:16,17, onde afirmamos nossa crença doutrinária:


Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeitamente instruído para toda a boa obra.


Anteriormente, nossa doutrina enfatizava apenas o REGISTRO DA MENSAGEM, com a mudança passamos, também, a enfatizar a MENSAGEM DO REGISTRO.


Portanto, passamos a apresentar os dois extremos teológicos.


Não poderia deixar de mencionar – seria até mesmo injusto ocultar - que eu mantive diálogo com um irmão ancião, o mesmo colaborou comigo dando algumas explicações que foram incluídas - com autorização dele - neste artigo exegético.

 
                                                        RESUMO

 1 – Nós cremos na inteira Bíblia Sagrada e aceitamo-la como contendo a infalível Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. A Palavra de Deus é a única e perfeita guia da nossa fé e conduta, e a Ela nada se pode acrescentar ou d’Ela diminuir. É, também, o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. (II Pedro, 1:21; II Timóteo, 3:16,17; Romanos, 1:16).

Nosso primeiro ponto básico de fé e doutrina inicia-se com “nós cremos”, sendo que esta crença possui sua referência doutrinária amparada em II Pedro, 1:21; II Timóteo, 3:16-17; Romanos, 1:16. Portanto, nossa crença doutrinária não nega a inspiração de toda a Palavra de Deus, pelo contrário, reafirmamos, pois é esta base doutrinária (referência) que afirmamos em que cremos :

II Pedro, 1:21: Nós cremos... “Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo”.

 II Timóteo 3:16-17 Nós cremos... “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.”

Romanos, 1:16: Nós cremos... Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego”.

Estas são as três bases da nossa doutrina, a inspiração de toda a Escritura. Portanto, a mudança ocorrida no primeiro ponto doutrinário apresenta os dois extremos teológicos, de que “toda a Escritura é de inspiração divina” (registro das mensagens), assim como também “contém a inspirada Palavra de Deus” (mensagem do registro). Assim, ao afirmarmos que a Bíblia contém, não estamos com isto negando a inspiração plenária e verbal de toda a Bíblia, o mesmo também é apontado pelo escritor batista, Dr. Aníbal Pereira Reis:

 “A Bíblia toda e somente a Bíblia é a Revelação de Deus! Em matéria religiosa a Sagrada Escritura basta. É de seu próprio teor ser suficiente. <>> (Dt. 4:2). <<... nada lhe acrescentarás nem diminuirás>> (Dt. 12:32), exortava Moisés.  Todo este estudo agora encerrado nos leva a esta irretorquível conclusão: unicamente a Bíblia é e contém a Palavra de Deus e Sua Revelação total para esta Dispensação.” (Pereira Reis, Aníbal. O Vaticano e a Bíblia, pág. 121, Edições Caminho de Damasco, 1969, São Paulo - Brasil). – O negrito é meu.

Portanto, não possui fundamentação em nosso credo a tempestade criada por alguns que aludem, negativamente, a nossa crença na inspiração plenária e verbal de toda a Escritura. Os que dizem o contrário, talvez, criaram outro ponto doutrinário diverso da CCB, negando a crença nas três referências supracitadas, referências estas que endossam a fé na inspiração plenária e verbal da Santa Escritura.

Vocabulário:


Conter - Incluir, abarcar, abranger, compreender, encerrar, englobar, enquadrar.


Deus vos abençoe


Daniel Kauphan


Fontes:

.Hinos de louvores e Súplicas a Deus – Livro número 5 (CCB);

.Hinos de louvores e Súplicas a Deus – Livro número 4 (CCB);

.Bíblia Sagrada, Almeida, Corrigida, Fiel (ACF) – Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil (SBTB);

.Gilberto, Antônio. Manual da Escola Dominical – Pela Excelência do Ensino da Palavra de Deus – Edição Atualizada, 14ª Edição/1995. Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) – Rio de Janeiro, RJ, Brasil;

.Pereira Reis, Aníbal. O Vaticano e a Bíblia, Edições Caminho de Damasco, 1969, São Paulo - Brasil

.Dicionário Sinônimos e Antônimos Houais, Versão Ampliada/Nova Ortografia, 2ª Edição 2008 – PubliFolha, São Paulo.




Postado por Daniel Kauphan às 14:09 http://apologiadidacheccb.blogspot.com.br/2013/01/mudanca-do-primeiro-ponto-basico-de-fe.html
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11165
Pontos : 24633
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 60
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum