NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Abril 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Quem está conectado
42 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 42 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4303 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Jose Aparecido Rodrigues

Os nossos membros postaram um total de 30163 mensagens em 13085 assuntos

Ministério Público poderá pedir a demolição do Templo de Salomão para construção de casas populares

Ir em baixo

Ministério Público poderá pedir a demolição do Templo de Salomão para construção de casas populares

Mensagem por Lourival soldado cristão em 6th Agosto 2014, 12:40 pm


O Templo de Salomão vem sendo investigado pela prefeitura da cidade de São Paulo e caso as suspeitas de irregularidades se confirmem, a Igreja Universal do Reino de Deus poderá ter que demolir o megatemplo para a construção de moradias populares.
O procurador Maurício Antônio Ribeiro Lopes, que vem acompanhando as investigações, afirmou numa entrevista à rádio CBN que se as suspeitas de fraude forem confirmadas, 40% da área total do terreno deverá ser destinado a casas populares.
Os problemas legais em torno do megatemplo começaram em 2008, antes do início das obras, quando a prefeitura paulistana deu permissão para a construção através de um alvará de reforma emitido pelo Departamento de Aprovação de Edificações (Aprov), durante a gestão do prefeito Gilberto Kassab (PSD).
O alvará de reforma permitia à Igreja Universal do Reino de Deus construir o Templo de Salomão sem destinar 40% do terreno à moradia popular, uma exigência da lei de zoneamento da cidade. De quebra, o alvará de reforma livrava a denominação do bispo Edir Macedo de pagar uma taxa de 5% do valor da obra, aproximadamente R$ 35 milhões.
Como o terreno onde o megatemplo foi erguido ocupa um quarteirão inteiro na avenida Celso Garcia, no Brás, foi necessário demolir diversos imóveis, o que caracteriza uma nova construção, e não uma reforma.




Compartilhar
Diante disso, o Ministério Público aguarda o levantamento das informações por parte da prefeitura e da própria Igreja Universal para decidir quais ações tomar, e não exclui a possibilidade de pedir na Justiça a demolição do Templo de Salomão para a construção das casas populares.
No entanto, como a nova sede da Igreja Universal já é considerada um cartão postal da cidade, devendo se tornar um ponto turístico, é possível que as ações tomadas contra a denominação sejam outras, de acordo com informações do site Infomoney.http://noticias.gospelmais.com.br/ministerio-publico-pedir-demolicao-templo-salomao-70095.html

_________________
http://igrejacristaavivada.org/

avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11180
Pontos : 24680
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 60
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum