NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Março 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Quem está conectado
74 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 74 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4104 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de CharityL

Os nossos membros postaram um total de 29438 mensagens em 12398 assuntos

Mulher grávida é condenada à morte por enforcamento no Sudão por ter se casado com cristão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mulher grávida é condenada à morte por enforcamento no Sudão por ter se casado com cristão

Mensagem por Lourival soldado cristão em 17th Maio 2014, 1:21 pm


Uma mulher foi condenada à morte no Sudão por apostasia ao islamismo depois que se casou com um cristão e engravidou.
Um tribunal estadual no norte do país, que tem maioria muçulmana e é regido pela lei islâmica, sharia, condenou a gestante de oito meses à morte. Maryam Yahya Ibrahim casou-se com um cristão no país vizinho, Sudão do Sul.
A Anistia Internacional afirmou que ela havia sido criada como uma cristã ortodoxa, assim como sua mãe. No entanto, as autoridades sudanesas a consideram muçulmana, porque essa é a fé professada por seu pai, mesmo ele sendo ausente na infância de Maryam.
A Anistia enviou comunicado às autoridades sudanesas exigindo a libertação da mulher, porém o magistrado do tribunal rebateu o pedido dizendo que a mulher seria chicoteada antes do enforcamento, caso não se declarasse muçulmana.



Compartilhar

“Damos três dias para ela se retratar, mas caso insista em não voltar ao islamismo, estará condenada à morte por enforcamento”, afirmou o juiz. Declarar-se muçulmana resultaria na anulação do casamento, pois a união com não-muçulmanos é proibida no islamismo.
Segundo o Protestante Digital, embaixadores de vários países e ativistas de Direitos Humanos no Sudão exortaram o governo a respeitar o direito da mulher de escolher sua própria fé, e a imprensa local tem noticiado que há a possibilidade de “misericórdia” por parte das autoridades, que poderiam protelar a execução até o bebê completar dois anos de vida.http://noticias.gospelmais.com.br/sudao-mulher-gravida-condenada-morte-casado-cristao-67740.html

_________________
http://igrejacristaavivada.org/

avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11123
Pontos : 24527
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 59
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum